Artesãos de Belford Roxo são beneficiados pelo Programa de Artesanato do Estado - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad




Post Top Ad

Artesãos de Belford Roxo são beneficiados pelo Programa de Artesanato do Estado


Nos próximos dias 22 e 23, os artesãos de Belford Roxo vão poder se cadastrar no Programa de Artesanato Brasileiro do Estado do Rio de Janeiro. O evento acontece às 10h (nos dois dias), na sede da Uniabeu, na Rua Itaiara 301, no Centro. Os participantes vão assistir a uma palestra da coordenadora do Programa Estadual de Artesanato, Nea Mariozz. A ação é uma realização da Secretaria de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, da Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (TurisRio), do Espaço Arte em Movimento do Estado do Rio, em parceria com a Prefeitura de Belford Roxo, através das Secretarias de Trabalho e Emprego e de Assistência Social e Cidadania. 

A ação é importante para futuras parcerias entre o governo e o artista, visando a participação dos mesmos em eventos e feiras, além de dar visibilidade ao artesão e valorizar os talentos do município. A estimativa da Secretaria de Trabalho e Emprego é que cerca de 300 artesãos realizem o cadastramento. De acordo com o prefeito Wagner Carneiro, o Waguinho, a intenção do programa é dar dignidade à população, dando oportunidade de profissionalização. O secretário de Trabalho e Emprego, Jadir Elias, informou que a parceria entre o governo do Estado e o município é de suma importância. “Os artesãos da nossa cidade são em grande número e com esta iniciativa vamos fomentar o setor”, disse o secretário. 

Segundo o secretário-adjunto de Trabalho e Emprego, Adriano do Nascimento, um dos objetivos do governo é fazer com que Belford Roxo seja conhecido como um polo de artesanato no Estado. “O artesanato é um setor que vem crescendo na cidade. Além do envolvimento social, a atividade pode virar uma fonte de renda”, enfatizou Adriano. 

Cadastramento

Para fazer o cadastramento é necessário levar uma foto 3x4 recente e as cópias do comprovante de residência, CPF e identidade. O artesão deverá apresentar até três peças de cada matéria prima e a técnica já produzida e uma inacabada para a finalização no ato do cadastro, para a comprovação da técnica. O artesão que não levar algum desses itens não poderá ser atendido. Aquele que se inscreveu antes de 2015, precisa atualizar seus dados, levando a documentação necessária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe jornaldestaquebaixada@gmail.com

Post Bottom Ad

Pages