Queimados cria ‘Balcão de Empregos’ para inserir deficientes no mercado de trabalho - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad




Post Top Ad

Queimados cria ‘Balcão de Empregos’ para inserir deficientes no mercado de trabalho


A busca de emprego para o jovem Rodrigo Freitas, de 20 anos, tem sido intensa. Deficiente há cerca de 2 anos, o jovem perdeu o braço em um acidente causado por um choque elétrico de grande intensidade, e desde então, tem enfrentado dificuldades para conseguir espaço no mercado de trabalho. Pensando nisso, a Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Promoção de Cidadania e Direitos Humanos, criou o “Balcão de Empregos”. O projeto tem como objetivo recolher currículos e cadastrar os interessados de acordo com o perfil do empregador.

“Procuro uma experiência de caráter profissional, porque estou terminando o ensino médio. Eu espero que o fato de ser deficiente não seja algo que feche portas na minha vida realmente”, declarou o estudante.


Apesar da Lei de Inclusão Social - que impõe às empresas com mais de 100 funcionários a ocupação de 2% a 5% das vagas por deficientes – vigorar desde 2004, a realidade é distante da ideal.

Desde janeiro em funcionamento, a Coordenadoria da Pessoa com Deficiência já está recrutando os primeiros participantes para entrevistas. Espera-se uma grande adesão ao projeto por parte da comunidade, já que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), quase 24% dos brasileiros (cerca de 45 milhões de pessoas) são portadores de alguma deficiência e menos de 1% estão empregados em um trabalho formal.

O secretário da pasta, Carlos Albino, explica que a ideia do balcão é oferecer dignidade e promover a igualdade social. “A nossa gestão sempre se preocupou em garantir os direitos de todos os cidadãos, independente das diferenças. Por isso, abrimos as portas da secretaria para ajudar de alguma forma a inserir os deficientes no mercado”, afirmou o gestor.

Interessada em voltar ao mercado de trabalho desde novembro, Laís Cristina, de 28 anos, também fez seu cadastro de emprego. Moradora do bairro Cantão e com o braço direito deficiente desde o nascimento, a jovem que já trabalhou como recepcionista e telemarketing, explica que a dificuldade sempre existiu e que indicações facilitam. “Como deficiente, eu sempre me vi com mais dificuldade para conseguir emprego. As empresas ao menos chamam quando enviamos o currículo diretamente”, afirmou.

Para Sirlene Marquiori, que é idealizadora do projeto e coordenadora de políticas uúblicas para deficientes, o balcão é uma oportunidade de estreitar laços com as empresas da cidade. “Estamos fazendo parcerias com empresas e mostrando disponibilidade dos portadores de deficiência que estão na cidade e isso já é um grande avanço”, concluiu.

Para quem se interessar, basta ser maior de 18 anos e enviar o currículo em anexo para o email coordeficientes.queimados@gmail.com com o assunto “Balcão de Empregos”. A sede da Secretaria fica na Rua Otília, 1.495, no Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17hrs.

Fotos: Thiago Loureiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe jornaldestaquebaixada@gmail.com

Post Bottom Ad

Pages