Polícia fecha fábrica de camisas piratas da seleção brasileira em São João de Meriti - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad




Post Top Ad

Polícia fecha fábrica de camisas piratas da seleção brasileira em São João de Meriti

Por Maurício Tambasco

SÃO JOÃO DE MERITI - Policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) fecharam, nesta segunda-feira (14/05), uma fábrica que produzia camisas piratas da seleção brasileira de futebol e detiveram oito pessoas. O caso ocorreu na Rua Camila César, no Centro de São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

De acordo com o titular da especializada, delegado Maurício Demétrio, cerca de cinco toneladas de material utilizado na produção e o maquinário foram apreendidos faltando um mês para a Copa do Mundo e estão avaliados em R$ 3 milhões. O local produzia cerca de 1000 camisas por dia, que eram vendidas por R$ 50.


As investigações para encontrar o local do crime começaram em abril, depois que a delegacia especializada começou a receber denúncias anônimas.

- Há mais ou menos um mês, estávamos recebendo denúncias anônimas de que, naquela área, haveria uma fábrica de falsificação de camisas da seleção brasileira. Começamos a buscar pelo local desde então e, felizmente, após investigação, conseguimos localizar – ressaltou o delegado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe jornaldestaquebaixada@gmail.com

Post Bottom Ad

Pages