Jovem morre espancado depois de ser expulso de casa noturna em Nova Iguaçu - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad




PUBLICIDADE

Jovem morre espancado depois de ser expulso de casa noturna em Nova Iguaçu


NOVA IGUAÇU - Mais uma morte vindo da violência na Baixada Fluminense que a polícia tenta desvendar. Na noite da última sexta-feira (6), um jovem saiu para se divertir com amigos, porém um desentendimento dentro do estabelecimento ocasionou sua expulsão do local.

De acordo com informações, mesmo já expulso, Vitor de Andrade, de 24 anos ficou por alguns minutos do lado de fora da casa noturna Lalu Lounge, na tentativa de conseguir retornar para a boate, porém foi impedido na portaria pelos mesmos seguranças que já haviam retirado ele do local. Poucos minutos depois, o jovem pegou sua motocicleta e saiu da boate, mas Vitor foi seguido por um carro com vários homens que fecharam sua moto, desceram e o espancaram.

O jovem levou tantos chutes e socos que ficou desacordado no chão, onde em seguida foi socorrido por populares e levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, mas acabou não resistindo aos ferimentos e morreu na unidade. 

Agora agentes da DH da Baixada Fluminense segue buscando pontos de câmeras por cada passo onde Vitor possa ter passado na tentativa de localizar os autores do crime que chocou a todos os amigos e parentes da vítima.

A casa noturna se manifestou através de uma nota.

"Na noite do dia 06 de julho a vítima de suposto homicídio, Vitor de Andrade, estava em nosso estabelecimento. Houve um desentendimento verbal, sem brigas ou violência, com um casal que também estava na casa. COMO A LALU LOUNGE NÃO PERMITE NENHUM TIPO DE VIOLÊNCIA, imediatamente os seguranças pediram para o Vitor de Andrade se retirar, e o acompanharam até a saída. Isso ocorreu por volta de 9h da noite. Vitor de Andrade não criou problemas diferentes do que já estamos acostumados a lidar, porém saiu da boate sem que nenhuma violência fosse usada por parte dos seguranças, como demonstra os videos, Vítor de Andrade foi colocado para fora e tentou pedir para entrar de novo na casa, o que nao é permitido após gerar desentendimentos no local. Queremos deixar claro que não houve nenhum tipo de violência, nem entre os consumidores do local e muito menos entre os funcionários da Lalu Lounge com a vítima do crime, COMO DEMONSTRADO NOS VÍDEOS!

No dia 07 de Julho, no mesmo dia, recebemos autoridades policiais e supostos amigos da vitima que solicitaram as filmagens da noite em que tudo aconteceu. Fornecemos as imagem e tudo foi analisado pelas autoridades competentes na presença de uma amiga da vitima.

De antemão, informamos que a Polícia não constatou nenhum tipo de violência dentro do local, e tampouco a perseguição da vítima por parte de nossos seguranças, como transmitiram na reportagem. Tal fato sequer foi cogitado pela polícia, sendo uma hipótese levantada apenas pelos repórteres da Record. Os videos que comprovam a saída da vitima estão postados abaixo.

No dia 11 de julho, o repórter da Record esteve em nosso estabelecimento e tudo foi esclarecido como relatado acima, mas distorceram todos os fatos, fazendo as pessoas acreditarem que tal violência tenha partido dos seguranças da Lalu Lounge, mesmo tendo lhe dado toda informação do fato e lhe oferecido ate mesmo as nossas câmeras de vídeo que compravam a veracidade dos fatos aqui narrada. Em reportagem ainda disseram que não quisemos dar informação, mas como se o próprio dono do estabelecimento foi quem conversou com o repórter? Felizmente, a conversa foi filmada e também podemos contestar mais essa mentira.

Nunca pensei em um dia ter que passar por isso, UMA TOTAL INJUSTIÇA, contra mim e meus seguranças. Fazemos um trabalho sério, levando alegria para as pessoas, mas nunca nos envolvemos em nenhum problema com clientes.

Quem algum dia já foi violentado em meu estabelecimento pode postar aqui. É muito triste ainda ver outros meio de comunicação compartilhando esta informação sem ao menos procurar saber saber a veracidade dos fatos, somente por suposições sem qualquer fundamento. Nossa segurança é orgânica, autorizada pela Policia Federal, não é terceirizada, nossos profissionais possuem curso atualizado e são bem remunerados e bem treinados para garantir a segurança de nossos cliente. É lamentável profissionais maldosos da área de comunicação levantar uma suspeita absurda dessa, NOSSOS SEGURANÇAS JAMAIS DEIXARIAM SEU POSTO DE TRABALHO PARA FAZER QUALQUER TIPO DE COVARDIA CONTRA QUALQUER PESSOA.

ISSO TUDO É UM GRANDE ABSURDO! ESTOU MUITO TRISTE E LAMENTO MUITO PELA PERDA DA FAMÍLIA DA VITIMA. ESPERO QUE A JUSTIÇA SEJA FEITA, POIS NINGUÉM MERECE TER UM FIM ASSIM...

Coloco meu estabelecimento à disposição dos familiares da vítima, caso queiram ter acesso às imagens das câmeras, estaremos aqui para ajudar no que for preciso!

Que sirva de lição para todos, e até mesmo para mim, que não podemos julgar ou opinar em um fato simplesmente por uma reportagem sem qualquer tipo de prova, pois podemos acabar cometendo uma grande injustiça.

PEÇO ENCARECIDAMENTE QUE ASSISTAM OS VIDEOS QUE COMPROVAM NOSSA INOCÊNCIA E NOS AJUDEM COMPARTILHANDO PARA DESFAZER ESTA INJUSTIÇA." Disse.
Reportagem: Aline Alencar
Por: redação/ Jornal Destaque Baixada
12/07/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 984040-254

Post Bottom Ad

Pages