Mulher tenta roubar bebê dos braços da mãe em Nova iguaçu é o segundo caso em menos de uma semana - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad




PUBLICIDADE

Mulher tenta roubar bebê dos braços da mãe em Nova iguaçu é o segundo caso em menos de uma semana


NOVA IGUAÇU - Uma mulher tentou roubar um bebê dos braços da mãe no calçadão de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo informações colhidas pela redação do Jornal Destaque Baixada, a mãe estava transitando e carregava a filha de um ano, quando uma desconhecida tentou arrancar o bebê de seu colo.

Ainda de acordo como Pai da criança, a suposta sequestradora arrancou com toda força do colo da mãe, Segundo relatos, a mulher não estaria sozinha e deu a entender que algo havia caído no chão, enquanto ambas aguardavam para atravessar a rua. Teria sido neste momento que a moça tentou puxar o bebê do colo. No entanto, a mãe segurou firme a criança, dificultando a ação. Um carro teria parado na sinaleira, onde a desconhecida entrou e fugiu. Tudo isso ocorreu na última quinta-feira 21/09.


A polícia irá pedir câmeras da região para tentar identificar este caso que não é o único. No dia anterior, mais uma mãe foi vítima no mesmo local e também relatou tudo na rede social.

Segundo caso registrado em Nova Iguaçu em menos de uma semana.

A outra vítima, em seu perfil na rede social, relatou na tarde de quarta-feira (20), que saiu com sua filha Lara, de sete anos para ir ao pediatra em uma consulta de rotina, quando na volta para casa, esta foi abordada por uma mulher apé, que tentou pegar sua filha, de modo que ela ficou em estado de choque e não conseguiu pedir por ajuda. Porém na segunda tentativa de arrancar a criança dos braços dela, a suposta sequestradora viu que não teria chance e fugiu em caminho desconhecido.
O pescoço da Lara de sete anos ficou marcado com a força do braço da mulher que puxou ela a todo custo.

A redação do Jornal Destaque Baixada conversou com a mãe que nos relatou com mais detalhes a situação. Veja.

Por volta das 15h., no Calçadão de Nova Iguaçu.

Não consegui ver a cara da mulher. Tinha mais ou menos a minha altura, meu corpo, cabelo liso, batidinho, preto, aparentava ter 40 e poucos anos... só vi de costas enquanto ela fugia. Ela é morena e estava de camiseta e bermuda.

Ela agarrou a Lara pelo ombro, na altura da esquina da C&A, e puxou. A Lara não gritou!!!!!!!!!! Eu senti a presença de alguém muito próximo e me virei pra olhar. Só vi a mão dela no ombro puxando e a Lara puxando o ombro de volta. Aí eu falei: " - O que é isso?" e a mulher ainda puxou ela mais uma vez e desembestou no meio do povo. Sumiu!

Eu não consegui reagir. Só tremia. Fiquei uns 20 segundos sem sair do lugar e sem forças nem pra falar, pra gritar, pra nadaaaa!!!!

Foi a pior sensação da minha vida. Subia um arrepio dos pés até a cabeça.

Gente, segura a mão dos seus filhos na rua. Se ela não estivesse tão presa à mim, a mulher teria levado. É incrível. No meio da rua, no meio de um monte de gente, vc nunca imagina que tem como isso acontecer. Mas tem. Quase levaram a minha filha de mim. Inimaginável. Eu morreria.

Segura na mão do seu filho.
Não solta por nada.
Segura firme.
Não solta.
Ensina seu filho a gritar quando alguém colocar a mão nele. Ensina!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Manda gritar!!!!!!!!!!!!!!!!! p.s.: A Lara está bem, graças à Deus!!!!!!!!

Fotografou? Fez um vídeo? Mande para o WhatsApp, aqui você tem Destaque: (21) 99219-1219.

Todos os direitos reservados, caso esta matéria seja vinculada sem autorização em outros meios de comunicação, o caso será denunciado aos órgãos competentes.

Por: Redação/ Jornal Destaque Baixada
25/09/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 984040-254

Post Bottom Ad

Pages