Responsive Ad Slot

Mostrando postagens classificadas por data para a consulta economia. Ordenar por relevância Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por data para a consulta economia. Ordenar por relevância Mostrar todas as postagens

Japeri sediará caminhada ecológica no próximo sábado (13)

Nenhum comentário

quarta-feira, agosto 10, 2022



A Prefeitura Municipal de Japeri apoia, neste sábado (13), o Circuito Festival de Inverno-Caminhadas na Natureza - Anda Japeri. O evento realizado pelo Instituto Kerygma Ambiental faz parte do calendário da cidade e terá concentração na Arena VJ Esportiva, no centro de Engenheiro Pedreira, a partir das 7h. De acordo com os organizadores, o público estimado é de mais de 500 caminhantes.

Quem ainda não se inscreveu tem até as zero horas desta sexta-feira (12) para acessar o link: japeri.caminhadas.info. O circuito tem um percurso de 6 km, mas antes de iniciarem os movimentos todos participarão de um alongamento. A caminhada termina no Bistrô Canaã, onde haverá uma confraternização com música ao vivo.

Em uma cidade cercada pela Mata Atlântica, os participantes, que vêm de diversos pontos do Estado do Rio de Janeiro, vão conhecer alguns pontos marcantes do município como o Campo do Golfe, onde farão uma pequena parada.

Todo o percurso contará com a presença da Guarda Municipal, além disso, secretarias como a do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável cederá uma tenda para a Economia Solidária. Também participam as secretarias de Agricultura e Pesca, que darão sua contribuição com produtos da terra.

Belford Roxo promove o Prêmio Destaque Empreendedor Musical

Nenhum comentário

A Prefeitura de Belford Roxo está com as inscrições abertas até 30 de setembro para o Prêmio Destaque Empreendedor Musical, cujo objetivo é valorizar os talentos da note e incentivar os trabalhadores da noite a sair da informalidade, conquistando assim o seu lugar como empreendedor. Os três primeiros lugares receberão um contrato único de prestação de serviço no valor de R$ 3.000,00 (1º colocado); R$ 2.000,00 (segundo colocado) e R$ 1.000,00 (terceiro colocado). A finalíssima está marcada para 16 de dezembro.

O secretário de Trabalho, Renda e Economia Solidária, Sérgio Lins, explicou que esse é o primeiro concurso deste tipo feito no município para pessoas que vivem da música. Ele acentuou que o concurso será também uma oportunidade de os músicos se cadastrarem no Microempreendedor Individual (MEI), possibilitando assim que possam emitir notas fiscais nos trabalhos que fizerem.

Serão duas etapas classificatórias, sendo que em cada uma serão escolhidos 10 participantes, totalizando 20. Desse total, apenas 10 irão para a final. “Os artistas terão uma grande oportunidade e poderão interpretar músicas autorais ou de outros cantores. O Prêmio Destaque Empreendedor Musical é uma oportunidade para revelarmos novos talentos”, destacou Sérgio Lins, acrescentando que o evento conta também com a parceria da Secretaria Municipal de Cultura e da Secretaria e da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico.

Vinte e cinco anos e carreira

A primeira inscrição do concurso foi feita pelo grupo Alma Gêmea do Samba, que está há 25 anos na estrada tocando diversos ritmos como pagode, sertanejo e forró, entre outros. Formado por Márcio Kalamback (vocal), Denilson (cavaquinho), Vaguinho (pandeiro) e Ligeiro Oliveira (backing vocal e percussão), o grupo já abriu shows de do cantor Belo, Sorriso Maroto, Swing Simpatia e Pique Novo.

O Alma Gêmea do Samba tem esse nome porque o vocalista Marcio tinha um irmão gêmeo chamado Marcelo (falecido há alguns anos). Como eram muito unidos, pareciam almas gêmeas. “Alguém sugeriu para colocar o nome do grupo – que era Diamante Negro – de Alma Gêmea. Aceitei a sugestão e estamos nesta caminhada. Esse concurso da Prefeitura (Prêmio Destaque Empreendedor Musical) é importante para que os músicos possam mostrar a sua arte. Estamos confiantes que faremos boas apresentações para sermos os vencedores”, finalizou Kalamback.

As inscrições para o Prêmio Destaque Empreendedor Musical podem ser feitas de segunda a sexta-feira na sede da Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Economia Solidária, que fica na Avenida Benjamin Pinto Dias (ao lado da Casa e Vídeo), 1.305, Centro. Clique no link para ter acesso à ficha de inscrição: https://forms.gle/kdwBJ9cmHD2NR1zy9.

Projeto de lei assegura devolução do valor de energia elétrica não consumida

Nenhum comentário

sexta-feira, agosto 05, 2022


A conta de luz poderá onerar menos o bolso das famílias brasileiras, caso seja aprovado na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 1360/2022. A proposta apresentada pela deputada federal Daniela do Waguinho (União-RJ) trata da devolução, em forma de compensação, do dinheiro pago por energia elétrica não consumida.

Atualmente, as companhias de energia elétrica cobram uma taxa mínima pelo serviço, mesmo que o consumo mensal seja zero. Pelo projeto de lei, a distribuidora poderá ressarcir o valor na conta de luz em até 12 meses.

“É justo que a energia não consumida gere um crédito nas demais faturas para quem não utilizar esse mínimo. As pessoas poderão ser beneficiadas nos meses seguintes com diminuição na conta de luz. Em tempos difíceis de desemprego e perda de renda, toda economia é muito importante”, afirma a deputada federal Daniela do Waguinho

O PL 1360/2022 será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Defesa do Consumidor; Minas e Energia; e Constituição e Justiça.

Prefeituras da Baixada Fluminense fazem cadastro de taxistas para recebimento de auxílio federal

Nenhum comentário

quinta-feira, agosto 04, 2022


O Benefício Taxista, que foi criado pelo Governo Federal, por meio da Emenda Constitucional nº 123, de 14 de julho de 2022 e visa minimizar o impacto da pandemia na vida destes profissionais.

O auxílio tem validade até dezembro deste ano e o valor máximo a ser pago ao profissional será de R $1.000.

As prefeituras de Belford Roxo, Japeri, Guapimirim, Nilópolis, Nova Iguaçu, Queimados, e Seropédica seguem com cadastrando os trabalhadores. Conforme o calendário previsto nacional, as cidades ainda poderão enviar dados em outras duas oportunidades.

Em Belford Roxo, a prefeitura convocou os trabalhadores

A Secretaria de Trabalho, Renda e Economia Solidária começa a cadastrar amanhã (05-08), os motoristas de taxis para o Benefício Taxista. 

Lembrando que só terão direito ao pagamento os motoristas de táxi registrados até 31 de maio de 2022, que sejam titulares de concessão, permissão, licença ou autorização emitida pelo poder público.

O benefício tem validade até dezembro de 2022, sendo o número de parcelas ajustável considerando o número de beneficiários cadastrados e o limite global de recursos. O valor máximo é de R$ 1.000 por parcela. 

Rua Manicoré, 125, bairro São Bernardo, das 10h às 16h.

Belford Roxo cadastra motoristas para o Benefício Taxista do Governo Federal

Nenhum comentário


A Prefeitura de Belford Roxo dará início ao cadastramento para o Benefício Taxista amanhã (05-08), até o dia 15 deste mês, de acordo com o calendário do Ministério do Trabalho e Emprego (TEM). Terão direito ao pagamento os motoristas de táxi registrados até 31 de maio de 2022, que sejam titulares de concessão, permissão, licença ou autorização emitida pelo poder público. O cadastro será realizado pela Secretaria de Trabalho, Renda e Economia Solidária, das 10h às 16h, na rua Manicoré, 125, bairro São Bernardo, espaço cedido pela Secretaria de Obras, Projetos, Captação de Recursos e Convênios.

LEIA TAMBÉM... Frente fria está a caminho, vai mudar o tempo no Rio e provocar ventania de 75km/h


Instituído pela Emenda Constitucional nº 123, de 14 de julho de 2022, o benefício emergencial devido aos motoristas de táxi será destinado para o enfrentamento do estado de emergência decorrente da elevação e imprevisível do preço do petróleo, combustíveis e seus derivados e impactos sociais decorrentes. Ele será pago no dia 30 de agosto somente para quem estiver regular e efetivo exercício da atividade e com o CPF e CNH também regulares.

O benefício tem validade até dezembro de 2022, sendo o número de parcelas ajustável considerando o número de beneficiários cadastrados e o limite global de recursos. O valor máximo é de R$ 1.000 por parcela.




[

Shopping Nova Iguaçu recebe exposição interativa e gratuita sobre Amazônia e as consequências do desmatamento

Nenhum comentário

quinta-feira, julho 28, 2022


Falta de luz, de água, de alimentos frescos, ventanias, tempestades... o dia a dia dos brasileiros que vivem nas grandes cidades, como o Rio de Janeiro, será assim no futuro caso o desmatamento da maior floresta do mundo siga crescendo. O problema que parece estar longe pela distância geográfica está muito mais perto do que imaginamos e afetará a todos, independente do lugar onde vivem.

Promover a conscientização de que a responsabilidade em preservar a Amazônia deve ser compartilhada por cada cidadão brasileiro é o propósito da exposição interativa, imersiva e gratuita AMAZÔNIA, E EU COM ISSO? que a produtora Na Boca do Lobo, de Tiza e Felipe Lobo, leva para o Shopping NOVA IGUAÇU, em agosto. Um super programa para as crianças e toda a família, pois propõe uma aventura com realidade virtual e espaços lúdicos numa instalação de 3 módulos totalizando 120m2.

A exposição tem um percurso sugerido de meia hora e é dividida em 3 partes:

1. Amazônia de pé: convida o visitante a entrar num cenário que reproduz a floresta em todo o seu esplendor e riqueza de biodiversidade e povos. Diversas atividades como balanços, piscina de bolas, painel imantado e óculos de realidade virtual para um passeio pela Amazônia formam a instalação (um dos filmes 360o disponíveis é o “Fazedores de Floresta”, mergulho em realidade virtual na experiência do Instituto Socioambiental (ISA) e da Rede de Sementes do Xingu, que juntou uma diversidade de pessoas, conhecimentos e sementes nativas para recuperar áreas degradadas nas bacias dos Rios Xingu, Araguaia e Teles Pires, no Mato Grosso).




2. Desmatamento: o visitante entra em contato com a dura realidade para que se sensibilize com a tragédia do desmatamento. A floresta está virando um deserto. Árvores secas, vida desaparecendo... o impacto nas cidades e em especial nos habitantes locais. Além de uma série de informações relacionadas à Amazônia e às oportunidades em setores como o de alimentos, energéticos, medicinais, têxteis, entre outros.




3. Casas: o visitante está numa casa no Rio de Janeiro no futuro próximo e será confrontado com os efeitos da escalada do desmatamento em seu cotidiano. Na sala de estar há picos de eletricidade pela falta de energia elétrica. Nas torneiras da pia da cozinha, não há água. Ao abrir a geladeira, nada de frutas, verduras... a escassez de alimentos se apresenta. Ao abrir a janela do quarto, ventanias e cenas de eventos climáticos extremos, como desabamentos. Tablets exibem a edição de um newsletter com informativos a respeito da relação entre a Amazônia e a segurança alimentar para o país.

Ao final do percurso, o visitante é convidado a deixar sua mensagem em árvores com posts its coloridos. Num mural há ainda sugestões de leituras e aprofundamento no tema para que as pessoas adotem boas práticas em suas rotinas que diminuam os impactos ambientais.




“A ideia da exposição é mostrar que a conservação da Amazônia depende de todos nós e não só de quem vive lá. É um patrimônio brasileiro, que possui a maior biodiversidade do mundo e deve ser cuidada como uma prestadora de serviços ambientais e climáticos. Ela precisa ser tratada como um grande potencial de desenvolvimento para uma economia verde, que trabalhe de forma sustentável, valorizando os povos da floresta, gerando divisas, tributos e uma serie de desenvolvimentos econômicos para o Brasil. Precisamos mostrar que a Amazônia não é um entrave para o desenvolvimento, muito pelo contrário, ela é um combustível natural para esse desenvolvimento.”

A exposição AMAZÔNIA, E EU COM ISSO? tem o apoio institucional de Instituto Socioambiental, Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, Amigo do Clima e Comida do Amanhã

SOBRE A PRODUTORA NA BOCA DO LOBO: é uma agência de comunicação dos sócios Tiza e Felipe Lobo, que surgiu em 2013 e atua na área de sustentabilidade, desenvolvendo uma série de projetos como webdesign, branding, projeto de inovação, campanhas e conteúdos jornalísticos para empresas.

Em 2019 realizaram a primeira grande exposição batizada de O DIA SEGUINTE, com a temática sobre mudanças climáticas e cidades. Super tecnológica, imersiva e interativa, a mostra fala sobre como as mudanças afetam o dia a dia de todos (principalmente dos mais vulneráveis, aqueles que menos contribuem para o aquecimento global), seja no acesso a saúde, educação, segurança e segurança alimentar. A exposição aconteceu na Cidades das Artes, no Rio de Janeiro, e em 2021 no Museu Catavento, em São Paulo.

Hortas orgânicas são a nova sensação nas escolas da rede estadual na Baixada Fluminense

Nenhum comentário

Foto: Uanderson Fernandes - Divulgação/ Seeduc-RJ

O Ciep E-Tec 035 Marechal Henrique Teixeira Lott, no bairro Jardim Primavera, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, é uma das mais de 100 unidades da rede estadual de ensino que conta com a horta orgânica em funcionamento. A ideia de implementar a horta no colégio surgiu com o intuito de abordar temas mais sustentáveis, através da plantação de variadas hortaliças, de frutas etc.

Ao todo, cerca de 690 estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio, participam das atividades que são realizadas rotineiramente destinadas à horta, dentre elas: a manutenção adequada das hortaliças, o plantio e cultivo, a fim de que a plantação fique sempre bonita e saudável.

Desde a introdução da modalidade, os alunos da unidade escolar não conseguem esconder a animação por participar do Programa de Sustentabilidade e Economia Circular, que é dividido em quatro eixos de ações: Hortas Escolares, Lixo Zero, Educação Ambiental e Educação Animal

“Está sendo muito bom poder aprender esses conceitos. Estou gostando de e tudo que tenho aprendido aqui levo para casa”, disse entusiasmado, Antônio Carlos, que cursa a 6ª série do ensino fundamental atualmente.

As principais hortaliças cultivadas no projeto “Hortas nas Escolas” são alface crespa, coentro, salsa, cebolinha e couve, que vão fazer parte do cardápio escolar.




O secretário de Estado de Educação do Rio de Janeiro, Alexandre Valle, destaca a importância de trazer princípios sustentáveis à rede pública, através das Escolas de Novas Tecnologias e Oportunidades (E-Tec).




“Esse projeto chegou para modernizar a estrutura física e pedagógica dos Centros Integrados de Educação Pública, os Ciep’s, na capital e no interior do estado do Rio de Janeiro. Através dele, podemos conscientizar os nossos alunos de que somos fundamentais na construção de um mundo melhor a partir da sustentabilidade”, afirmou Valle.

Troca de lâmpadas comuns por iluminação de LED é iniciada em Nova Iguaçu

Nenhum comentário

Nova Iguaçu está ganhando uma nova iluminação. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, começou a trocar as lâmpadas amarelas pela de led ao longo da Avenida Marechal Floriano Peixoto. Na passarela da Caracol, a manutenção e modernização já foram realizadas.

A iluminação com o led aumenta a visibilidade em 80% e reduz o consumo de energia elétrica em 48%. Esta mudança de tecnologia vai acontecer em todo o município, que conta com mais de 66 mil pontos de energia. A Prefeitura de Nova Iguaçu já trocou, no fim do ano passado, a iluminação na Via Light.

A troca das lâmpadas na Avenida Marechal Floriano vai ser realizada até o limite com a cidade de Mesquita. Em seguida, o serviço vai chegar nas proximidades das estações de trem nos bairros Comendador Soares e Austin. A Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana está dando apoio para organizar o trânsito.

“Já colocamos 20 lâmpadas novas numa só noite entre a passarela da Caracol e a Praça da Liberdade. Além da economia, elas têm um custo menor e aumentam a luminosidade da área, dando mais segurança para quem passa por este trecho. A iluminação pública é um dos requisitos da prevenção da segurança. Gastávamos R$ 3.200 milhões em energia elétrica, e, com a luz de led, a estimativa é que teremos um custo de aproximadamente R$ 1,2 milhão. Com essa economia, podemos investir mais em outros pontos da cidade”, garantiu o secretário de Serviços Públicos de Nova Iguaçu, Douglas Mucciolo.

Somente este ano, a Secretaria de Serviços Públicos já atendeu mais de cinco mil solicitações de manutenção de iluminação pública e trocou 4.500 lâmpadas comuns para a de led. Para facilitar o serviço, foi adquirido um caminhão cesto aéreo de 42 metros, o dobro da altura usado anteriormente para fazer a manutenção.

BRT será substituído pelo VLT no Rio

Nenhum comentário

quarta-feira, julho 27, 2022


Batizado como VLTzação, o BRT será substituído pelo VLT no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela prefeitura, que disse que será aproveitado a infraestrutura do BRT para o novo projeto. Nos últimos anos, o transporte coletivo vem dando dor de cabeça aos usuários com os veículos sucateados.

Em regiões do Rio, o VLT anda em média 15 km/h em velocidade reduzida. O meio de transporte  tem capacidade para 50 km/h ou mais. Para ele ser mais rápido na cidade, será preciso fazer mudanças para garantir a segurança dos usuários e pedestres.

"Recuperar o sistema de transportes da cidade é nosso maior desafio. Mas mobilidade urbana é assunto tão importante, que precisa ser pensado e planejado com o olhar no futuro, pois impacta a vida das pessoas e do planeta. Por isso estamos lançando o projeto de VLTzação do BRT." Disse o executivo

O plano de transição do sistema contempla presente e futuro, pois as ações de melhoria do BRT que estão em prática atualmente vão gerar a economia de bilhões na implantação da maior malha de VLT das américas: serão 251 km, incluindo os corredores Transoeste e Transcarioca.

O VLT (veículo leve sobre trilhos) é considerado o melhor sistema de transporte urbano e utilizado pelas cidades mais desenvolvidas do mundo. É movido a energia elétrica, gerando menos impactos ao meio ambiente. Além disso, é mais seguro, mais confortável, mais pontual.... A lista de vantagens é enorme!

"A dificuldade das cidades em adotar o VLT é o alto custo das obras - e é aí que a gente sai na frente! Com o aproveitamento de toda a estrutura que está sendo construída e recuperada para o BRT, obtivemos uma redução de R$ 7 bilhões no custo do projeto de VLTzação, o que viabiliza a implantação de um transporte muito mais moderno e sustentável para todos os cariocas'. Disse

Leite pode ficar ainda mais caro com aumento de mais 15% nos próximos dias

Nenhum comentário

Está cada dia mais complicado para o consumidor comprar o leite nos dias de hoje, e parece que os preços vão subir ainda mais. O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea SP) aponta que o leite deve ter um aumento ainda maior de 15% nos próximos dias.

De acordo com Natália Grigol, pesquisadora do Cepea, todo este aumento tem uma razão, onde a produção de leite no campo está menor e isso tem desencadeado um custo de produção em alta, tendo uma queda brusca nos estoques de derivados láctea e como consequência, este aumento acaba chegando no leite e também no queijo.

É esperado chuva para ocorrer uma queda e trazer um alivio no bolso dos consumidores a partir do mês de setembro, porém até lá, a chance é de leite mais caro.

Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos realiza Festival de Teatro com atrações participativas 🎭

Nenhum comentário

terça-feira, julho 26, 2022

Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos, espaço educativo cultural da Light em Rio Claro, vai se transformar em um grande palco a céu aberto durante o seu Festival de Teatro, evento com entrada gratuita que será realizado no próximo dia 6 de agosto (sábado), a partir das 10h. Realidade e atuação irão se misturar em uma série de encenações que vão envolver os participantes.

A programação do evento cultural inclui intervenções teatrais que prometem estimular a participação do público em vários pontos da visitação. Além disso, haverá uma performance do ator Lucas Figueredo no anfiteatro, uma visita teatralizada com o mediador Ivan Portugal e uma apresentação do grupo Turma em Cena, nas ruínas do Teatro Tibiriçá.

O Parque São João Marcos não exige mais agendamento prévio para a visita, mas as medidas de segurança sanitária permanecem. Admite-se exclusivamente público que esteja com esquema vacinal contra a Covid-19 em dia (ou seja: todas as doses, considerando a idade da pessoa e o calendário de vacinação); o espaço também solicita a apresentação do comprovante de vacinação e pede que, para a proteção de visitantes e colaboradores, todos usem máscara na sede (Quiosque São João Marcos, Centro de Memória, Sala de Estudos e Memória, Sala de Energia Criativa). Pontos com álcool gel continuam disponíveis pelo Parque.

Sobre o Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos

Inaugurado em 2011, o Parque é um espaço educativo e cultural da Light em Rio Claro (RJ) mantido com o patrocínio da empresa, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e conta com recursos do Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). O Instituto Cultural Cidade Viva é o parceiro na gestão-executiva do projeto.

Mostra de Dança de Japeri está com inscrições abertas até 29 de julho

Nenhum comentário

quinta-feira, julho 21, 2022



Um fim de semana de alegria, arte, dança e principalmente muita cultura. É o que os japerienses podem esperar da segunda edição da Mostra de Dança de Japeri. Pois as inscrições já estão abertas e vão até o dia 29 de julho. O evento acontece no dia 27 de agosto e agentes culturais de qualquer faixa etária podem participar. A realização é da Secretaria Municipal de Cultura de Japeri em parceria com a Setorial de Dança da cidade.

Se a primeira já foi um sucesso, a segunda promete ser melhor ainda, com outras novidades e muita diversão. O evento, que estreou em dezembro do ano passado, contou com 30 apresentações. Entre elas, modalidades de jazz, hip hop e ballet clássico e moderno. O público prestigiou, ainda, oficinas de teatro, dança, capoeira, moda e artesanato que foram apresentadas por grupos e artistas contemplados pelo Edital Poeta Sabará por meio da Lei Aldir Blanc.

Para o secretário de cultura, Jorge Braga Jr. a Secretaria Municipal de Cultura tem a responsabilidade de promover eventos culturais da e que movimentem a economia e valorizem os artistas locais. “Convidamos moradores de outros municípios para virem nos prestigiar. Daqui saem cantores, compositores, dançarinos, poetas, entre outros talentos. Por isso surgiu a proposta de separar um dia do ano e um espaço exclusivo para eles apresentarem suas artes à população”, acrescenta o secretário.

Os interessados devem ler o regulamento e preencher a ficha de inscrição, ambos disponibilizados no site culturajaperi.rj.gov.br e em seguida, devem enviar para o e-mail: mostradedancajaperi@gmail.com.

Rio de Janeiro em alta nas férias de julho

Nenhum comentário

quarta-feira, julho 20, 2022

Foto/Crédito: Rodrigo Pederzini

HotéisRIO e ABIH-RJ divulgaram pesquisa de ocupação para férias de julho no interior e para a capital fluminense. Segundo o HotéisRIO, a expectativa de ocupação hoteleira na cidade do Rio de janeiro indica uma média de 70% dos quartos reservados. No interior, de acordo com a ABIH-RJ, esse número deve ficar em 68,52% de quartos ocupados.

A alta do dólar favorece as viagens internas, o que está impulsionando a procura pela capital nesta temporada. Números comprovam que as perspectivas são as melhores para o setor hoteleiro do interior do estado.

Nova Friburgo está com 90%, Miguel Pereira com 89%, Teresópolis com 85% e Petrópolis com 81%. Itatiaia/ Penedo registram 75%, enquanto Angra dos Reis tem 70% e Paraty 65%. Vassouras está com 60,29%, Armação de Búzios com 60%, Cabo Frio e Rio das Ostras com 50% e Arraial do Cabo com 47% de ocupação.

Essas cidades oferecem meios de hospedagem com atrativos diferenciados para o público de família, modalidade bastante procurada para estadias prolongadas no período de férias escolares em julho

Turismo impulsionando a economia ao longo do ano

O turismo tem se mostrado o grande impulsionador da economia do estado do Rio de Janeiro e do Brasil e, com isso, pesquisas e dados de instituições do segmento norteiam as ações da Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ) e da TurisRio, para consolidar o estado como o melhor destino turístico do país.

No Rio de Janeiro, pesquisas da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) mostram que o setor teve um grande impulso, a partir do final do ano, quando o réveillon de 2022 bateu uma ocupação de 92%. Já o carnaval de fevereiro, foi de 82%. Sem contar com o segundo carnaval, que aconteceu em abril e incluiu os feriados de Tiradentes e o de São Jorge, registrou 78% de reservas na capital, e 90,26%, no interior.

Dados da Fecomércio de abril deste ano apontam que o turismo faturou cerca de R$15,3 bilhões, um aumento de aproximadamente 47% em relação ao mesmo período de 2021.

Para a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a expectativa é que o turismo brasileiro restabeleça o nível de geração de receitas do período pré-pandemia até o terceiro trimestre deste ano, devendo encerrar 2022 com alta de 2,8% em relação ao ano passado – a previsão anterior era de +2,4%.

De acordo com o grupo Hotéis, Eventos e Lazer (HEL), com tarifas aéreas em alta, também foi observado este ano um aumento de 40% no turismo rodoviário, em relação ao primeiro semestre de 2021, o que favoreceu o turismo local. O Rio de Janeiro recebeu mais turistas de São Paulo e Minas Gerais, estados vizinhos, marcando o turismo de proximidade.

A temporada de cruzeiros 2022-2023 promete ser a maior dos últimos 10 anos. Em todo o estado, a expectativa é de 973, 2 mil cruzeiristas. Os dados são da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (CLIA Brasil, sigla para Cruise Lines International Association, que divulgou estimativa para o período que vai de 29 de outubro a 20 de abril.

Na cidade do Rio de Janeiro, a expectativa é receber mais de 432 mil cruzeiristas. O município tem 151 diárias para atracação dos cruzeiros. No interior, Paraty, situada na região turística Costa Verde, é o novo destino da temporada no estado, de acordo com a CLIA, a expectativa é que receba navios de longo curso com 5,7mil pessoas em 10 dias.

Na mesma região, em Angra dos Reis, a expectativa é receber 52,3mil cruzeiristas, em 12 dias; e, na Ilha Grande, são esperados 193mil turistas de cruzeiros em 52 diárias. Já na região turística Costa do Sol, Búzios tem a projeção de que 280mil pessoas em cruzeiros passem por lá, com 74 diárias para embarcações. E em Cabo Frio, são esperados 9,6mil passageiros de cruzeiros, com cinco.

Atenta às boas projeções do segmento, Setur-RJ e TurisRio seguem com ações que convergem para a retomada da economia fluminense, na capital e no interior, por meio do turismo. No momento, acontece o projeto de destinação turística, edição de inverno, iniciativa que, em um contêiner com fotos e paisagens dos destinos fluminenses, possibilita os visitantes obterem informações turísticas das 12 regiões turísticas do estado e assistirem apresentações musicais.

Em Copacabana, no posto 4, o contêiner vai permanecer no local até 21/08. Para os municípios do interior há uma versão itinerante do container. Duas localidades já foram contempladas com o entretenimento (Penedo e Vassouras). A próxima cidade a receber o projeto será Valença, na região turística Vale do Café, de 21 a 24/07.

Lagoa de Araruama é exemplo para projeto de despoluição da Baía de Guanabara

Nenhum comentário

sexta-feira, julho 15, 2022



Case de sucesso, a recuperação ambiental da Lagoa de Araruama se destacou no painel “Baías e lagoas de todos nós”, realizado nesta quinta-feira (14/7), em uma das conferências da Glocal Experience. Colapsada, com problemas ambientais e socioeconômicos, a laguna começou a passar por intervenções realizadas pela Prolagos - concessionária da Aegea, mesmo grupo da Águas Do Rio - a partir de 1998, quando a empresa assumiu os serviços de saneamento nas cidades de Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. Mais de 20 anos depois, com impactos diretos no meio ambiente, no turismo e na economia, o cenário mudou. Um retrato do futuro desejado para a Baía de Guanabara.

Os números da recuperação da Lagoa de Araruama impressionam. Mais de R$ 3 milhões em recursos na economia local foram gerados, 1.200 famílias que vivem da produção pesqueira foram beneficiadas e o esporte náutico está presente como nunca visto, como mostrou o biólogo e coordenador do Projeto Imersão, que monitora a qualidade da água na laguna, Eduardo Pimenta, em sua apresentação.

“A Lagoa de Araruama tem se mostrado efetivamente em plena recuperação e processo de melhoria de balneabilidade. A partir de 2015, 2016, começaram a aparecer os primeiros resultados dos investimentos feitos e as atividades voltaram. Temos indicadores de qualidade ambiental, como o retorno de inúmeras espécies de peixes e aves”, destacou.

Até o início dos anos 2000, o esgoto dos municípios da Região dos Lagoas era despejado sem tratamento nas águas das lagoas e praias da região. Através de mudanças motivadas pela sociedade civil, foram estabelecidas novas regras nos contratos das concessionárias para a antecipação dos investimentos em esgotamento sanitário. Aprovadas, o índice em esgotamento sanitário saltou de 0 para 80% e todo esgoto coletado passou a ser tratado. Além disso, somente a Prolagos construiu 38 km de rede coleta, que atuam como cinturões que blindam o esgoto que chega pela rede de drenagem. O investimento total chegará à R$ 50 milhões.

Seguindo o exemplo do avançado e bem sucedido projeto de despoluição da Lagoa de Araruama, a Baía de Guanabara vive um processo de mudança e começa a colher os resultados. Presente no painel, o secretário da Casa Civil do Governo do Rio, Nicola Miccione, pontuou a importância de as metas serem estabelecidas em contrato e destacou os resultados recentes de balneabilidade da Praia de Botafogo, devido a ações estruturantes da Águas do Rio.

“O Estado do Rio é um laboratório vivo em plena transformação. Sempre existiram promessas e ações paliativas e emergenciais para a Baía de Guanabara. O início dessa transformação já começou, vemos pela Enseada de Botafogo. Isso não é coincidência, são ações específicas da concessionária. Há metas a serem alcançadas e recursos previstos. Pela primeira vez temos uma situação que não é promessa, está previsto em contrato”, disse.

Recuperação dos Manguezais

Representante da Cooperativa Manguezal Fluminense, formado por pescadores e pescadoras da Baía de Guanabara, o educador ambiental Alaildo Malafaia expôs a importância dos manguezais e as ações que têm realizado. “Mais de 50% das espécies de peixes que vivem na Baía de Guanabara precisam dos manguezais para procriar e, poucos sabem, mas temos cerca de 500 famílias de catadores de caranguejos no Rio de Janeiro, que chegam a capturar dois milhões de caranguejos por ano. Com o apoio de algumas instituições realizamos ações de reflorestamento, com 64 mil mudas de espécies nativas, e a retirada de mais de 40 toneladas de lixo”, contou.

Sobre o evento

A Glocal Experience começou no sábado (9/7) e segue até o dia 17 de julho, na Marina da Glória. O evento tem como objetivo estimular o debate e reforçar a importância do trabalho em conjunto para que as metas indicadas na Agenda 2030 – Ações com foco no desenvolvimento sustentável -, desenvolvida pela ONU, sejam alcançadas. A programação do evento conta com música, arte, tecnologia e debates. A lista completa de ações da Glocal pode ser conferida aqui.

Salário mínimo de R$ 1.294 em 2023, é aprovado pelo Congresso, mas segue abaixo da inflação

Nenhum comentário

quarta-feira, julho 13, 2022


O salário mínimo de R$ 1.294 em 2023, foi aprovado pelo Congresso Nacional, nesta quarta-feira (13/7), mas segue abaixo da inflação. O Plenário aprovou o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO - PLN 5/22) para o ano que vem.

De acordo com o Ministério da Economia, o projeto determina metas e prioridades para os gastos públicos do ano que vem, dando parâmetros para elaboração da Lei Orçamentária de 2023. A proposta segue agora para a sanção presidencial.

O valor estimado para o salário mínimo foi corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) projetado para 2022, de 6,7%. Mas esse valor ainda precisa de uma lei específica para ser definido.

Na votação dos destaques, foram aprovadas sete emendas em plenário. Uma delas estabelece regras para as linhas de crédito das agências oficiais de fomento e para a previsão de recursos à alimentação escolar.

Parâmetros

No projeto aprovado, a estimativa é de um déficit de até R$ 65,9 bilhões nas contas públicas em 2023 e de crescimento de 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB), tanto no ano que vem quanto em 2024 e 2025. Já a inflação prevista para 2023, pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), é de 3,3%, com taxa Selic (taxa básica de juros) em 10%.

Esses parâmetros econômicos — como inflação, PIB, salário mínimo, taxas de juros e de câmbio — afetam o desempenho da arrecadação da União e servem de base para a maioria das projeções orçamentárias de receitas e despesas do governo.

Artesãs de Japeri vão levar as belezas do município na Fecoop no Rio Grande do Sul

Nenhum comentário

segunda-feira, julho 11, 2022



Cinco artesãs do grupo de Economia Solidária de Japeri participam nesta quarta-feira (13) da 28º Feira Internacional do Cooperativismo (Fecoop) que será realizada em Santa Maria, Rio Grande do Sul. Elas vão levar nas bagagens imagens dos pontos turísticos da cidade, como o pico da Coragem, o campo do Golfe e a igreja de Nossa Senhora da Conceição retratados em panos de prato, artes em papelão imitando madeira, em vidro, crochê e biscuit.

Segundo a presidente do Conselho de Economia Solidária, Gilza Rosa Moraes dos Santos, a participação do grupo em uma feira internacional é importante para divulgar o trabalho do setor. “Vamos representar a agricultura, apicultura e o artesanato em geral. Estamos muito felizes por esta oportunidade”, comemora a artesã que estará acompanhada por Aparecida Vieira Oliveira Lima, Regina Maria Silva, Ana Cristina Vicente Torquato e Maria Verônica do Nascimento Silva.

De acordo com o secretário de Cultura, Jorge Braga Jr., esta será a primeira vez em que Japeri será representada como Conselho Municipal de Economia Solidária, recentemente criado. Ele é fruto das ações do Fórum desse movimento que existe há cerca de 8 anos na cidade.

“É um evento internacional sendo realizado na considerada capital da Economia Solidária. As conselheiras levarão para exposição obras produzidas por artesãos japerienses que demonstram a identidade cultural do município, fortalecendo a imagem potencial da cidade e a inserindo cada vez mais neste cenário”, disse o secretário.

A feira acontece no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria. A Fecoop é promovida pela Arquidiocese de Santa Maria via Banco da Esperança – Ação Social, Projeto Esperança/Cooesperança, Rede Esperança; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Instituto Federal Farroupilha (IFFar), Prefeitura Municipal de Santa Maria, Cáritas Brasileira, Cáritas Rio Grande do Sul, Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Comissão Pastoral da Terra no Rio Grande do Sul (CPT/RS), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), 6ª Semana Social Brasileira (6ª SSB), entre outros. O patrocínio é do Ministério da Cidadania e Sicredi Região Central/RS.

Sob acusações de assédio, presidente da Caixa, pede demissão e deixa cargo

Nenhum comentário

quarta-feira, junho 29, 2022


Sob acusações de assédio, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães pediu demissão e deixa o cargo da presidência nesta quarta-feira (29/6). A informação foi confirmada por sua acessória mediante a uma carta.

O Ministério Público Federal (MPF) abriu inquérito e investiga os casos, que vão de acusações toques não autorizados e de aproximação física. Os atos teriam ocorrido contra funcionárias do banco.

A secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques, deve assumir a vaga no lugar o economista Guimarães.

Professor dá dicas para evitar golpes financeiros

Nenhum comentário

O aumento de casos de prática de golpes financeiros, entre eles o conhecido como pirâmide, cresce de forma assustadora. Diariamente jornais, TVs, rádios e portais de notícias apresentam novos casos. Para se ter uma ideia, somente no mês de fevereiro de 2022, mais de 326 mil pessoas passaram por tentativas de golpes no Brasil. Diante desse quadro preocupante, o que deve ser feito para evitar cair em ciladas? O professor universitário, mestre em economia e gestão, que ministra aulas em Nova Iguaçu, Caxias e São João de Meriti, Lauro Barillari, preparou dicas para dificultar a queda nas armadilhas dos espertalhões. Um detalhe importante é lembrar do ditado popular: "Quando a esmola é demais, o santo desconfia". É preciso ficar atento aos resultados prometidos.

O professor Lauro Barillari chama a atenção às promessas de retorno acima da média. Segundo ele, esse artifício atraem investidores inexperientes, destacam-se no mercado e são disseminados rapidamente, principalmente, pela facilidade dos meios digitais. "Como a rentabilidade alta chama a atenção, os golpes estão se sofisticando e oferecendo porcentagem de retorno mais compatível e, muitas vezes, apenas um pouco acima da realidade do mercado, tornando golpes ainda mais perigosos e menos perceptíveis, em primeira instância. Por exemplo: uma taxa de 2% ao mês parece razoável para o leigo, porém quando tratamos de capital financeiro e especulativo, ganhar dinheiro sobre dinheiro, essa taxa é considerada muito alta para o retorno atual existente no mercado", explica Lauro Barillari.

Ele segue explicando que quando essa taxa de 2% está vinculada a uma atividade produtiva (a comercialização de um produto ou serviço qualquer), podemos considerá-la boa e até mesmo baixa, desde que a atividade seja real e comprovada através de visitas, auditorias e inventários patrimoniais. Baseando-se no potencial gerador de riqueza de alguns produtos e serviços, muitos golpes utilizam-se deles para gerar a sensação de viabilidade do retorno, como ocorre no caso das pirâmides. "O fato de ter um produto ou serviço vinculado não torna a aplicação mais confiável e a taxa de retorno viável. É necessário avaliar as condições da oferta, atividade, os registros dos agentes e da operação específica, além de outros estudos de viabilidade técnica e econômica do negócio", frisa Barillari.

Diante de um cenário de golpes de todos os tipos, torna-se fundamental procurar checar a regulamentação das alternativas de investimentos e da origem da empresa que prometem ganhos rápidos e fáceis. Um fundo de investimento, por exemplo, é um produto do mercado financeiro. Qualquer produto do mercado financeiro precisa estar devidamente registrado, assim como a empresa que faz a gestão e a comercialização deles. Existe a possibilidade de uma pessoa verificar se a instituição financeira ou profissional são credenciados pela CVM, através do link https://sistemas.cvm.gov.br/?CadGeral.

Barillari conta que no mercado, existem Agentes Autônomos de Investimentos, Analistas de Valores Mobiliários, Distribuidoras de valores, Corretoras de valores, Bancos de Investimentos e Bancos Comerciais. "Um ponto de atenção é que os agentes autônomos não podem receber recursos diretamente de clientes e nem administrá-los. Os agentes autônomos devem possuir contrato vinculando-os a alguma Instituição cadastrada no sistema da CVM e apta a receber os recursos do investidor. Há ainda o consultor de valores mobiliários – ou consultor de investimentos – cujo papel é orientar, aconselhar e oferecer recomendações sobre investimentos no mercado de valores mobiliários de acordo com as necessidades, interesses, preferências e o perfil de risco dos investidores. Em todos os casos, quem decide e aplica é o investidor através da sua conta pessoal de investimentos", ensina.

Uma das observações importantes é desconfiar da ideia de transferir valores para terceiros. Barillari destaca que o Sistema Financeiro Nacional Brasileiro é seguro e um dos mais avançados no mundo quanto à segurança das operações. "Todas as operações feitas no mercado oficial, seja de capitais, monetário, cambial, possuem lastro e são operadas via contas de investimentos em instituições financeiras autorizadas. Pessoas físicas ou jurídicas não credenciadas e autorizadas não participam desse fluxo, podendo tornar um grande risco qualquer operação paralela que envolva transferência de recursos para terceiros não autorizados", afirma.

Segundo ele, existem instituições chamadas de custodiantes e reguladas pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). "São instituições financeiras designadas para custodiar ações e ativos de fundos, seja de pessoas físicas, seja de jurídicas. Funciona como uma espécie de intermediário das transações de compra e venda, o que torna o processo mais seguro para todos os envolvidos. São nelas que ocorrem as movimentações através do comando do próprio investidor", ensina Lauro Barillari.

Um dos cuidados que os interessados em operações financeiras para aumentar o capital deve ter é conter o impulso. De acordo com Barillari, o ser humano possui a ambição como uma característica importante para a realização dos seus projetos e sonhos. Além disso, de acordo com o professor, existem gatilhos como escassez, exclusividade, sazonalidade que podem apressar as decisões de investir, de forma indesejada.

"É preciso fugir das armadilhas mentais. O investimento deve seguir com racionalidade e uma análise prévia e cautelosa sobre a modalidade, remuneração, riscos inerentes, liquidez, segmento de mercado e o negócio específico, no curto, médio e longo prazos. A recomendação inicial para investir é saber o seu perfil de risco, o que é chamado de 'suitability' pelas instituições e profissionais do mercado financeiro. Para isso, a pessoa preenche um formulário com informações pessoais para conhecer qual o montante que realmente está disposta a perder sem grandes prejuízos a sua vida pessoal e familiar, caso venha acontecer", frisa Barillari.

Seis dicas para evitar golpes

1 - Não realizar negociações e compra de produtos financeiros pela internet e redes sociais;

2 - Buscar as informações de credenciamento, certificações e autorizações diretamente nas fontes (portais CVM, BACEN, ANCORD etc);

3 - Desconfiar de pessoas que fazem milagrosamente o dinheiro se multiplicar com baixo risco;

4 - Ter como referência para decisão o binômio risco-retorno, ou seja, quanto maior o retorno, maior a exposição ao risco (de ganhar e perder). Evite e desconfie de qualquer caso que fuja dessa regra;

5 - Criar um sistema de informação confiável, seguindo notícias e recomendações somente de pessoas, entidades e instituições financeiras autorizadas;

6 - Evitar seguir dicas de “influenciadores financeiros digitais e investidores que vendem receitas de sucesso" - possíveis golpistas - que ostentam resultados, riqueza pessoal e constroem uma imagem baseada em especulações e aplicações sem fundamentos sólidos. Essas pessoas, em muitos casos, não possuem sequer credenciamento ou autorização para atuar na função de consultor. Geralmente, os riscos são omitidos e utiliza-se uma abordagem que enfatiza apenas a possibilidade de altos ganhos.

Mesquita realiza Pregão Público na Praça em parceria com SEBRAE

Nenhum comentário

segunda-feira, junho 27, 2022



A segunda edição do Pregão na Praça de Mesquita aconteceu nesta segunda-feira, 27 de junho, no Paço Municipal da cidade. Logo em frente à prefeitura, equipes da CPL Municipal receberam os interessados em participar da modalidade exclusiva para microempreendedor individual, microempresas e empresas de pequeno porte, para a aquisição de uniformes e Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) dos servidores que atuam na Subsecretaria de Transporte e Trânsito de Mesquita.

Essa é uma iniciativa feita em conjunto com a consultoria do Cidades Empreendedoras do SEBRAE, que busca aproximar esses comerciantes do pregão público. Para além disso, Marcos de Sá explica que o Pregão na Praça é importante para a população como um todo. “Além de manter os tributos dos pequenos empreendedores dentro do próprio município, temos outros benefícios. Quanto mais os cidadãos estiverem cientes dos processos e de como eles funcionam, mais transparente o município é”, explicou o consultor do SEBRAE.

Durante o evento, foram cadastrados interessados em oferecer serviços para a aquisição de uniformes e Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) para os servidores que atuam na Subsecretaria de Transporte e Trânsito de Mesquita. O requisito foi feito pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos, para facilitar a identificação dos agentes, por parte dos munícipes, além de adequar os uniformes às características do clima local e às necessidades dos profissionais.

O pregão é uma atividade que consta em legislação federal e que já é realizada constantemente em Mesquita. “O interessante, aqui, é provocar essas microempresas que não sabem como vender para a administração pública. Assim, nós tiramos dúvidas, fomentamos a economia local e trazemos novos empreendedores para a gestão pública”, explicou Monica Moraes, presidente da CPL Municipal.

Para julgamento e classificação das propostas, foi adotado o critério do menor preço por item, observando prazo máximo de execução dos serviços, especificações e parâmetros de qualidade definidos no edital.

Aposentados e pensionistas de Japeri recebem salário de junho nesta segunda-feira

Nenhum comentário

segunda-feira, junho 20, 2022


Servidores aposentados e pensionistas da Prefeitura de Japeri, na Baixada Fluminense, receberam nesta segunda-feira (20) o pagamento do salário do mês de junho. Ao todo, são contabilizados 374 aposentados e 118 pensionistas no município.

Na última quarta-feira (15), de acordo com a presidente do Instituto de Previdência (Previ-Japeri), Maria Lúcia Azevedo Viana Dória, foi antecipado o pagamento da primeira parcela do 13º salário. A disponibilização dos salários dentro do mês vigente é uma prática da administração local. É esperado que, com o recebimento destes valores, diversos segmentos da economia local sejam aquecidos neste final de mês.
Don't Miss
© 2015 - 2022 Jornal Destaque Baixada. Todos os direitos reservados
Destaque Baixada Jornal para ler e compartilhar