Responsive Ad Slot

Mostrando postagens classificadas por data para a consulta brasil. Ordenar por relevância Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por data para a consulta brasil. Ordenar por relevância Mostrar todas as postagens

Belford Roxo recebe recursos do Governo Federal

Nenhum comentário

segunda-feira, março 04, 2024



Devastado pelas últimas chuvas, o município de Belford Roxo começa a se recuperar. Nesta etapa, a ajuda do Governo Federal é importante. Nesta segunda-feira (04/03), o prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, recebeu, em seu gabinete, a visita do gerente geral de setor público do Banco do Brasil, Whélen Leite, e do gerente de relacionamento da instituição na Baixada Fluminense, Gilmar Lemos. Ambos entregaram ao prefeito dois cartões de Pagamento Defesa Civil, que dão acesso a recursos liberados pelo Governo Federal através do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional.

Os cartões são destinados ao pagamento de despesas com ações de socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais. Usados exclusivamente em situações de emergência ou estado de calamidade pública, reconhecidos pela Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração, os cartões podem ser utilizados para aquisição de material, contratação de serviços destinados às ações de socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais.

Auxílio importante

O prefeito Waguinho destacou que os cartões são fundamentais para que o município possa utilizar os recursos buscando minimizar o sofrimento das pessoas afetadas pelas chuvas. “Esse auxílio do Governo Federal é importante, pois cerca de 20 mil pessoas foram prejudicadas pelas chuvas. Estamos fazendo o possível para que elas voltem a ter uma vida normal e sem sobressaltos”, destacou o prefeito, frisando que a Secretaria Municipal de Assistência Social, Cidadania e Combate à Fome já entregou à famílias fogões, geladeiras, camas, colchonetes e cestas básicas.

Whélen Leite destacou a agilidade da Prefeitura para conseguir os recursos em pouco espaço de tempo, pois decretou Estado de Emergência, que foi aprovado pelos governos federal e estadual. “Essa celeridade foi importante, pois acelerou o processo. Tenho certeza que os recursos serão bem utilizados e, aos poucos, o município voltará à normalidade”, argumentou Whélen Leite.




Participaram também da Reunião os secretários Matheus Carneiro (Gestão e Inovação em Serviços Públicos), Tuninho Medeiros (Habitação e Urbanismo), Renatinho Ceciliano (Casa Civil) e Tati Ervite (Assistência Social, Cidadania e Combate à Fome).

Cantora Wanessa Camargo é expulsa do BBB 24

Nenhum comentário

sábado, março 02, 2024


A cantora Wanessa Camargo foi expulsa da casa mais vigiada do Brasil, o BBB 24. Tudo começou, quando ela agrediu o participante Davi, durante a festa, na madrugada deste sábado (2). 

Mais cedo, o baiano conversou com colegas e disse que foi acordado por ela. Davi, 21, estava dormindo no quarto magia quando a artista entrou no cômodo pulando, cantando, dançando e mexendo no interruptor na companhia de Yasmin, Pitel e Lucas, que tentavam acalmar a sister.


Davi foi ao confessionário falar sobre o ocorrido. Segundo o brother, a produção disse inicialmente que iria analisar as imagens. Pouco tempo depois, veio o anúncio da expulsão de Wanessa. 


 TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

SEGUE TAMBÉM NOSSO TIKTOK AQUI 

Empresa indiana inaugura fábrica com geração de mais de 100 empregos na Baixada Fluminense

Nenhum comentário

sexta-feira, março 01, 2024


A multinacional indiana, fabricante de tubos para creme dental e produtos hair care (shampoo e condicionador
.) investiu R$125 milhões na nova unidade no Brasil. O local escolhido foi a Baixada Fluminense, na Região Metropolitana do Rio. 

A empresa gerou mais de 100 empregos diretos e indiretos na cidade de Seropédica.

A EPL tem clientes do mundo todo e inicia suas operações no Brasil, atendendo a P&G, que também inaugurou em Seropédica, em 2023, uma unidade de produtos hair care com investimento de 600 milhões de reais.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

SEGUE TAMBÉM NOSSO TIKTOK AQUI 

Em parceria com Desenrola Brasil, começa na segunda (4) o MegaFeirão Serasa

Nenhum comentário

Mais de 700 empresas, Serasa, Ministério da Fazenda, Correios e concessionárias de contas básicas se unem pela primeira vez em mutirão de combate à inadimplência

Pela primeira vez, Feirão Limpa Nome traz ofertas do Programa Desenrola;

· Pela primeira vez, mutirão de instituições nacionais é formado para conter alta do endividamento no país, que voltou a crescer em janeiro por causa das contas de início de ano;

. Rio de Janeiro é o estado com maior número de inadimplentes: mais de 7,3 milhões, o que representa 53,46% da população;

. Só na capital são mais de 2,8 milhões de inadimplentes;

· Contas básicas de água, energia e gás podem ser quitadas de forma digital;

· Mais de 1,4 milhão de consumidores já acessaram aplicativo da Serasa para negociar com mais agilidade as dívidas do programa Desenrola.

Março de 2024 – Diante de nova alta da inadimplência, a Serasa convocou as principais empresas do país para se unir ao Ministério da Fazenda e aos Correios para criar um mutirão emergencial que estimule a renegociação de dívidas. Dessa forma, a partir desta segunda-feira (4), os consumidores fluminenses poderão acessar ofertas especiais de forma digital.

“Nunca fizemos uma ação de tamanha grandiosidade e abrangência”, explica o vice-presidente da Serasa, Pedro Dias Lopes. “E por isso estamos denominando a ação como MegaFeirão Serasa e Desenrola, porque tudo é mega, como o percentual de descontos, o número de empresas reunidas, os benefícios acima da média e a quantidade de ofertas”.

São mais de 700 empresas parceiras, entre bancos, financeiras, comércio varejistas, operadoras de telefonia e securitizadoras dispostas a oferecer facilidades para quem deseja regularizar os débitos neste início de ano. Concessionárias de água e energia também fazem parte do mutirão para facilitar quitação de contas básicas.

Ao todo, mais de 550 milhões de ofertas estão disponíveis no MegaFeirão, além dos descontos de até 96% do Programa Desenrola que também podem ser acessados pela plataforma Serasa Limpa Nome até o final do mês.

Por que inadimplência subiu?

Depois de duas quedas consecutivas no Mapa da Inadimplência e Renegociação de Dívidas de novembro e dezembro, o endividamento voltou a crescer em 2024, alcançando a marca de 72 milhões de brasileiros em situação de inadimplência e mais de 271 milhões de dívidas ativas.

Aline Maciel, gerente de Limpa Nome, explica que o aumento pode ser reflexo sazonal do período: “Em novembro e dezembro, acompanhamos o impacto do 13º salário, que ajudaram a retrair a inadimplência. Já em janeiro, temos um acúmulo das despesas típicas de início de ano, como IPVA, IPTU, reajuste de mensalidades, material escolar e outros pagamentos tradicionais que podem ocasionar dificuldades financeiras nessa época”.

Negocie pelos canais digitais da Serasa

Para aproveitar as ofertas até o fim de março, consumidores de todo o país podem consultar os canais oficiais da empresa e negociar com descontos do MegaFeirão Serasa e Desenrola de forma online: Site: http://www.serasalimpanome.com.br

Além disso, também é possível regularizar suas pendências em todas as agências dos Correios do Brasil, a partir de uma taxa de R$4,20.

Com rombo de 700 milhões de dólares, agência americana pode soltar imigrantes ilegais presos

Nenhum comentário

Há uma crença difundida entre algumas pessoas de que imigrantes, mesmo ilegais, proporcionam lucro e mão de obra valiosa para os Estados Unidos. No entanto, uma análise mais profunda revela que essa percepção pode estar longe da realidade.

Recentemente, os jornais americanos passaram a reportar que o ICE (U.S. Immigration and Customs Enforcement) está considerando liberar milhares de imigrantes detidos devido a um déficit orçamentário de 700 milhões de dólares. Esse rombo é o maior na história recente da agência, demonstrando que a gestão dos custos relacionados à imigração ilegal está longe de ser eficiente.

Uma semana antes do anúncio do possível aumento de liberados, o Senado não aprovou um projeto de lei bipartidário que teria resolvido o déficit orçamentário do ICE. O projeto, que alocava 7,6 bilhões de dólares para a agência, foi rejeitado de forma majoritária pelo Partido Republicano, que seguiu as recomendações do candidato à presidência Donald Trump.

Impacto nas operações e na força de trabalho

De acordo com Daniel Toledo, advogado que atua na área do Direito Internacional, fundador da Toledo e Associados, escritório de advocacia internacional com unidades no Brasil e nos Estados Unidos, com o déficit financeiro, o ICE enfrenta a necessidade de cortar custos, impactando diretamente as operações de remoção do Departamento de Segurança Interna. “A liberação de milhares de imigrantes detidos é uma medida extrema para reduzir gastos, colocando pressão adicional sobre uma já sobrecarregada força de trabalho”, revela.

O especialista acredita que o fracasso em fornecer um financiamento adequado para os órgãos de imigração e proteção da fronteira coloca em risco a eficácia dessas agências e a segurança nacional. “Infelizmente essa é uma das diversas consequências proporcionadas pela entrada de imigrantes ilegais nos Estados Unidos”, lamenta.

A votação pelo impeachment do secretário do Departamento de Segurança Interna, Alejandro Mayorkas, iniciada por parte da Câmara controlada pelo Partido Republicano, reflete as crescentes tensões em relação à gestão das questões fronteiriças.

O real custo dos imigrantes ilegais

Contrariando a ideia popular de que imigrantes ilegais são uma fonte de lucro, a crise financeira do ICE evidencia os custos substanciais associados a essa questão. “O debate sobre imigração ilegal nos Estados Unidos não pode mais ignorar essas implicações financeiras, e soluções efetivas devem ser encontradas para equilibrar os desafios econômicos e as preocupações de segurança nacional”, finaliza Daniel Toledo.

Saiba a importância da suplementação nutricional para idosos

Nenhum comentário

Com o Brasil registrando um envelhecimento recorde, a parcela da população com 65 anos ou mais atingiu 10,9%, totalizando aproximadamente 22,2 milhões de pessoas em 2022, representando um aumento de 57,4% em relação a 2010, conforme dados do Censo. Com o aumento também da expectativa de vida e a crescente preocupação com o bem-estar, a suplementação nutricional surge como ferramenta para atender às necessidades específicas dessa faixa etária.

De acordo com o Dr. Gustavo Feil, renomado médico especializado em Ciências da Longevidade Humana e Nutrologia, considerando a importância das vitaminas, minerais e outros suplementos, a prática torna-se cada vez mais relevante para promover uma vida saudável e ativa na terceira idade. “A suplementação nutricional desempenha um papel fundamental na manutenção da saúde e na prevenção de doenças comuns associadas ao envelhecimento, como a osteoporose, a deficiência de vitamina D e a perda muscular”, conta.

Ao fornecer os nutrientes necessários em concentrações adequadas, os suplementos podem compensar deficiências dietéticas e promover o funcionamento ideal do organismo.

Segundo o especialista, a suplementação nutricional bem planejada pode ser uma estratégia eficaz para garantir que os idosos recebam todos os nutrientes necessários para manter a saúde e a vitalidade. “É importante considerar as necessidades individuais de cada pessoa e adaptar o regime de suplementação de acordo com sua dieta, estilo de vida e condições de saúde", acrescenta.


Além disso, o procedimento pode contribuir significativamente para melhorar a qualidade de vida dos idosos, proporcionando mais energia, fortalecendo o sistema imunológico e auxiliando na recuperação de doenças e lesões.


Nesse contexto, é essencial promover a conscientização sobre os benefícios da suplementação nutricional para a terceira idade e incentivar uma abordagem integrada à saúde, que inclua não apenas uma dieta equilibrada, mas também a complementação quando esta se fizer necessária.

Waguinho recebe em Belford Roxo, representante do Ministério de Desenvolvimento Social e pastores

Nenhum comentário

quinta-feira, fevereiro 29, 2024



O prefeito de Belford Roxo, Wagner dos Santos Carneiro, recebeu, em seu gabinete, a visita do secretário Nacional de Inclusão Socioeconômica do Ministério do Desenvolvimento Social, Luiz Carlos Everton de Farias, e pastores de diversas denominações para um café da manhã.

No encontro, Waguinho salientou que as chuvas que atingiram o município no dia 13 de janeiro – e em outras três oportunidades depois – deixaram um rastro de destruição em diversos bairros. O prefeito destacou o apoio do Governo Federal para conseguir solucionar os problemas. “O presidente Lula, no primeiro dia da enchente, me ligou garantindo que Belford Roxo teria ajuda. Ele cumpriu com a promessa. Depois, visitou o município e anunciou a construção de uma escola técnica, além da liberação de recursos para a construção do Hospital Oncológico”, salientou o prefeito, ao lado de Luiz Carlos Everton de Farias e do secretário municipal da Casa Civil, Renatinho Ceciliano.

Luiz Carlos Everton destacou que as igrejas têm um importante papel social na vida das pessoas. "O Governo Federal precisa dessa parceria para que, através de um programa de capacitação, as pessoas consigam empreender, pois é necessário gerarmos empregos”, concluiu.

Participaram ainda do encontro o subsecretário de Assuntos Religiosos de Belford Roxo, Carlos Alberto Almada e seu secretário executivo Levingston Timóteo, pastor Ribamar Santos (Igreja Adventista), o presidente do Conselho Nacional das Comunidades Evangélicas, bispo Antonio Carlos, Victor Mota (Instituto Supera Brasil), pastor Marcos Pereira (Assembleia de Deus dos Últimos Dias) e representantes de outras igrejas evangélicas.

"A detecção de microplástico no coração humano instaura urgência para compreender as implicações da substância", aponta biólogo

Nenhum comentário

Foi publicado pela revista científica Environmental Science & Technology que médicos chineses encontraram resíduos de microplásticos no coração humano pela primeira vez . Essa revelação, resultado da análise de amostras de corações de pacientes submetidos a procedimentos cardíacos, reforça a preocupação sobre os impactos dos microplásticos na saúde humana.

Segundo o biólogo Paulo Jubilut, fundador da plataforma de educação Aprova Total, a presença anteriormente identificada de microplásticos em partes mais expostas do corpo humano, como boca, ânus, pulmões e sangue, já havia levantado questões sobre os efeitos desses resíduos. "A detecção de microplástico no coração humano instaura urgência para compreender as implicações da substância", aponta.

O plástico, apesar de seu papel crucial em diversas áreas da sociedade moderna, também é responsável por uma crise ambiental global. Como ressalta Jubilut, se o plástico trouxe inegáveis benefícios, como a produção de seringas descartáveis para pacientes diabéticos, veículos mais leves que consomem menos combustíveis fósseis e embalagens que prolongam a vida útil dos alimentos, seu descarte descontrolado está resultando em danos irreversíveis ao meio ambiente.

Desde 1950, mais de 8,9 bilhões de toneladas de plástico foram produzidas, sendo que metade dessa quantidade surgiu após 2004. No entanto, apenas uma pequena fração desse volume é reciclada. Grande parte acaba em aterros sanitários ou na natureza, onde pode persistir por centenas de anos, fragmentando-se em microplásticos que contaminam ecossistemas terrestres e aquáticos.

Os microplásticos, definidos como partículas de plástico com menos de 5 mm, estão amplamente disseminados na natureza e já foram detectados em diversos alimentos, incluindo peixes, mariscos, sal, cerveja, mel e açúcar. Esses resíduos, ao serem ingeridos por organismos, podem potencialmente liberar substâncias químicas prejudiciais, como o PVC, bisfenol (BPA) e polipropileno, com possíveis efeitos negativos na saúde humana, incluindo disfunções metabólicas e alterações hormonais.

Além das preocupações com a saúde humana, os microplásticos representam uma ameaça significativa para a vida marinha, com mais de 700 espécies sendo afetadas pelo acúmulo desses resíduos nos oceanos. A poluição plástica também interfere nos processos naturais dos ecossistemas aquáticos, como a fotossíntese do fitoplâncton, essencial para a cadeia alimentar marinha.

Diante desse cenário preocupante, Jubilut destaca a necessidade de ações urgentes e coordenadas para enfrentar a crise do plástico. Propostas incluem o desenvolvimento de produtos duráveis e reutilizáveis, legislação que promova a reciclagem e o retorno responsável do plástico à indústria, investimento em biotecnologia para degradação de plásticos e a promoção de alternativas biodegradáveis.

O Brasil, como o quarto maior produtor de lixo plástico do mundo, enfrenta desafios significativos nesse sentido, com apenas 1% do plástico produzido sendo reciclado. Para mitigar os impactos da poluição plástica, é fundamental aumentar os esforços de reciclagem e adoção de práticas sustentáveis em toda a cadeia produtiva e de consumo.

Em meio a essas preocupações crescentes, a comunidade científica, os governos e a sociedade civil devem unir forças para enfrentar o desafio global da poluição plástica e proteger a saúde humana e o meio ambiente para as gerações futuras.

Motoristas da 99 têm condições especiais para compra do Dolphin Mini

Nenhum comentário

quarta-feira, fevereiro 28, 2024

Foto: Divulgação 

A 99, pioneira em soluções de mobilidade urbana no Brasil, anuncia uma parceria estratégica com a BYD para o lançamento do Dolphin Mini no Brasil. Os motoristas parceiros da 99 terão condições especiais para a aquisição do novo modelo, incluindo descontos significativos na taxa de serviço que a plataforma cobra por cada corrida. Essas ofertas exclusivas visam facilitar e incentivar a transição dos motoristas para veículos elétricos, apoiando a sustentabilidade e a inovação dentro da plataforma.

Para os motoristas que adquirirem o BYD Dolphin Mini, a 99 oferecerá até 09 de setembro de 2024, uma taxa de serviço reduzida em 50%, cobrando do motorista apenas 9,99%, valor que possibilita um aumento dos ganhos líquidos por corrida realizada. Além disso, a plataforma oferece a possibilidade de reduzir essa mesma taxa para 0% aos motoristas que optarem por adesivar seus veículos, com mensagens de zero emissão de CO2, como a dos carros que já circulam por São Paulo, chegando a uma economia de até R$ 12 mil em seis meses.

“Por meio de parcerias que possibilitam mais acessos aos veículos eletrificados, incentivamos que cada vez mais motoristas usufruam de uma mobilidade qualificada e democrática. O objetivo é deixar evidente nosso compromisso com a criação de soluções que não apenas impulsionam a sustentabilidade, mas que também tornam mais fácil a transição para a eletrificação dentro de uma realidade acessível e atrativa no cenário urbano brasileiro. E não é apenas uma forma de ganho para os motoristas, mas também uma contribuição importante para a sociedade brasileira”, afirma Thiago Hipolito, diretor de inovação e líder do DriverLAB na 99.

Esta iniciativa demonstra o comprometimento da 99 em apoiar os motoristas parceiros na migração para veículos elétricos, oferecendo vantagens financeiras diretas que tornam a opção pelo Dolphin Mini não apenas viável, mas também altamente atrativa. Por meio desses incentivos, a 99 reafirma seu papel ativo na promoção de uma mobilidade mais limpa, sustentável e inteligente, alinhando-se com os objetivos da Aliança pela Mobilidade Sustentável e contribuindo para um futuro mais verde nas cidades brasileiras, tendo São Paulo como seu principal polo.

Impulsionando a mobilidade sustentável

Esta não é a primeira vez que a 99 gera condições e atrativos para que condutores possam entrar para o ecossistema elétrico. Por meio da Aliança pela Mobilidade Sustentável, da qual a 99 é líder, é possível ver um histórico de ações voltadas à ampliação da frota eletrificada nacional, incluindo parceria para a disponibilização de 300 unidades do modelo BYD D1 para locação sob condições especiais para motoristas de app, desde julho de 2023. E, recentemente, a parceria entre a BYD, Santander e 99 tem facilitado a compra do modelo Dolphin no Brasil.

Com isso, a 99 se destaca como um vetor crucial para a eletrificação em massa no Brasil, demonstrando resultados expressivos que endossam este papel. Com cerca de 2,5 mil veículos eletrificados e mais de 1 milhão de motoristas parceiros registrados na plataforma, a empresa não apenas lidera a transformação para uma mobilidade mais sustentável, mas também empenha esforços constantes para democratizar o acesso à tecnologia de veículos elétricos.

Além disso, alinhado às metas da Agenda 2030 estabelecidas pela ONU, a Aliança pela Mobilidade Sustentável reduziu em mais de 1 mil toneladas a emissão de CO2 com a utilização dos carros eletrificados. Estes números demonstram a força da coalizão e o impacto gerado na sociedade, reforçando o compromisso de alinhar-se com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, para garantir acesso a energia limpa e acessível (ODS Nr. 7), além de tornar as cidades e comunidades mais inclusivas e sustentáveis.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

SEGUE TAMBÉM NOSSO TIKTOK AQUI 

Com cacau mais caro, Páscoa 2024 promete ser mais salgada

Nenhum comentário

segunda-feira, fevereiro 26, 2024


A Páscoa se aproxima e o setor varejista já começa a se preparar para a data. O período de quaresma é o mais importante para quem trabalha com chocolates e, se depender do preço da sua principal matéria-prima, a data promete ser uma das mais caras dos últimos anos. 

Na última semana, o preço do cacau voltou a bater recorde na bolsa de valores de Nova York com os contratos tiveram uma alta de 3% e 4%, alcançando a marca de US$ 6.218 a tonelada.

Apesar disso, dados divulgados pela Associação Paulista de Supermercados (Apas), revelam que a expectativa é de que as vendas de chocolate cresçam cerca de 4,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Essa estimativa, deve-se a aspectos macroeconômicos, dentre os quais está o aumento do salário-mínimo, além do registro da menor taxa de desemprego no país desde 2014, segundo o IBGE.

"Em 2023, as vendas de chocolates na Páscoa já apresentaram um crescimento de 4,6% em relação a 2022, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA). Para este ano, a expectativa é ainda mais positiva", explica o especialista em gestão de supermercados e atacarejos, Leandro Rosadas.

Outra tradição da Páscoa é o consumo de peixe por conta de aspectos culturais e religioso. "Não podemos esquecer que além dos chocolates, há uma procura maior pelos peixes. Em algumas regiões do Brasil, há um aumento de 50% a 300%, conforme a localidade, durante a Semana Santa", afirma o especialista

E para quem deseja economizar, sem deixar a tradição de lado, a educadora financeira e fundadora do Instituto Soaper, Aline Soaper, dá algumas dicas.

Segundo ela, quem não quer deixar de presentear amigos ou familiares com os tradicionais ovos de Páscoa precisam definir um valor fixo a ser gasto com esses mimos. "Esse valor precisa ser definido com base na realidade de cada família e dividido pela quantidade de pessoas que serão presenteadas. Além disso, é fundamental evitar os parcelamentos, porque apesar das parcelas serem pequenas, elas podem se acumular com outras que já foram feitas anteriormente”, explica Aline Soaper.

Outra dica da educadora financeira é pesquisar e usar a criatividade na hora das compras. “Para quem está com um orçamento apertado, trocar as marcas mais famosas por outras que estão chegando no mercado, com preços mais acessíveis, é uma boa forma de economizar sem deixar de presentear”, aconselha a educadora financeira. E se os ovos de Páscoa estão fora do orçamento, Aline Soaper indica os bombons e as barras de chocolate, além das opções feitas em casa, como forma de manter a tradição da troca de doces nesse período sem gastar muito.

Para itens do almoço de Páscoa, também há alternativas. “Escolha os alimentos da estação, divida a responsabilidade da ceia com outras pessoas da família e não desperdice”, indica a educadora financeira diante do aumento dos preços. No caso do bacalhau, a sugestão é usar a criatividade e recorrer a outras receitas, utilizando outros tipos de peixes. “O importante é celebrar a data com união da família e a consciência financeira”, aconselha Aline.

Páscoa favorece ganhos extras para as famílias:

E se o setor varejista aposta nas boas vendas deste ano, a produção caseira dos ovos de Páscoa não fica atrás. Segundo Aline Soaper, investir nas datas comemorativas pode ser uma excelente oportunidade para gerar uma fonte de renda extra. “Por isso, vale a pena produzir chocolates artesanais, ovos, bombons e presentes em geral nessa época do ano”, explica a educadora financeira.

Quem tem poucos recursos, mas não quer deixar a qualidade da produção de lado, também encontra alternativas. “Para economizar na produção dos chocolates artesanais é importante escolher bem os ingredientes, não desperdiçar na hora do preparo e reaproveitar itens em receitas diferentes, como o recheio dos bombons”, conclui Aline Soaper.

Brasil pode ter problemas com balanceamento de energia e até sofrer apagão se não se atentar aos riscos de segurança

Nenhum comentário


A demanda e o uso da energia limpa têm crescido no país. Segundo dados de um estudo da Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), no ano passado, mais de 93,1% de toda a eletricidade gerada no Brasil veio de fontes renováveis, como a energia solar, eólica, hidrelétrica e de biomassa. Porém, se não forem aplicadas práticas de segurança nessas operações, é possível que ocorram apagões de energia em diversas regiões.

Isto é, quando um ataque hacker atinge sistemas de energia eólica, por exemplo, o criminoso pode manipular as turbinas, mudar a velocidade delas e até causar uma explosão, brecando-as e aquecendo o freio até que elas peguem fogo. Isso traz transtornos para a sociedade, empresas e governo, pois em larga escala pode gerar problemas de balanceamento de energia. E já aconteceu algo parecido lá fora.

Em 2021, acompanhamos o governo dos Estados Unidos declarar estado de emergência em algumas regiões depois de um ataque cibernético sofrido pela Colonial, a maior rede de gasodutos dos EUA. A rede foi completamente desconectada e foram roubados mais de 100GB de informações do oleoduto da empresa, que transportava milhões de barris por dia, praticamente 45% do abastecimento de diesel, gasolina e querosene da costa leste dos Estados Unidos. Então, imagine algo dessa magnitude acontecendo aqui com o uso de energia limpa.

Entendo que descentralizar o modo como geramos energia é bom, mas precisamos estar preparados, já que a superfície de ataques hackers tende a aumentar, pois haverá mais alvos. Uma hidrelétrica é um alvo único, mas uma fazenda eólica possui várias torres. E ainda não existem padrões ou normas para os donos desses sistemas. Então, mesmo com o avanço do uso e da implementação das energias renováveis por empresas do setor público, privado e pela sociedade no geral a partir da tecnologia digital, essa transição precisa ser feita de forma cautelosa.

Isso porque sabemos que não necessariamente o investimento em tecnologia significa investimento em segurança, já que a transformação digital costuma ser mais rápida do que a proteção das fazendas eólicas ou solares e essa diferença pode gerar riscos e exposições. Normalmente, a segurança acaba sendo vista como o último pilar do planejamento de implementação da energia limpa, mas isso pode se tornar muito custoso do que se a implementação fosse feita no começo. A automação e a Internet das Coisas (IoT), por exemplo, podem ser fundamentais para o correto monitoramento, otimização, fabricação e distribuição da energia, aumentando a eficiência operacional e gerando uma economia de recursos ainda maior.

Na Europa, existe a regulamentação em cibersegurança NIS2, aprovada no final de 2022, para que as entidades aumentem o nível de proteção contra ciberataques. Os países da União Europeia têm até 24 meses para cumprir o acordo, que busca potencializar a aplicação de normas e aumentar a resistência a ataques de empresas públicas e privadas. Alguns dos setores que passarão por essa regulamentação são o de saúde, telecomunicações, bancário e o de energia.

O que tenho visto por meio da minha atuação aqui na Europa com a Cyber Energia é a oportunidade de trazer mais visibilidade para o tema e proporcionar às empresas uma postura de maturidade em cibersegurança. Aos poucos, elas estão entendendo mais sobre os riscos que operações não pensadas pelo viés da cibersegurança podem correr. Temos clientes que, depois de implementarmos um IPS (Sistema de Prevenção de Intrusão), percebemos que haviam sido hackeados e estavam com a comunicação aberta a outros países. Conseguimos detectar malwares, removê-los e mostrar ao cliente o valor da segurança.

Com o NIS, o diretor da empresa terá responsabilidade sobre os ataques e pode perder seu emprego, além de ser responsável por negligência. A organização também poderá perder a licença de operar e sofrer multa, o que traz consequências financeiras altas. E, aqui no Brasil, algo dessa magnitude é urgente, pois de acordo com o relatório Fast Facts da Trend Micro, em março de 2023, o setor de energia no Brasil era o quinto mais atacado pelo cibercrime. Dados do Relatório de Ameaças Cibernéticas apresentado pela Trellix mostram ainda que no primeiro trimestre do ano passado, o setor de energia foi alvo de 5% dos ataques em todo o mundo.

Por enquanto, no país, foi instituída, no final do ano passado, a Política Nacional de Cibersegurança, que tem como um dos objetivos o desenvolvimento de métodos de regulação, fiscalização e controle para melhorar a segurança cibernética nacional. De modo geral, precisamos trazer visibilidade para o assunto e fazer com que o cliente tenha governança, entenda o perímetro de segurança que ele precisa ter e o risco que está associado a isso.

O ideal é, numa estação de energia eólica, fazer o mapeamento de todos os riscos cibernéticos das turbinas, além de proteger desde a produção até a distribuição da energia. Depois, trazer um informativo completo para o cliente com pontos de melhoria, mudanças e mostrar o que já está em conformidade com a segurança. Há empresas já na Europa fazendo isso, e precisamos trazer essa tecnologia e experiência para o Brasil.

Você conhece todos os tipos de batata? Veja quais são e como utilizá-las na cozinha

Nenhum comentário

sexta-feira, fevereiro 23, 2024


O universo culinário é muito amplo, com diversidade de ingredientes e diferentes formas de preparo. Um dos itens mais consumidos no Brasil, a batata é um alimento versátil dentro da cozinha, podendo ser utilizada de várias maneiras. Porém, muitos não sabem que existem vários tipos deste tubérculo. A nutricionista da Água Doce Sabores do Brasil, Tamiris Pitana, dá dicas de como utilizar as variedades de batatas durante o preparo de receitas.

Batata inglesa: a mais consumida pelos brasileiros, a batata inglesa é rica em nutrientes, como vitamina B, ferro e cálcio. Com teor de amido de até 20%, o alimento é indicado para uma ampla variedade de receitas, como purê de batata, para ser assada e até frita.

Batata doce: fonte de fibras e carboidratos, o tubérculo é muito indicado para quem precisa repor nutrientes em uma dieta. Com casca roxa e com sabor adocicado, a batata doce pode ser assada, cozida, frita e até mesmo feita em formato de chips para substituir produtos industrializados.

Batata asterix: parecida com a batata inglesa, este tipo se diferencia pela sua casca, que pode ser roxa ou rosa. Com uma textura mais seca e com alto teor de amido, o alimento é ideal para frituras. Por ser leve, deve-se evitar cozinhar ou fazer ensopados com ela, pois tendem a inchar e desmanchar.

Batata yacon: muito conhecida no Japão, o tubérculo tem uma cor alaranjada e sabor mais doce. Pode ser consumido cru ou em saladas e até massas de pão e macarrão. Para quem buscar por uma alimentação mais saudável, a batata é uma indicação, já que contém baixo teor calórico.

Batata baraka: de aspecto considerado sujo, a batata baraka é originária da Holanda e muito encontrada em feiras livres e mercados de pequenos produtores. É muito indicada para preparo de frituras, pela baixa quantidade de água, também podendo ser usada em pratos que precisam ser cozidos.

Batata baroa: conhecida como mandioquinha, o alimento tem uma cor amarelada, sabor adocicado e aroma marcante. Com formato mais estreito que a batata inglesa, o tubérculo é rico em vitaminas A, B e C, além de ser versátil na cozinha, podendo ser usado em purês ou em assados. Também é indicado para introdução alimentar das crianças.

Batata bolinha: de formato pequeno, com textura seca e leve, este tipo de batata é muito consumido como petiscos ou em receitas de massas, como nhoque. Algumas pessoas usam esse tipo para produzir conservas, acompanhada de cebola e ervas aromáticas, e posteriormente servida como aperitivo. Existem variações na cor de sua casca, podendo ser encontrada em tons avermelhados, amarelados e roxos. É muito similar a batata inglesa.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

SEGUE TAMBÉM NOSSO TIKTOK AQUI 

Vaquinha para ajudar jovem que resgatou mãe e bebês de uma enxurrada ultrapassa R$50 mil em poucas horas

Nenhum comentário

quinta-feira, fevereiro 22, 2024


O jovem Marcos Vinícius de Souza Vasconcelos, de 20 anos, viralizou hoje nas redes sociais após realizar o resgate de mãe e duas bebês na enchente que aconteceu ontem (21/02) em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, após fortes chuvas na região. No vídeo, Marcos retira a família de um carro que, minutos depois, é levado pela enxurrada. Ao chegar em casa, o auxiliar de logística encontrou seu pai e sua tia com as casas inundadas e diversos móveis perdidos.

Com o objetivo de arrecadar recursos para reparar o prejuízo causado pela chuva, o jovem criou uma campanha de arrecadação online, por meio da plataforma Vakinha, o maior site de doações online da América Latina, e, em poucas horas, a arrecadação superou a meta inicial de R$12 mil e já ultrapassa o valor de R$50 mil, com o apoio de cerca de 1.400 doadores. Para contribuir com a campanha e conferir mais detalhes da história, basta acessar o site.

Sobre o Vakinha

Fundada em 2009 pelos empreendedores Luiz Felipe Gheller e Fabricio Milesi, o Vakinha é o maior site de doações online da América Latina. Com o objetivo de oferecer mais segurança, transparência e bom atendimento para pessoas que querem doar ou que estão precisando de ajuda, a empresa ganhou relevância nacional ao se tornar a principal plataforma de arrecadação para vaquinhas de saúde e tratamentos médicos, de ajuda a vítimas de desastres naturais e tragédias, assim como para campanhas de educação, de animais e de outras causas.

Atualmente, o Vakinha é o maior hub de soluções de impacto, com mais de 150 milhões de acessos anuais; 250 mil doações mensais e 3,5 mil vaquinhas criadas por dia. Além disso, a empresa criou outras iniciativas para impulsionar doações no Brasil, tal como um programa de descontos e cashbacks exclusivo para usuários da plataforma, um clube de doações recorrentes para apoio a causas diversas e uma aceleradora para projetos de impacto.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

SEGUE TAMBÉM NOSSO TIKTOK AQUI 

Caixa publica editais para concursos com salários entre R$ 3.762 e R$ 14.915

Nenhum comentário

A Caixa publicou nesta quinta-feira, 22/2, os editais para dois novos concursos públicos que disponibilizam 4.050 vagas para todo o Brasil, incluindo cadastro de reserva. O anúncio do certame foi feito ainda na quarta-feira (21), após reunião entre o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o presidente da Caixa, Carlos Vieira, no Palácio do Planalto em Brasília (DF).

O banco público oferta 2 mil vagas para técnico bancário novo (TBN), com lotação em todas as 27 unidades da Federação. Também há 2 mil vagas para TBN na área de Tecnologia da Informação (TI) para o Distrito Federal e os estados de Amazonas, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Para ambos os cargos, exige-se que o candidato tenha nível médio completo. A remuneração inicial é de R$ 3.762, com jornada de trabalho de seis horas diárias, totalizando 30 horas semanais.


Há ainda 50 vagas de nível superior, sendo 28 para médicos do trabalho e 22 para engenheiros de segurança do trabalho, com remuneração inicial de R$ 11.186 e R$ 14.915, respectivamente. As jornadas de trabalho dos médicos são de 30 horas semanais, com lotação em 20 unidades federativas, e dos engenheiros são de 40 horas semanais, em dez unidades federativas.

A Caixa vai destinar o percentual de 6% do total de vagas às pessoas com deficiência, acima do mínimo legal estabelecido que é de 5%.

Todos os empregados do banco contam com os seguintes benefícios: assistência à saúde, previdência complementar, participação nos lucros e resultados, auxílio alimentação e refeição, vale transporte, auxílio creche, possibilidade de ascensão profissional e acesso a ações de capacitação e desenvolvimento.

CRONOGRAMA — As inscrições poderão ser realizadas entre os dias 29 de fevereiro e 25 de março, ao custo de R$ 50, para os cargos de nível médio, e R$ 65 para os de nível superior.

As provas serão aplicadas pela Fundação Cesgranrio no dia 26 de maio. O local da aplicação varia de acordo com o cargo. Para TBN, por exemplo, as provas serão realizadas em 129 cidades de todo o país.

Os candidatos ao cargo de TBN terão que responder 60 questões de múltipla escolha, sendo 25 de conhecimentos básicos e 35 de específicos, além de fazer uma redação. Já para médico do trabalho e engenheiro de segurança do trabalho serão 70 questões objetivas: 30 de básico e 40 de específico, além de uma prova discursiva.

O resultado dos concursos tem divulgação prevista para agosto. Os aprovados serão convocados para apresentarem a documentação e realizarem os exames médicos obrigatórios. O concurso terá validade de um ano a contar da data de publicação do edital de homologação do resultado, prorrogável por igual período, a critério da Caixa.

 TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

SEGUE TAMBÉM NOSSO TIKTOK AQUI 

Decolar apresenta tendências de viagens nacionais para o 1º semestre de 2024

Nenhum comentário

quarta-feira, fevereiro 21, 2024


A Decolar – empresa de viagens líder na América Latina – apresenta as tendências de viagens nacionais para o primeiro semestre de 2024, com base na procura de passagens aéreas em suas plataformas de vendas (site e app). Levantamento considera os embarques de todos os estados do Brasil no período de janeiro a junho deste ano.

De acordo com o estudo da companhia, houve um crescimento de 36% nas buscas por passagens aéreas nacionais para viagens neste primeiro semestre, em comparação ao mesmo período de 2023. “Nos últimos anos, observamos uma mudança significativa nos padrões de viagem, com mais pessoas buscando experiências dentro do Brasil, o que reflete a crescente infraestrutura turística em diversas regiões”, diz Bob Rossato, vice-presidente de Produtos Aéreos da Decolar.

“Isso não apenas impulsiona o desenvolvimento econômico em diversas comunidades locais, mas também fortalece a identidade e o orgulho nacional. Como empresa do setor de turismo, estamos comprometidos em atender a essa demanda crescente, oferecendo experiências completas e promovendo destinos fascinantes em todo o país”, pontua o executivo.

Confira os destinos mais procurados com embarque cada estado brasileiro:

SUDESTE

Posição Minas Gerais - Rio de Janeiro - São Paulo - Espírito Santo

1º 

São Paulo
Recife
Recife
São Paulo



Porto Seguro
Fortaleza
Salvador
Rio de Janeiro


Recife
Salvador
Maceió
Recife


Salvador
São Paulo
Fortaleza
Porto Alegre



Rio de Janeiro
João Pessoa
Rio de Janeiro
Salvador



Maceió
Porto Alegre
Natal
Belo Horizonte



Fortaleza
Natal
Porto Seguro
Fortaleza



Natal
Maceió
João Pessoa
Navegantes



Porto Alegre
Navegantes
Florianópolis
Brasília

10º

João Pessoa
Porto Seguro
Porto Alegre
Maceió

SUL

Posição

Paraná
Santa Catarina
Rio Grande do Sul


São Paulo
São Paulo
Rio de Janeiro



Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
São Paulo



Recife
Recife
Recife


Maceió
Salvador
Maceió


Salvador
Belém
Salvador



Fortaleza
Fortaleza
Fortaleza


Natal
Maceió
Porto Seguro



Porto Alegre
Brasília
Florianópolis


Porto Seguro
Natal
Natal

10º

Foz do Iguaçu
Cuiabá
Curitiba

NORTE

Posição

Amazonas
Pará
Acre
Roraima
Rondônia
Amapá
Tocantins










Fortaleza








São Paulo








São Paulo








São Paulo








São Paulo








Belém








São Paulo

















São Paulo








Fortaleza








Fortaleza








Fortaleza








Recife








São Paulo








Rio de Janeiro

















Rio de Janeiro








Rio de Janeiro








Rio de Janeiro








Curitiba








Fortaleza








Fortaleza








Recife

















Florianópolis








Florianópolis








João Pessoa








Recife








Maceió








Curitiba








Salvador

















Belém








Manaus








Florianópolis








Rio de Janeiro








Rio de Janeiro








Florianópolis








Porto Alegre

















Curitiba








Recife








Recife








Belém








Manaus








Rio de Janeiro








Maceió

















Recife








Porto Alegre








Maceió








Porto Alegre








João Pessoa








Brasília








Fortaleza

















Porto Alegre








Navegantes








Manaus








São Luís








Curitiba








Porto Alegre








Florianópolis

















Brasília








Brasília








Brasília








Florianópolis








Natal








Navegantes








Goiânia








10º








Salvador








Salvador








Curitiba








Brasília








Brasília








Goiânia








Brasília


















NORDESTE








Posição








Maranhão








Piauí








Ceará








Rio Grande do Norte








Paraíba

















São Paulo








São Paulo








São Paulo








São Paulo








São Paulo

















Rio de Janeiro








Rio de Janeiro








Rio de Janeiro








Rio de Janeiro








Rio de Janeiro

















Fortaleza








Brasília








Recife








Brasília








Brasília

















Brasília








Fortaleza








Porto Alegre








Porto Alegre








Porto Alegre

















Recife








Recife








Salvador








Salvador








Salvador

















Porto Alegre








Porto Alegre








Brasília








Curitiba








Fortaleza

















Salvador








Campinas








Curitiba








Fortaleza








Belo Horizonte

















Curitiba








Salvador








Belém








Foz do Iguaçu








Foz do Iguaçu

















Florianópolis








Goiânia








Florianópolis








Fernando de Noronha








Curitiba








10º








Goiânia








Curitiba








Belo Horizonte








Florianópolis








Campinas


















Posição








Pernambuco








Alagoas








Sergipe








Bahia

















São Paulo








São Paulo








São Paulo








São Paulo

















Rio de Janeiro








Rio de Janeiro








Rio de Janeiro








Rio de Janeiro

















Fortaleza








Brasília








Porto Alegre








Porto Alegre

















Porto Alegre








Porto Alegre








Brasília








Fortaleza

















Salvador








Cuiabá








Navegantes








Recife

















Brasília








Campinas








Florianópolis








Brasília

















Fernando de Noronha








Curitiba








Recife








Belo Horizonte

















Belo Horizonte








Belo Horizonte








Belo Horizonte








Curitiba

















Curitiba








Fortaleza








Curitiba








Florianópolis








10º








Florianópolis








Salvador








Fortaleza








Salvador


















CENTRO OESTE








Posição








Goiás








Mato Grosso








Mato Grosso do Sul








Distrito Federal

















São Paulo








São Paulo








São Paulo








Rio de Janeiro

















Rio de Janeiro








Rio de Janeiro








Rio de Janeiro








Recife

















Recife








Maceió








Recife








São Paulo

















Maceió








Recife








Maceió








Maceió

















Porto Seguro








Fortaleza








Porto Seguro








Salvador

















Salvador








Florianópolis








Florianópolis








João Pessoa

















Fortaleza








Navegantes








Natal








Fortaleza

















Natal








Porto Alegre








Fortaleza








Porto Seguro

















Porto Alegre








Natal








João Pessoa








Natal








10º








Florianópolis








Salvador








Salvador








Florianópolis


















Sobre o levantamento








O estudo foi realizado com base na procura de passagens aéreas nacionais no site e app da Decolar para viagens de janeiro a junho de 2024.

TDAH e a rotina escolar: Como os alunos podem ser auxiliados nesse período tão importante

Nenhum comentário

terça-feira, fevereiro 20, 2024



Um momento muito esperado por crianças e adolescentes começou: a volta às aulas! Um grande motivo para reencontrar os amigos, brincar e aprender coisas novas.

Embora a expectativa seja grande por parte deles, é muito importante instruí-los de maneira adequada, e assim, colaborar com experiências ainda mais positivas, seguras e proveitosas.

Para crianças com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), a volta às aulas pode não ser tão divertida assim, já que o transtorno afeta de forma significativa o processo de aprendizagem e os relacionamentos com colegas e professores.

No caso de crianças típicas, a antecipação da rotina mesmo que um pouco antes das férias acabarem, seria o suficiente para regular os horários. "É necessário estar atento à vida acadêmica dos nossos filhos, para estimular o desenvolvimento, a autoconfiança e o interesse das crianças em aprender, o que impacta diretamente no dia a dia escolar deles", afirma Gabriel Frozi, CEO da escola Rio Christian School - o primeiro colégio na América Latina voltado ao ensino bilíngue para crianças com TDAH.

Um estudo do Programa de Transtornos de Déficit de Atenção/Hiperatividade (Prodah), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e do Hospital de Clínicas, encontrou uma prevalência de 5,8% de TDAH em crianças e adolescentes. Existem aproximadamente 50 milhões de brasileiros com idades entre 5 e 19 anos, isto significa que são 2 milhões e meio de portadores no país. O transtorno pode ser oficialmente diagnosticado a partir dos sete anos de idade, justamente no período de alfabetização e coloca o Brasil dentro do patamar internacional, com ocorrência entre 4% e 5% em crianças em idade escolar.

Diversos estudos já mostraram que o déficit de atenção, associado ou não à hiperatividade e à impulsividade, frequentemente compromete o rendimento escolar. Tendo em vista as necessidades de cada criança, esse perfil precisa ser traçado, para que um trabalho personalizado possa ser feito quando esse aluno voltar à sala de aula.

Uma comunicação efetiva e segura com a criança é o primeiro passo para que esse processo inicie. O carinho, o amor e atenção nesse momento também são fundamentais. Uma sessão de planejamento com a criança para conversar sobre o que dificulta na escola, seus medos e inseguranças, desafios e expectativas também precisam ser pontuados e posteriormente examinados com o professor.

Todo o trabalho com uma criança ou adolescente com transtorno de déficit de atenção é diário e constante. Uma família unida aliada à uma escola competente e participativa é fundamental para um aluno se desenvolver em todos os campos de forma efetiva, superando as dificuldades do TDAH.

Gabriel Frozi, também fundador da escola Recreio Christian School, pensando em facilitar esse processo de adaptação dessas crianças e adolescentes no ambiente escolar, criou um sistema inovador de ensino, que prioriza a participação em sala de aula, o comprometimento com os deveres de casa e a atuação em projetos. O modelo tradicional aplicado na instituição contempla ambientes e atividades diferenciadas, no qual o professor é o facilitador do processo ensino-aprendizagem, favorecendo o espaço de interlocução e socialização. Além disso, há a instrução bilíngue, que favorece a aquisição total na língua inglesa, em 50% do ensino, ensejando preparação para universidades brasileiras e internacionais. "Incentivamos o respeito ao indivíduo, suas potencialidades e diversidades, valorizando a inclusão social, num ambiente cooperativo, propiciando a vivência de valores cristãos", continua Frozi.

A adoção de métodos e recursos que estimulem a participação e o foco do estudante; a prática e estímulo à repetição; um comando por vez de forma objetiva e clara, além do reforço positivo na construção do aprendizado são estratégias valiosas que precisam ser adotadas. "O sistema não é baseado só em provas. Se um aluno não tira boa nota na avaliação, mas cumpre com as demais obrigações, pode ser aprovado, desde que consiga a média 7", explica Gabriel sobre o método utilizado na escola, salientado que, os alunos são submetidos a um sistema de avaliação no qual 15% da nota se refere à participação; 25%, ao dever de casa; 30%, a pequenos projetos; e 30%, à prova bimestral. A proposta impacta diretamente as crianças e os jovens com o objetivo de capacitá-los positivamente, diminuindo drasticamente o índice de reprovação escolar.
Don't Miss
© 2015 - 2022 Jornal Destaque Baixada. Todos os direitos reservados
Destaque Baixada Jornal para ler e compartilhar