Manutenção no Guandu pode deixar partes da Baixada Fluminense sem água até sexta - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad




PUBLICIDADE

30/10/2018

Manutenção no Guandu pode deixar partes da Baixada Fluminense sem água até sexta


Pode faltar água em diferentes partes da Baixada Fluminense a partir desta terça-feira (30). A Cedae fará a manutenção preventiva do Sistema Guandu e interromperá o fornecimento às 8h. A previsão de religamento é às 20h.

Pontos de linha e locais elevados podem esperar até sexta-feira (2) para que as torneiras voltem a ter água. Por isso, a Cedae recomenda que a população reforce seus estoques em caixas e cisternas e sobretudo evite o desperdício. Será necessário interromper a produção de água na estação, que atende os municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Queimados, Mesquita, Nilópolis e Belford Roxo.

A estação de tratamento atende os municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Queimados, Mesquita, Nilópolis e Belford Roxo.

A companhia sugere reprogramar atividades que demandem grande consumo:

Lavar carros;
Encher piscinas;
Lavar roupas;
Regar jardins;
Banhos longos ou de banheira.

A Cedae montou esquema especial para atender hospitais e outros serviços essenciais com carros-pipa no período em que a estação estiver inoperante.

Construída em 1955, a ETA Guandu teve a segunda etapa concluída em 1963 e a terceira no ano de 1965. Posteriormente, foi ampliada em 1982. A estação, a maior em volume de água tratada do mundo, conforme registro no "Guinness Book", o livro dos recordes, trata cerca de 43 mil litros de água por segundo.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

30/10/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 984040-254

Post Bottom Ad

Pages