Policiais são alojados de forma precária em Belford Roxo - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

18/02/2019

Policiais são alojados de forma precária em Belford Roxo


BELFORD ROXO - Policiais militares do 39º Batalhão (Belford Roxo) denunciam condições precárias na unidade, responsável pelo patrulhamento na cidade de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. No alojamento, as camas estão sem colchões. Os banheiros estão em situação desumano. Os militares ainda relatam que a escala de folgas não estão sendo respeitada.



Fotos mostram alojamento sem colchões, tonéis enferrujados, banheiro totalmente sujo e a cozinha nem se fale. Além de ratos, até pombos são visto andando pelo refeitório.


Em conversa com o Jornal Destaque Baixada, policiais se dizem prontos para embate imediato, se necessário, mas reclamam do desgaste físico e psicológico ao serem mantidos nessas condições precárias. Todos os policiais entrevistados pela reportagem falaram na condição de anonimato, já que temem represálias da Secretaria da Segurança Pública.

O local esta infestado de pombos.
"Deixar que homens que tem como juramento “Servir e Proteger” expostos e nessas condições é no mínimo desumano. Se o comandante como um líder não consegue enxergar seus subordinados como espera que uma sociedade precária de tudo, e principalmente educação, os enxergue?



Talvez o que lhe falte também é se colocar no lugar do outro. Ficar sentado em uma mesa, dando ordens e curtindo todas as regalias ( carro particular, diversos seguranças) que seu atual cargo lhe dar deve ser algo um tanto satisfatório. Mas se coloque no lugar de tantos soldados que o próprio comanda. Inúmeros com problemas pessoais, outros fazendo RAS obrigatório e até agora sem receber (desde Dezembro não é pago) e que caso faltem por algum motivo o comando não se inibe aos aprisiona-los (6 dias) nesse recinto, ou seja, o policial do 39 é obrigado a trabalhar por 8 horas sem receber, se ele não for, seja qual for o motivo, o Sr coronel os prendem por 6 dias. Tantos outros policiais com o psicológico abalados por vestígios dessa profissão exemplar mas que pessoas como o Senhor fazem questão de menosprezar." disse esposa de um PM.

Nossa Equipe não conseguiu contado com o comandante Tenente Coronel Wagner Guerci Nunes, mas procuramos também o Governo do Estado e a assessoria da PM, onde aguardamos posicionamento das autoridades.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Por Redação Jornal Destaque Baixada
18/02/2019


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages