Duas casas desabam em Belford Roxo e moradores pedem ajuda após perderem tudo - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

27/09/2019

Duas casas desabam em Belford Roxo e moradores pedem ajuda após perderem tudo


Dois imóveis desabaram na Avenida Ayrton Senna da Silva, no bairro Roseiral, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense e deixaram famílias desabrigadas. De acordo com informações, ninguém ficou ferido. Moradores não estavam em casa no momento do desabamento, que ocorreu na manhã da última sexta-feira (20/09). Iury Batista, que também é proprietário do imóvel, disse a equipe de reportagem do Jornal Destaque Baixada, que o laudo apontou que as estruturas da casa estavam podres e que ela iria desabar a qualquer momento. "Graças a Deus caiu com ninguém dentro". Disse. 



Iury, que morava na parte de baixo, foi para rede social pedir ajuda e montou uma vaquinha virtual para que pessoas ajudem a reconstruir o sonho da família dele de novo. A mãe dele morava com o padrasto na casa de cima. "Olá amigos, tudo bem? Não sei se ficaram sabendo, mas na sexta-feira de manhã minha casa e a da minha mãe desabaram. Graças a Deus ninguém se machucou, mas perdemos tudo que tínhamos. Quem conhece minha família sabe que passamos por muitos momentos difíceis nesses últimos anos e agora perdemos a casa em que eu morei minha vida inteira e que meus avós viveram. Sexta-feira eu havia saído para trabalhar e me ligaram avisando que a casa havia caído, fiquei em choque, sem saber o que fazer. Tudo que eu tinha no final do dia, era o que estava vestindo e o que tinha levado na mochila. A sensação de não ter mais nada, perder coisas que ainda nem paguei é triste d+. 



Eu e minha família tivemos que revirar os escombros para salvar meu cachorrinho (conseguimos encontrá-lo, mesmo os bombeiros tendo-o dado como morto) e alguns pertences. Tudo que conseguimos foram algumas mudas de roupas e documentos, o resto nada resistiu. Fiquei dias tentando resolver o que faria, precisava seguir em frente, mas não sabia como, nem queria deixar pra trás tudo que eu vivi naquela casa, não queria aceitar o acontecido. Não foi só uma perda financeira, foi uma perda principalmente emocional.


Hoje, eu criei uma Vakinha online, para quem puder ajudar com qualquer quantia. Neste momento toda ajuda é bem-vinda! Cada centavo é muito. Eu e minha mãe iremos nos reerguer, eu creio. A glória da segunda casa, será maior que a da primeira. Acabei de criar uma vaquinha. Colabora lá! (http://vaka.me/733891).

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Por Redação Jornal Destaque Baixada
27/09/2019

Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages