Com números da Covid-19 em queda, Mesquita encerra atividades do Polo de tratamento da doença - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

07/07/2020

Com números da Covid-19 em queda, Mesquita encerra atividades do Polo de tratamento da doença


MESQUITA - Na última sexta-feira, dia 3 de julho, foi realizado um ato significativo em meio ao caos criado pelo Coronavírus: foi encerrado o funcionamento do 1º Polo de Atendimento exclusivo a casos suspeitos da doença, em Santa Terezinha. 



"Desde março, temos trabalhado ativamente, de domingo à segunda, na triagem e diagnóstico de nossos pacientes. Atingimos grandes níveis de demanda e, no entanto, não recuamos. Abrimos uma segunda unidade, possibilitando a escolha dos nossos munícipes.

Criamos a possibilidade de atendimento para quase 600 pessoas por dia, investimos na oferta de medicamentos e, principalmente, no monitoramento dos mesquitenses. Vimos, também, a procura cair no início de junho e termos apenas 100 atendimentos diários em nosso município. Com as duas unidades em atendimento, em Santa Terezinha e Cosmorama, fizemos de tudo para obter o resultado atual." Disse o prefeito Jorge Miranda.

Segundo dados oferecidos pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense, o CISBAF, os números de Síndromes respiratória e óbitos clínicos têm diminuído em Mesquita. Este é um dado que está diretamente ligado aos números da coronavírus e significam muito para nosso governo, que trabalhou intensamente na proteção de nossos moradores.



"Fechar o polo de Santa Terezinha é encerrar um ciclo. Em 100 dias de funcionamento, nos tornamos referência; fizemos mais de 15 mil atendimentos, entre mesquitenses e moradores de outros municípios, além da dispensação de mais de 4 mil testes de Covid-19. Operamos com mais de 3.200 exames de imagem, buscando diagnósticos rápidos e, quando os casos se mostravam graves, encaminhávamos os pacientes para as unidades estaduais de saúde – o que foi necessário para apenas 261 dos atendidos.

Devo agradecer, não só aos profissionais de saúde – técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos - que dedicaram seus dias aos nossos cuidados, mas a Fundação Oswaldo Cruz. Fizemos convênio com a mais destacada instituição de ciência e tecnologia em saúde da América Latina, que nos ajudou na capacitação dos profissionais e juntos, chegamos longe.

Em Cosmorama, na Vila Olímpica, manteremos as atividades até o fim de julho. Agora, estamos enfrentando uma nova fase, queremos testar aproximadamente 24.000 mesquitenses. Realizando, ainda, 200 testes por bairro, sendo feito no próprio domicílio. Pedimos que os munícipes continuem com os cuidados que temos mantido, como o uso de máscaras e lavagem das mãos com água e sabão. É necessário que nos reeduquemos, trabalhando na prevenção e cuidado." Disse o executivo.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

07/07/2020
Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

cel

Post Bottom Ad

Pages