Moradora de Belford Roxo baleada na cabeça por PM em Caxias morre em Hospital - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad

PUBLICIDADE

21/08/2018

Moradora de Belford Roxo baleada na cabeça por PM em Caxias morre em Hospital


CAXIAS / BELFORD ROXO - Vânia Silva Tibúrcio Lopes, de 36 anos, foi baleada por um PM durante uma uma blitz, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. De acordo com informações, o casal saiu de casa, em Belford Roxo, também na Baixada, na noite de segunda-feira (20), para dormir na casa da mãe de Vânia, pois no dia seguinte, eles teriam que levar bem cedo o veículo para o pátio do Detran para vistoria.

Assustados com a violência na cidade de Belford Roxo, eles decidiram sair a noite para evitar a madrugada temendo um outro assalto, porém, não evitou uma tragédia. Segundo informações, o carro recebeu uma ordem de parada dos policiais na cidade vizinha, sendo que o PM atirou achando que se tratava de bandidos tentando fugir, isso porque o carro ainda constava no sistema como roubado, pois ele havia sofrido um roubo em abril, mas já tinha sido recuperado.


O Agente bastante abalado, pediu perdão ao esposo Carlos Alberto Lopes, por ter baleado a mulher. Vânia, deu entrada no Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo e ela foi atingida, na região cervical. A vítima chegou à unidade em estado grave, ela foi submetida à entubação orotraqueal e encaminhada ao setor de imagens para realização de tomografia. O exame identificou projétil alojado em base de crânio (c1, c2). Após o exame, Vânia foi transferida para o Centro de Terapia Intensiva para estabilização hemodinâmica.

No final da tarde desta terça-feira (21), a prefeitura de Duque de Caxias confirmou a morte de Vânia para a reportagem do Jornal Destaque Baixada.

A Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Saúde, informa que foi confirmada pela equipe do Programa Estadual de Transplantes a morte encefálica da paciente Vânia Silva Tibúrcio Lopes, de 36 anos, internada no Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, por volta das 15h40min desta terça-feira (21/08). A paciente, vítima de PAF em região cervical, chegou à unidade na noite de segunda-feira em estado grave, acompanhada por familiares e por policiais militares. Imediatamente após a entrada, a mesma foi submetida à entubação orotraqueal e encaminhada ao setor de imagens para realização de tomografia. O exame identificou um projétil alojado em base de crânio (c1, c2). Após o exame, a paciente foi transferida para o Centro de Terapia Intensiva para estabilização hemodinâmica, onde permaneceu durante todo o período de internação na unidade.

Veja ao vídeo:

                       
Por: Redação/ Jornal Destaque Baixada
Reportagem: Diego Quaresma
21/08/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages