Bebê de Queimados tem grave alergia a proteína do leite e pais pedem ajuda - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad

PUBLICIDADE

12/07/2019

Bebê de Queimados tem grave alergia a proteína do leite e pais pedem ajuda


Com apenas seis meses de vida, o pequeno Raul, está passando por problemas para se alimentar e sua mãe Juliana, que é moradora de Queimados, na Baixada Fluminense, procurou nossa equipe para tentar encontrar algum meio de ajudá-lo. De acordo com Juliana de Oliveira Bernardo, de 30 anos, com vinte dias de nascido, ela parou de produzir leite e não conseguiu mais amamentar seu filho, então o pediatra passou uma fórmula infantil. Desde então, os pais passaram por vários pediatras e trocaram de leite cinco vezes, pois Raul Bernardo Guimarães, vomitava muito, sentia cólica, queimação, soluço e dificuldade de engolir. 



Ainda segundo a mãe, em alguns momentos do dia, ele ficava muito bem, passava ate 3 dias super bem, mas quando a crise voltada, o menino ficava várias horas chorando por conta da dificuldade de engolir. "No último dia 9 conseguimos uma especialista que deu o diagnóstico de alergia a proteína do leite. Ele já tinha começado a comer, mas ultimamente não conseguia mais engolir nada que não fosse líquido, isso foi devido ao uso do leite com proteína do leite que causou queimação no esôfago, estomago." Disse a mãe.

Os pais Marcus Vinicius, de 34 e  Juliana de Oliveira Bernardo, de 30 anos estão desesperados
O inicio do tratamento passado pela gastroenterologista pediátrica é com medicamentos e esse leite especial que não possui proteínas do leite. Ele não pode comer nada além do leite ate a próxima consulta que será daqui há 1 mês, quando será levado os resultados dos exames para fechar o diagnóstico, ver se houve algum outro dano e se será possível a introdução de outros alimentos. Ainda de acordo com a mãe, este leite é cedido pelo governo e ela já está correndo atrás, porém, para fazer o cadastro dele é preciso levar os exames e um laudo da médica. 


Após fazer esse cadastro o tempo de espera pode ser de até 1 mês. Neste meio tempo, o pequeno precisa se alimentar e de acordo com Juliana, 1 lata de 400g do leite que ele precisa, custa R$200,00 e dura apenas 2 dias. Por não ter condições de arcar com este custo, seus pais estão precisando de ajuda até que enfim consigam receber o leite gratuitamente pelo governo.

Quem puder e sentir o desejo de ajudar o pequeno Raul a ter um pouco mais de qualidade de vida, por favor, entre em contato com sua mãe Juliana através do telefone: (21) 98403-9061.

EM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Por Redação Jornal Destaque Baixada
Reportagem Eder Alves
12/07/2019
Compartilhe nas redes sociais e WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages