Gael Lucas é o primeiro bebê a nascer na maternidade de Queimados após inauguração - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

11/06/2020

Gael Lucas é o primeiro bebê a nascer na maternidade de Queimados após inauguração


O primeiro bebê a nascer na Maternidade Municipal Queimados, inaugurada nesta quinta-feira (11), é um menino. O pequeno Gael Lucas veio ao mundo por meio de parto normal, às 18h38, pesando 2,885 kg e medindo 44 centímetros. A previsão de alta do recém-nascido e da mãe, Laiza Araújo, é para esta sexta-feira (12). Após o trabalho de parto, que teve duração de aproximadamente 40 minutos, o choro da criança emocionou tanto a mais nova mamãe da cidade, como toda a equipe médica responsável pelo primeiro nascimento da unidade.



Mãe do bebê número 1 da Maternidade de Queimados, a estudante Laiza Araujo garante que o nascimento de Gael foi motivo de alegria e muita emoção. “Iniciei meu pré-natal na rede particular, mas decidi dar sequência na Clínica da Família do Belmonte. Minha cunhada foi quem escolheu o nome para ficar parecido com o nome do pai, que é Rafael Lucas, e eu amei. Meu sonho é poder dar um futuro digno para o meu filho. Estou amando esse momento, foi tudo mágico, estou apaixonada por ele. Graças a Deus o tive na minha cidade”, destacou a puérpera de primeira viagem.


No dia anterior, Laiza teve contrações e buscou atendimento na Maternidade Mariana Bulhões, em Nova Iguaçu. Lá, às 3h da manhã, foi orientada a voltar para casa. Nesta quinta-feira (11), retornou à unidade, mas não teve atendimento. “Fiquei sabendo pelo meu tio que a maternidade de Queimados tinha acabado de ser inaugurada e vim buscar ajuda. A equipe me acolheu muito bem e tudo ocorreu muito rápido. A estrutura está maravilhosa e os profissionais são de excelência. Amei a nova maternidade”, ressaltou.



O profissional responsável pelo procedimento foi o médico boliviano, José Marin Lopez, que trabalhou durante 15 anos na antiga Casa de Saúde Bom Pastor. A extinta unidade era particular e conveniada ao SUS, mas foi fechada pelos antigos donos e desapropriada em seguida pela Prefeitura. “Ter uma maternidade pública aberta é motivo de alegria para Queimados e para toda a Baixada. A região precisa de mais equipamentos nesta especialidade, e este está muito bonito. Foi uma felicidade muito grande fazer um parto lindo já no primeiro plantão. Há pacientes muito sensíveis, mas a Laiza foi maravilhosa, colaborou bem. Deu tudo certo com a criança e com a mãe. Para um primeiro filho, ela nem ficou nervosa. Agora, é fazer acompanhamento com o pediatra para receber as indicações das vacinas e voltar em 15 dias para a revisão”, disse o médico.




Com capacidade para realizar 500 partos por mês, a Maternidade Municipal Queimados funciona 24 horas. Além disso, a unidade conta com 42 leitos de internação, dois centros cirúrgicos com berço aquecido, berçário pós-parto, salas de medicação e de exames de ultrassonografia e cardiotocografia. Há ainda consultórios ginecológico, pediátrico e de classificação de risco; laboratório de análises clínicas, farmácia, atendimento psicológico, acolhimento humanizado e atendimento em procedimentos de pré-parto, parto e pós-parto. As obras foram resultado uma parceria entre a Prefeitura de Queimados, o Governo do Estado e o Sistema Único de Saúde.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

11/06/2020
Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

cel

Post Bottom Ad

Pages