Fazenda São Bernardino e o sítio histórico de Iguassú Velha, serão revitalizados, em Nova Iguaçu - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

01/07/2020

Fazenda São Bernardino e o sítio histórico de Iguassú Velha, serão revitalizados, em Nova Iguaçu

Prefeitura de Nova Iguaçu instaura projeto de revitalização da Fazenda São Bernardino e do sítio histórico de Iguassú Velha
A Prefeitura de Nova Iguaçu, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SEMCULT), está implantando o plano de obras para restaurar e reconstruir o sítio histórico de Iguassú Velha e todo o complexo da Fazenda São Bernardino, um dos marcos da antiga Vila de Iguassu, em Vila de Cava. Após uma vistoria técnica realizada no local na última sexta-feira (26), foi apresentado para autoridades e convidados os projetos de revitalização de toda a área da antiga Vila de Iguassu.

Nesta segunda-feira (29), mais um grande passo foi dado rumo à preservação do passado do município de Nova Iguaçu. O prefeito Rogerio Lisboa anunciou a liberação de R$ 1,5 milhão para as obras de revitalização da Fazenda São Bernardino e do sítio histórico de Iguassú Velha, tendo como previsão de conclusão até dezembro deste ano. Vale lembrar que no início deste ano, o prefeito publicou um decreto declarando 2020 como o ano do Patrimônio Cultural Iguaçuano.

“É um momento marcante. No dia 26 de junho reunimos, pela primeira vez no local, as três esferas de poder: os governos federal (IPHAN), estadual (Inepac) e municipal, além da Secretaria de Estado de Cultura, a ALERJ e a sociedade civil organizada. A ideia é começar sua restauração, algo já pensado há muito tempo, mas que até agora não tínhamos dado um passo tão decisivo. O momento é muito importante para a Prefeitura de Nova Iguaçu, que tem como meta restaurar e preservar esse grande patrimônio histórico, que é a Fazenda São Bernardino, e promover o turismo nesta região e na nossa cidade”, afirma o vice-prefeito Ferreirinha.

O projeto contempla a restauração do que restou da antiga Vila de Iguassu e a reconstrução de casarios coloniais. O objetivo das obras é transformar o sítio, que abrange as escadarias do cemitério da Vila e o da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, a Estrada do Comércio, o Porto de Iguassu e a torre sineira da Igreja de Nossa Senhora da Piedade do Iguassú, num ponto de visitação e com comércio local.

“A ideia é fazer do sítio histórico e arqueológico do núcleo urbano da antiga Vila de Iguassú, berço da Cidade de Nova Iguaçu, incluindo a Fazenda São Bernardino, uma espécie de ‘Paraty da Baixada Fluminense’, com bistrôs, galerias de arte, livrarias e, claro, um Centro de Memória. Ali é o portal turístico da região de Tinguá e uma das áreas mais significativas do Estado do ponto de vista do patrimônio cultural e natural. Sem falar na questão de memória e da identidade do nosso povo. É fundamental recuperar e preservar esse patrimônio”, diz o secretário de Cultura de Nova Iguaçu, Marcus Monteiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

cel

Post Bottom Ad

Pages