Belford Roxo forma a primeira turma de servidores em curso básico de Libras - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

11.18.2020

Belford Roxo forma a primeira turma de servidores em curso básico de Libras


A Prefeitura de Belford Roxo realizou na terça-feira (17/11) a certificação da primeira turma de servidores no Curso Básico em Libras. O evento aconteceu na Fundação de Desenvolvimento Social de Belford Roxo (Funbel), e contou com cerca de 15 formandos. O curso teve a carga horária de 30 horas, ocorridas ao longo de três meses. 

Pensando no direito e necessidade da comunidade surda belforroxense, o curso básico em Libras surgiu no intuito de facilitar, prioritariamente, o primeiro atendimento nos órgãos públicos do município.

A turma foi formada por funcionários das Secretarias de Assistência Social, Meio Ambiente, Mulher, Saúde e Trabalho. Cada pasta inscreveu ao menos um servidor que trabalha diretamente com o público para estar participando. 

Satisfeita com o resultado, a presidente da Funbel, Clarice Castro, falou sobre ter atingido além do objetivo. “Aa sensação é muito boa, pois estamos trazendo não só mais benefícios ao primeiro atendimento e sim somando também na área profissional de cada aluno”, resumiu.

“O foco dessa primeira turma só para funcionários foi auxiliar no primeiro atendimento aos surdos em suas secretarias. Casos eles não consigam dar prosseguimento, entrarão em contato com o Cemil (Central Municipal de Intérpretes de Libras), que dará continuidade”, afirmou o professor Carlos Fidalgo, pedagogo pós-graduado em Libras e especialista em Tradução e Interpretação. Fidalgo ressaltou também o prazer de ter lecionado para a turma. “Para mim, esse contato com os funcionários da prefeitura trouxe grande relevância na questão de acessibilidade dos órgãos. A falta de inclusão bloqueava o direito dos surdos de terem acesso aos serviços oferecidos. É uma grande satisfação saber que agora eles conseguirão ser compreendidos e atendidos,” relatou. 

A aluna e psicóloga da Secretaria de Assistência Social, Pâmela Rodrigues, mostrou a importância do aprendizado para sua área de atuação. “Esse curso me abre várias portas. Eu atuo no programa Família Acolhedora. Então, isso me facilita muito na comunicação caso haja na família alguém que tenha essa necessidade. Pretendo dar continuidade fazendo, mais para frente, uma pós-graduação em Libras”, finalizou.

A aluna Ana Cláudia expressou sua gratidão em ter tido a oportunidade de conhecer a língua realizando uma apresentação em Libras no fim do evento. “Para mim foi muito gratificante saber que além de poder ajudar ainda melhor na minha Secretaria, vou poder aplicar com todas pessoas a minha volta que precisarão desse ensinamento”, afirmou. 

A segunda edição do curso contará, além de nova turma para funcionários, uma turma para a população. Acontecerá na segunda quinzena de dezembro. As inscrições que ocorreram entre os dias 17 e 18 de novembro foram esgotadas no primeiro dia as 40 vagas. A surpresa da próxima edição foi o número relevante de deficientes auditivos inscritos.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

18/11/2020 
Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages