Belford Roxo encerra Agosto Lilás com palestra informativa - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

quarta-feira, setembro 01, 2021

Belford Roxo encerra Agosto Lilás com palestra informativa

Foto: Rafael Barreto/PMBR

BELFORD ROXO - A Secretaria de Assistência Social, Cidadania e Mulher de Belford Roxo (Semascm) realizou na Estação da Cidadania, bairro Piam, a solenidade de encerramento do Agosto Lilás. Participaram do evento diversas autoridades femininas de outros órgãos. Durante momentos de sensibilização sobre o objetivo do mês, foi apresentado um vídeo sobre os sinais de violência doméstica e foi apresentada uma palestra com dados estatísticos sobre o equipamento do Ceambel (Centro Especializado de Atendimento à Mulher).

Durante todo o mês, a Secretaria realizou diversas atividades em todos os equipamentos, além das equipes irem às ruas para conscientizar. De acordo com a secretária da pasta, Brenda Carneiro, foram feitos encontros com objetivos de não- violência à mulher para elas e até para os homens. “Já avançamos bem, mas sabemos que ainda temos muito pela frente nessa luta diária. Não podemos e nem devemos parar, pois tem sempre alguém ouvindo nossa voz e precisando de nossa ajuda”, destacou Brenda.

O objetivo deste mês e de todos os outros é levar informação a essas mulheres. A deputada federal Daniela do Waguinho, afirmou e assegurou que essas mulheres não estão sozinhas. “Existe o Disque 180. Então, se você estiver sofrendo violência ou conheça alguém que precise de ajuda, denuncie. Estou lá em Brasília com projetos importantes para que a lei seja mais severa com esses agressores. Vamos dar um basta nisso!”, afirmou Daniela.

“Foi um mês agitado e de muito trabalho. Conseguimos conscientizar todo o tipo de pessoa. Os números são muito preocupantes, mas precisamos estar sempre unidas e nos ajudarmos, sem julgamento”, acrescentou a subsecretária da Mulher, Cristiane Guedes.

Aumento de casos na pandemia

De acordo com dados apresentados pela coordenadora do Ceambel, Ana Cristina Souza, as mulheres que mais sofrem violência estão na faixa dos 19 a 29 anos, com 31%. “Na pandemia, os números aumentaram devido ao convívio contínuo com os parceiros, 0,8% são reincidentes e a maioria dos casos são pelos os ex-companheiros da vítima”, explicou Ana Cristina, informando que nesse período foram abrigadas nove mulheres. Ainda sobre estatísticas, segundo a comandante do 39º BPM, a tenente-coronel, Daniele Neder, cerca de 70% das ocorrências são de violência doméstica.

Participaram também do evento a delegada titular da DEAM, Cristiane de Almeida, representando a Patrulha Maria da Penha, a Guarda municipal Érika Vianna, representando o Hospital Fluminense, Luana Santos e a presidente da Fundação de Desenvolvimento Social de Belford Roxo ( Funbel), Clarice Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675


Post Bottom Ad

Pages