Clínica da Mulher encerra programação do Outubro Rosa com palestras e serviços, em Belford Roxo - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

terça-feira, outubro 26, 2021

Clínica da Mulher encerra programação do Outubro Rosa com palestras e serviços, em Belford Roxo


A Clínica da Mulher de Belford Roxo encerrou as ações em alusão ao Outubro Rosa, mês de conscientização do câncer de mama e colo de útero, com um grande evento. Na programação, palestras, além de um stand sobre fisioterapia oncológica, beleza da mulher, a ação de testagem rápida para diagnóstico da covid-19 e vacinação.

A secretária especial de Atendimento à Saúde da Mulher, Priscila Musser, afirmou que até o final do mês serão feitas mamografias e preventivos de maneira liberada na clínica. “Em média, realizamos 100 atendimentos voltados para esses exames. O trabalho é contínuo e iremos avançar cada vez mais. Vale ressaltar que somos o único município da Baixada Fluminense que tem fisioterapia oncológica”, informou Priscila.

Para a deputada federal Daniela do Waguinho, as políticas públicas voltadas para a saúde são feitas para que a população se cuide também. “Estou feliz e orgulhosa em fazer parte desse processo de desenvolvimento da cidade. Nosso papel enquanto agente público é esse. Estou lutando e representando vocês em Brasília, e o deputado estadual Márcio Canella ajuda o município pleiteando ajuda do governo estadual”, afirmou a deputada, destacando ainda que conseguiu recursos para a construção do Hospital da Mulher no Lote XV, que terá um setor específico para o tratamento da endometriose.

Atenção à mulher

Alertando que a conscientização é o ano todo, a secretária de Assistência Social, Cidadania e Mulher, Brenda Carneiro, ressaltou a importância do projeto Estação Mulher. “Essa é uma gestão incansável na luta de melhorias para a população. Estamos levando atendimentos e marcação de exames a diversos bairros da cidade para que as mulheres não tenham mais desculpas. Temos muitas responsabilidades, mas a nossa saúde não pode ficar para depois”, ressaltou.

“O município oferece toda a estrutura integrada para atender as mulheres. Está chegando também o novembro azul, mês de conscientização sobre o câncer de próstata. Também teremos ações e trabalhos voltados para os homens”, explicou o presidente do Grupo Hospitalar Fluminense, Leandro Santoro.

Para ministrar a palestra no evento, o ginecologista obstetra Roger Dias e as fisioterapeutas oncológica Tânia Ribeiro e Rose Pertence revezaram as explicações sobre o autoexame e a prevenção do câncer de mama e colo de útero. “A prevenção é feita através do rastreio com autoexame, exames periódicos e preventivo. É importante ressaltar também a vacinação do HPV, que é uma IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis) que depois pode se desenvolver para câncer. A mamografia no Brasil é recomendada pelo Inca e Ministério da Saúde a partir dos 50 anos. E o tratamento avançou muito, o diagnóstico não é sentença de morte. Há um alto índice de cura quando o diagnóstico é precoce”, explicou o médico.

Em sua primeira vez na Clínica da Mulher, Elisete Machado, 69 anos, estava aguardando para fazer a mamografia. “A iniciativa é muito boa. Pego a senha e já faço o exame no mesmo dia. Essas ações que foram realizadas são muito importantes para a conscientização”, resumiu. Ao contrário de Elisete, Maria do Socorro Torres, 73, faz acompanhamento psicológico, nutricionista, ginecologista, mastologista e dermatologista na unidade. Ela conta que esteve na última semana para consulta e ficou sabendo do evento e foi prestigiar. “Não tenho o que reclamar. Todos são ótimos. Tive câncer de pele e me tratei na Clínica da Mulher. Agora apareceram nódulos nas minhas mamas, estou com a consulta marcada e os exames em mãos. Muito bom ter acesso ao tratamento de maneira gratuita”, destacou.
--

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675


Pages