Em Nova Iguaçu, obras do Minha Casa Minha Vida Parque Guandu serão retomadas - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad

PUBLICIDADE

04/06/2018

Em Nova Iguaçu, obras do Minha Casa Minha Vida Parque Guandu serão retomadas


Contemplados do programa Minha Casa Minha Vida Residencial Parque Guandu, no bairro Jardim Guandu, receberam a notícia de que o Governo Federal liberou cerca de R$ 40 milhões para a retomada das obras dos 1.192 apartamentos, paralisadas em 2016. O anúncio foi feito pelo Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, nesta segunda-feira (04). Ele informou que o serviço deve recomeçar em até 30 dias. O ministro e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, foram recebidos pelo prefeito de Nova Iguaçu, Rogerio Lisboa, no empreendimento.

De acordo com representantes do Banco do Brasil, a obra foi paralisada pela antiga construtora, que abandonou o serviço. Porém, após muita negociação, o banco conseguiu contratar uma nova empresa. “Desde o dia 26 de dezembro, última vez que estivemos aqui, estávamos nessa luta. Vencer a burocracia no Brasil é um desafio muito grande. Após seis meses, estamos de volta para assinar a autorização da retomada da obra, com verba do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR)”, conta o ministro.

No ano passado, 1.440 unidades foram entregues. “Nessa retomada, está incluído também a reestruturação de cerca de 1.300 apartamentos que apresentaram problemas, além da construção de muros para a segurança dos moradores. Sob a responsabilidade da prefeitura, ficará a construção da creche e da escola, um pedido dos moradores”, completa Baldy.

Lisboa lembrou do Residencial Jardim Laranjeiras, que passa pelo mesmo problema. “Do mesmo jeito que lutamos para retomar essas obras, estamos lutando pelo Jardim Laranjeiras. E vamos resolver”, garante o prefeito. “Queremos trazer paz para essas pessoas que tanto lutam, tirar delas essa angústia, que começou desde a gestão passada”, completa o prefeito.

A aposentada Cláudia Maria dos Santos, 64, contou que o filho está entre os contemplados e que não vê a hora de vê-lo morar no local com a família. “O Carlos é ajudante de pedreiro e ganha muito pouco. Meu filho é casado e tem duas filhas pequenas. Seu maior sonho é dar uma casa para elas. Eles moram comigo. Hoje, estou tendo de volta a esperança de que ele vai conseguir realizar esse desejo”, revela Cláudia.

04/06/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages