Objetos do Museu Nacional são expostas em escola de Nova Iguaçu - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad




PUBLICIDADE

07/12/2018

Objetos do Museu Nacional são expostas em escola de Nova Iguaçu


Quati-de-cauda-melada, tamanduá-mirim, cachorro-do-mato, tatu-galinha, jacaré-de-papo-amarelo, macaco roncador, tucano coco. Estes foram alguns dos animais expostos pelo projeto “Museu Extramuros” na Escola Municipal Dr. Rubens Falcão, em Santa Eugênia. As peças fazem parte do acervo do Museu Nacional do Rio de Janeiro, destruído por um incêndio em setembro.

Crianças do Infantil ao 5º ano puderam ver e tocar os animais, todos taxidermizados (técnica de preservação de animais mortos), além de corais, conchas, estrelas do mar e fósseis verdadeiros. Ao todo, foram expostas 28 peças que ficam armazenas em um espaço anexo ao Museu Nacional e que, felizmente, escaparam das chamas.

“Sabemos que nem todas as escolas e estudantes conseguem ir ao museu. Então há cinco anos fazemos esta espécie de museu itinerante pelas escolas”, conta a técnica em Assuntos Educacionais da Seção de Assistência de Ensino (SAE) do Museu Nacional do Rio de Janeiro, Sheila Nicolas Villas Boas. A Escola Municipal Dr. Rubens Falcão foi a primeira de Nova Iguaçu a receber o projeto.

A pequena Sarah Arantes Cardoso, 6 anos, ficou encantada com o cachorro do mato. “Achei ele muito fofinho. Dá até vontade de levar para casa”, disse a menina enquanto abraçava o animal. Já o aluno Gustavo Pacheco Cardoso da Silva, também de 6 anos, preferiu o jacaré do papo amarelo. “Ele é assustador e aterrorizante. Mas eu não tenho medo. Sou corajoso”, garante o menino.

A diretora da escola, Jaqueline Lopes de Mattos, aprovou o “Museu Extramuros” e disse que gostaria que a exposição itinerante entrasse no planejamento anual da unidade. “Tive a oportunidade de visitar várias vezes o Museu Nacional quando era criança, mas infelizmente nossos alunos não terão mais este privilégio. Então este projeto representa o resgate dos valores e da preservação da nossa história”, afirma.

A secretária municipal de Educação, Maria Virgínia Andrade Rocha, planeja no ano que vem levar a exposição para outras escolas da rede municipal. “Vamos entrar em contato com os responsáveis pelo projeto “Museu Extramuros” e agendar mais visitas as escolas da rede. A educação vai muito além das salas de aula, e ações como esta são fundamentais para o desenvolvimento das nossas crianças”, diz a secretária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 984040-254

Post Bottom Ad

Pages