Nova Iguaçu realiza Dia D de vacinação contra o sarampo e ação de combate à sífilis neste sábado - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

18/10/2019

Nova Iguaçu realiza Dia D de vacinação contra o sarampo e ação de combate à sífilis neste sábado


A campanha de vacinação contra o sarampo segue a todo o vapor em Nova Iguaçu, e neste sábado (19), 51 unidades básicas de saúde do município estarão funcionando das 8h às 17h para imunizar crianças de seis meses a menores de cinco anos que ainda não tenham as duas doses. Neste dia, que também marca o Dia Nacional de Combate à Sífilis, os postos estarão ofertando testes rápidos e orientando a população quanto o tratamento.

Esta é a primeira etapa de intensificação da vacinação contra o sarampo, que acontece em todo país. Para isso, a secretaria municipal de Saúde de Nova Iguaçu está alertando pais e responsáveis sobre a importância da campanha para reforçar a cobertura vacinal das crianças e atualizar a caderneta de vacinação até o dia 25 de outubro. Dos dias 18 a 30 de novembro será a vez dos adultos entre 20 e 29 anos serem imunizados. Somente este ano, o estado do Rio de Janeiro confirmou 68 casos de sarampo.


A transmissão do sarampo se dá por meio de secreções ao tossir, espirrar, falar ou respirar. Os sintomas são febre, acompanhadas de um ou mais dos seguintes sinais e sintomas: tosse, coriza, conjuntivites e manchas vermelhas pelo corpo.

“Vacinar é a única forma de proteger a criança contra o sarampo, uma doença que estava erradicada. A expectativa deste Dia D é estimular a imunização, fazendo com que os pais ou responsáveis levem seus filhos aos postos para garantir a cobertura vacinal”, explica o secretário municipal de Saúde, Manoel Barreto.

Em paralelo a intensificação na vacinação, as unidades básicas de saúde estarão oferecendo testes rápidos e orientando à população sobre o tratamento da sífilis. O grande objetivo é identificar e reduzir casos da doença, principalmente em gestantes, já que a infecção pode ser transmitida para o bebê. O tratamento é gratuito e realizado no município.

“Se a doença for identificada de forma precoce e o tratamento for feito corretamente, a chance de cura é de 100%. Vale lembrar que durante a semana os postos de saúde também vacinam e realizam testes contra a sífilis”, garante o secretário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages