Polícia vai ao Guandu e investiga possível sabotagem na água - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

16/01/2020

Polícia vai ao Guandu e investiga possível sabotagem na água


Policiais Civis seguiram na tarde desta quinta-feira (16/01) para a Estação de Tratamento de Água do Guandu, na cidade de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Existe uma desconfiança dos agentes sobre uma possível sabotagem na mudança da água do RJ. Equipes da Delegacia de Defesa de Serviços Delegados (DDSD) irão colher dados e ouvir funcionários terceirizados. 



O caos no Rio completa 13 dias de água turva, com cheiro forte e gosto de barro. O problema ocorre pouco mais de uma semana, que a água da Cedae passou a apresentar uma cor estranha. Moradores da Baixada Fluminense disseram que deste segunda-feira, o cheiro e gosto da água piorou. "tá mais forte o cheiro de cloro com gosto de barro. Parece que eles querem nos matar." Disse Marilene dos Santo, moradora de Belford Roxo.

Vale lembrar também, que a vontade do governo, sempre foi privatizar a Cedae, mas privatizar sem concorrência, a mudança no serviço prestado, dificilmente será mudado. A polícia não descarta nenhum informações e segue com as investigações.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Por Redação Jornal Destaque Baixada
16/01/2020
Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

cel

Post Bottom Ad

Pages