Médico insulta e humilha técnica de enfermagem dentro de hospital em Nova Iguaçu - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

12/02/2020

Médico insulta e humilha técnica de enfermagem dentro de hospital em Nova Iguaçu


NOVA IGUAÇU - Um vídeo que foi postado na internet nesta terça-feira (11/02) acabou viralizando em minutos na rede. Nele aparece o médico José Gilberto Luna Sobrinho insultando uma técnica de enfermagem em um hospital de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O vídeo causou revolta na classe e também na população. Nele, o Doutor aparece deitado em uns dos leitos e em seguida, se levanta em direção a profissional de enfermagem, onde dá início aos insultos com xingamentos direcionado a ela.



“Eu sou médico, eu aplico, dá. Cadê a medicação? (...) Então vai, dá que eu aplico, sua incompetente”, diz o médico. que retorna e volta a xingar, humilhar e ameaçar a enfermeira. “É o que? Fala alguma coisa, fala alguma coisa. Miserável. Amanhã eu vou chegar no gerente geral do hospital e falar sobre você como um médico. Você é uma miserável, você é. Sua fud#@%”.



Após receber os ataques na rede, o médico se manifestou e disse que estava alterado por ter consumido vinho e que tem amor pela enfermagem. Ele ainda disse que naquele momento, ele não médico e pediu desculpas sobre o episódio. O Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro (Coren-RJ) se manifestou e destacou o caso como abusivo e repulsivo. 

"Sobre o incidente no Hospital N. S. de Fátima, em Nova Iguaçu, onde um paciente, o médico José Gilberto Luna Sobrinho, agride a técnica de enfermagem com palavras de baixo calão e ameaças, o Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro informa que a preocupação, no primeiro momento, foi de apurar os fatos e acolher a agredida, assegurando que serão tomadas providencias jurídicas em seu apoio.



Desde ontem, a conselheira Rogéria Nascimento vem acompanhando o caso. Hoje à tarde, uma delegação do Coren-RJ irá ao Hospital N. S. de Fátima, em Nova Iguaçu, para apoiar a enfermeira responsável técnica e equipe de enfermagem.

Também será feito um Ato de Desagravo Público à técnica de enfermagem humilhada, em repúdio à atitude do agressor. O Coren-RJ cobrará uma posição do Cremerj em relação à atitude do médico Gilberto Luna, que fere a ética da conduta profissional, uma vez que impõe seu título de médico para exigir privilégios e fazer ameaças usando desta condição como prerrogativa." Disse a nota. (Veja o vídeo abaixo).


TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Por Redação Jornal Destaque Baixada
12/02/2020
Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

cel

Post Bottom Ad

Pages