Rio de Janeiro confirma o primeiro caso de transmissão local do coronavírus - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

12/03/2020

Rio de Janeiro confirma o primeiro caso de transmissão local do coronavírus


Em reunião com os presidentes do Senado e da Câmara e líderes partidários, o ministro da Saúde Luiz Mandetta disse que, a partir da semana que vem, a contaminação pelo coronavírus se dará em progressão geométrica, que a situação é alarmante e o país tem que se preparar. O secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, confirmou, na manhã desta quinta-feira (12), o primeiro caso de transmissão local do coronavírus no Rio de Janeiro.



Mandetta fez um apelo pedindo recursos e disse que o SUS não vai suportar toda a demanda. Ele anunciou que a Agência Nacional de Saúde vai obrigar hospitais privados e planos de saúde a atenderem os pacientes e a lidarem com tudo o que diz respeito ao coronavírus. Após a reunião acabar, foi dito que deverá ser publicada uma MP nesta quinta-feira (12/03) que libera R$ 5 bilhões emergenciais para o Ministério da Saúde, conforme foi solicitado pelo ministro Mandetta ao Congresso.



No Rio, o secretário de saúde durante entrevista ao Bom dia Rio, da Tv Globo, ele confirmou o primeiro caso de transmissão local do coronavírus. “Tivemos ontem a confirmação de um exame de contraprova pela Fiocruz, que faz com que o Rio de Janeiro tenha tido o primeiro caso de transmissão local do vírus”, disse o secretário. A medida faz com que o estado passe para o nível 1 do Plano de Contingência, que prevê a disponibilidade de 206 leitos exclusivos para tratamento de casos graves de pessoas infectadas em hospitais espalhados pelas diversas regiões, incluindo unidades municipais e federais, além da rede estadual. 



Ainda conforme o secretário, é importante que pessoas mais sensíveis ao vírus – idosos acima de 60 anos, pessoas que já têm doenças cardíacas ou pulmonares – comecem a mudar seus hábitos. "Não faz sentido que elas continuem frequentando locais de grande adensamento, como metrôs, trens, cinemas – que têm menos pessoas, mas são locais fechados – e estádios de futebol. E mesmo eventos em locais abertos, como comícios e shows, devem ser evitados".



A primeira transmissão local no estado do Rio ocorreu durante um congresso médico. Um homem de 72 anos participou do simpósio e contraiu o vírus. Logo depois, contaminou a sua companheira. Os dois seguem sendo monitorados.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

12/03/2020
Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

cel

Post Bottom Ad

Pages