Cloroquina passa a ser usada no tratamento de pacientes com coronavírus em Nova Iguaçu - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

11/04/2020

Cloroquina passa a ser usada no tratamento de pacientes com coronavírus em Nova Iguaçu


NOVA IGUAÇU - O Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) já utiliza a cloroquina para tratar pacientes infectados por coronavírus. Inicialmente, os médicos estão seguindo o protocolo do Ministério da Saúde. As informações foram confirmadas pelo Dr. Joé Sestello, diretor do Hospital da Posse, que passou um panorama dos casos de Covid-19 em Nova Iguaçu e os tratamentos de combate à doença.



A cloroquina um remédio utilizado contra lúpus eritematoso sistêmico, malária, artrites e síndrome de sjogren. O uso do medicamento foi defendido pelo presidente Jair Messias Bolsonaro, durante várias coletivas à imprensa, contra o coronavírus. A cloroquina também foi indicado por pesquisadores internacionais e autorizado pelo Ministério da Saúde. Inicialmente, o protocolo previa o uso em pacientes internados em estado grave. 



"Eu digo que a rotina do Hospital Geral de Nova Iguaçu mudou muito. É uma rotina, que tem colocado a gente em uma preocupação extrema, porque não tenha dúvida nenhuma, de que a doença trás uma complicação muito importante. Não podemos desafiar o vírus em momento nenhum. Alguns pacientes apresentam uma forma mais leve da doença, isso faz com que as vezes algumas pessoas não possam acreditar na gravidade extrema.



A cloroquina é uma medicação, que tem se tornado eficaz mundialmente para tratar essa doença, porém, ela também como qualquer outro medicamento, tem efeitos colaterais, que não são efeitos pequenos. Então é importante ser analisado por uma equipe médica, na indicação do medicamento, porque ela pode causar arritmias e essas arritmias podem causar um comprometimento muito grave no paciente, pois daqui a pouco deixaremos te ter uma pandemia do coronavírus, para uma pandemia da cloroquina, por arritmias, que seria muito grave, então nós temos muito cuidado." Disse Joé, bastante confiante e ele ainda pediu para que a população mantenha-se a calma e quem puder, fique em casa.

De acordo com o médico, os pacientes sintomáticos, são acompanhados e colocados em isolamento domiciliar, caso ocorra algo fora do normal, este paciente deve retornar para a unidade.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Reportagem Diego Quaresma
11/04/2020
Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

cel

Post Bottom Ad

Pages