Família de homem morto em Belford Roxo diz que PMs confundiram vassoura que ele segurava com um fuzil e atiraram - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

25/03/2022

Família de homem morto em Belford Roxo diz que PMs confundiram vassoura que ele segurava com um fuzil e atiraram


A Polícia civil está investigando a morte de um vigia de um posto de Saúde da cidade de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Fábio Tavares da Silva, foi baleado por 7 tiros de fuzil durante uma operação da Polícia militar, na Comunidade da Guácha, na terça-feira (22/3).

A família acusa a PM pela morte dele e afirma que no momento que Fábio foi baleado, ele estava segurando uma vassoura e os policiais confundiram com um fuzil.

A PM confirma que no momento havia ocorrido uma operação na região e que havia ocorrido um confronto com criminosos no local e dois suspeitos ficaram feridos. Com eles, foram encontrados um rádio comunicador e duas pistolas. A família também contesta que o vigia estava armado e que ele trabalhava em dois lugares.

A prefeitura de Belford Roxo confirmou a informação da família e disse que Fábio era zelador lotado na Secretaria Municipal de Educação, mas estava cedido temporariamente para a Secretaria de Saúde.

"Meu irmão foi abrir o portão do posto de saúde e estava com uma vassoura na mão que foi confundida pelos PMs com um fuzil", afirma Rosenir Tavares da Silva, de 48 anos.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Publicado em 25/03/2022

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

©2022 I Todos os direitos são reservados ao Jornal Destaque Baixada, conforme a Lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas.

Pages