Belford Roxo promove palestras informativas nas unidades de saúde - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

27/04/2022

Belford Roxo promove palestras informativas nas unidades de saúde

Fotos: Rafael Barreto/PMBR
Fotos: Rafael Barreto/PMBR

A Secretaria de Saúde de Belford Roxo está percorrendo as unidades de saúde com palestras informativas. Nesta quarta-feira (27-04), os pacientes da Policlínica do Wona puderam tirar dúvidas e obter informações sobre tabagismo, diabetes e hipertensão que fazem parte do Programa de Doenças Crônicas não Transmissíveis que conta com mais de 1.600 pacientes cadastrados e funciona no setor de Vigilância Epidemiológica, rua José da Cunha, 260, Areia Branca.

Trabalhando no programa, a assistente social Ana Cláudia destacou que o governo sempre abre as portas para a população quanto a serviços e informações e é importante que os moradores estejam juntos com os programas. “Sempre tem alguém que conhecemos que tenha ou vai desenvolver uma das três doenças e é necessária essa conscientização para deixar claro que existe tratamento e de que maneira pode ser feito com medicação. Nosso trabalho é promover a saúde”, explicou Ana Cláudia.

A assistente social ainda compartilhou com os pacientes que seu pai é diabético e ouviu de uma médica há alguns anos que a alimentação influencia no desenvolvimento dessas doenças. “É sempre bom ter hábitos saudáveis e procurar comer o que existe pé, como por exemplo: pé de alface, pé de frutas e por aí vai. As academias ao ar livre que foram construídas nas praças estão fazendo muito bem aos nossos pacientes. Os usuários têm uma qualidade de vida melhor”, concluiu.

De acordo com Ana Cláudia, o paciente vem encaminhado das Unidades de saúde e o tratamento é feito nas policlínicas do município. O Programa de Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) cadastra e, se o paciente for insulino 1 ou 2, ele tem direito ao kit que é composto por um aparelho, 100 fitas de verificação de glicemia, 100 lancetas (que são agulhas de furar o dedo). Se ele tem a idade menor ou igual a 15 anos e maior de 60, pega a caneta de insulina Penflex.

Já os pacientes NPH e/ou regular, de 16 anos a 19 e de 50 a 59 anos pegam de forma híbrida uma caneta e frasco. De 20 a 49 anos pegam seringa com agulhas. A insulina NPH, também conhecida como protamina neutra de Hagedorn, é um tipo de insulina humana utilizada no tratamento da diabetes, ajudando a controlar a quantidade de açúcar no sangue.

Esses insumos são entregues mensalmente pela farmácia do município aos pacientes que são cadastrados. Para isso é necessário ter uma declaração com validade de pelo menos seis meses.

Programas na área da Saúde

A palestra veio ao encontro do Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial (26-04). “Por isso as informações apresentadas aqui hoje são de suma importância. É necessário que a população saiba de seus direitos, onde tem acesso e como poder agregar a comunidade. São diversos programas na área da saúde e a Prefeitura com esse cuidado sempre orientando a população”, disse o diretor da unidade Édson Rocha Lima ao lado da faturista Giseli Souza.


Esperando pela consulta, Nilda Maria Roberto, 61, cuidadora de idosos, achou muito produtiva a palestra. “Não só para mim, mas para todos aqui. Foi falado sobre a forma de se alimentar, se cuidar e se tratar dessas doenças. Que essas palestras circulem nas unidades de saúde e instruam as pessoas para que tenham uma boa qualidade de vida”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

©2022 I Todos os direitos são reservados ao Jornal Destaque Baixada, conforme a Lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas.

Pages