Prevenção à violência começa pela educação em Queimados - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad




PUBLICIDADE

25/04/2018

Prevenção à violência começa pela educação em Queimados


Prefeitura inicia projeto nas unidades escolares do município que consiste em ronda feita por policiais e palestras educativas

Mais um dia normal para os alunos Escola Municipal Professor Alberto Pirro, no bairro Ponte Preta: no intervalo entre uma aula e outra, sorridos tímidos e olhares de reconhecimento surgiam nos corredores. Afinal, nesta quarta (25) acontecia a terceira visita dos policiais militares do projeto “Educação com Segurança” à instituição de ensino. Criada pela Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Segurança e Ordem Pública, a iniciativa promove um trabalho de prevenção e combate ao crime no entorno de escolas da rede municipal.
Com uma rotina de patrulhamento nos horários de maior movimentação – geralmente na entrada e saída dos turnos –, os agentes do PROEIS (Programa Estadual de Integração na Segurança), a serviço da Ronda Municipal, circulam pelas ruas próximas às escolas para coibir qualquer ação de aliciamento de menores ou tráfico de drogas.

Além da Escola Municipal Professor Alberto Pirro, fazem parte da rota da iniciativa as unidades: Oscar Weinschenck (Fanchem), Professora Scintilla Exel (Belmonte), Leopoldo Machado (Vila Pacaembu), Professora Maria Coragio Pereira Xanchão (Jardim da Fonte). De acordo com o Secretário da Pasta, Elias José, o projeto ainda está na fase de implantação, mas deve ser expandido em breve para todas as unidades de ensino da rede municipal.

“Além do patrulhamento ostensivo, queremos incluir os pais e familiares nas nossas programações. O próximo passo é realizarmos palestras sobre drogas e desenvolvermos outras atividades educativas em conjunto com os professores para proteger nossas crianças de atividades ilícitas. As direções das escolas têm sido parceiras nessa ideia”, declarou o gestor.

Mais segurança nas escolas

Cláudia Langer, que responde atualmente pela direção da unidade, afirmou que o corpo docente aprova o projeto e que os familiares dos alunos têm total abertura para participar ativamente dessa nova fase da rotina escolar.

“Temos desejado isso há muito tempo e é muito bom poder contar com policiamento próximo às escolas onde estudam crianças e adolescentes, que é uma faixa etária vulnerável em relação à criminalidade. Os alunos respeitam a figura do policial e os pais estão tendo cada vez mais a noção de que seus filhos têm sido protegidos enquanto estão aprendendo”, declarou a educadora.

A medida também vem recebendo elogios da comunidade local, como os proferidos pela comerciante Mary Anne Magalhães (34), que há dois anos é dona de uma mercearia em frente à unidade escolar.

“Ficamos mais tranquilos quando percebemos que existe um movimento pela segurança. Tenho comércio e sei que a presença de policiais é primordial para a manutenção da ordem. Onde há crianças e jovens então, é uma real necessidade”, afirmou a moradora do bairro.

25/04/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 984040-254

Post Bottom Ad

Pages