Casos de sarampo são registrados em Duque de Caxias e São João de Meriti - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

24/08/2019

Casos de sarampo são registrados em Duque de Caxias e São João de Meriti


Segundo Ministério da Saúde, casos de sarampo foram foram registrados nos municípios de Duque de Caxias e São João de Meriti, na Baixada Fluminense. A reportagem do Jornal Destaque Baixada entrou em contato com ambas prefeituras e somente Caxias respondeu nossas peguntas e disse que no momento há quatro casos suspeitos de sarampo na cidade, sendo que um, morador do município. Todos estão sendo acompanhados a espera da contraprova do exame para confirmação. 



"A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de Duque de Caxias já está cumprindo todos os protocolos de imunização de familiares e pessoas que tiveram contato com os pacientes. A SMS informa ainda que o município não recebeu até o momento nenhuma determinação sobre campanha de vacinação. Destaca ainda que a vacina contra o sarampo está disponível nas UPHs e no Centro Municipal de Saúde, para atualização da carteira de vacina, seguindo o seguinte calendário: 1 ano até 29 anos - duas doses na Caderneta. 30 até 49 anos - 1 dose. Profissional de Saúde - 2 doses em qualquer idade". Disse a nota. Já São João de Meriti preferiu ficar calado.



A vacinação deve ser feito em crianças entre 6 e 11 meses. A vacina aplicada aos menores de 1 ano é conhecida tecnicamente como “dose zero” e não é válida no calendário de vacinação da criança. Além dessa dose de reforço, os pais ou responsáveis devem retornar aos postos de saúde para que a criança a partir de 12 meses receba a vacina tríplice viral (1ª dose de sarampo, rubéola e caxumba), e entre 15 e 23 meses a tetra viral (2ª dose, mais varicela), respeitando o intervalo mínimo de 30 dias entre as vacinações. Adultos de até 49 anos que nunca se vacinaram ou não tem certeza se foram imunizados na infância podem comparecer a um posto de saúde para avaliação sobre a necessidade de aplicação da vacina e terão a caderneta atualizada. Profissionais da saúde devem ter duas doses da tríplice viral, independentemente da idade.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Por Redação Jornal Destaque Baixada
24/08/2019
Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages