Acusado pela morte de Marielle revela que foi assessor do PT, em Nova Iguaçu - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

06/11/2019

Acusado pela morte de Marielle revela que foi assessor do PT, em Nova Iguaçu


O ex-PM Élcio Queiroz, acusado pelo assassinato da Vereadora Marielle Franco, negou participação no crime. Em depoimento à Justiça por videoconferência através do Ministério Público do Rio (MP-RJ), ele  revelou que foi funcionário da Prefeitura de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, quando o prefeito era Lindbergh Farias, do Partido dos trabalhadores (PT). “O melhor patrão que tive.”



Ao saber do depoimento do acusado, o ex-prefeito de Nova Iguaçu se manifestou na rede social. "Esse Élcio nunca foi meu assessor. Ñ lembro dele. Estou vendo se trabalhou mesmo na prefeitura. Mas Isso é irrelevante. O certo, e está registrado, é q pertence a turma de Bolsonaro: contra direitos humanos, apoiador do golpe contra Dilma, eleitor do Capitao. O filho é deles". Disse Lindbergh Farias.


Procurada, a prefeitura de Nova Iguaçu se manifestou através de uma nota. "O ex-PM Élcio Queiroz revelou depoimento à Justiça por videoconferência ter trabalhado na Prefeitura de Nova Iguaçu. Ele foi nomeado em outubro de 2008 como assessor de Governo. Em novembro de 2008, ele foi exonerado e nomeado gerente de divisão da secretaria de obras, onde ficou até fevereiro de 2010. Durante os 16 meses que trabalhou na prefeitura,  ele recebia o salário de R$ 1.600,00". Disse. Parte do do depoimento está circulando na rede social. (Veja o vídeo abaixo).


TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

06/11/2019

Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages