Centro Especializado de Atendimento à Mulher de Japeri completa um mês com quase 80 atendimentos - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

4.12.2021

Centro Especializado de Atendimento à Mulher de Japeri completa um mês com quase 80 atendimentos


A cada dia que passa, as japerienses estão mais cientes de que têm a quem recorrer em caso de violência doméstica. Inaugurado há pouco mais de um mês, o Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam), no bairro Engenheiro Pedreira, vem consolidando um grande projeto em prol das mulheres em situação de vulnerabilidade social: desde que abriu as portas, o órgão - que é fruto de uma parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado - já atendeu e acolheu 77 vítimas.

Localizado no anexo da Secretaria Municipal de Assistência Social e Trabalho (Av. São João Evangelista, s/n - Centro de Engenheiro Pedreira - Japeri), o equipamento funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e conta com uma equipe interdisciplinar composta por assistentes sociais, psicólogos, advogada, educadores e motorista. “Japeri precisava de um órgão para esta causa. Aqui traçamos estratégias de ação que qualificam nossos profissionais para um acolhimento e uma abordagem humanizados, baseados em condutas éticas de sigilo e de compromisso com o resgate da autoestima e cidadania das mulheres atendidas. Aos poucos, as japerienses passarão a entender que não estão sozinhas nesta luta", declarou a superintendente do Ceam, Simone Lomeu.

Para a prefeita Dr.ª Fernanda Ontiveros, o órgão chegou como um divisor de águas no combate ao feminicídio na região. "Nossa prioridade é acolher e acompanhar as usuárias do Ceam com apoio psicológico, assistência social e orientação jurídica, de modo a fortalecer sua autoestima e possibilitar que se tornem protagonistas de seus próprios direitos. Não podemos aceitar os números crescentes de agressões e mortes das nossas mulheres como se fosse algo normal. Meu compromisso é lutar contra esse mal aqui em Japeri", afirmou a gestora.

Além dos serviços de acolhimento realizados pelo equipamento, o Ceam também promove palestras educativas sobre saúde feminina, alimentação e encontros periódicos com rodas de conversas. "Interrompemos as programações presenciais por conta do agravo da pandemia, mas seguimos a postos para socorrer essas chefes de família que sofrem em relações abusivas. Como Japeri não tinha qualquer organismo que trata-se da proteção da mulher vítima de violência, as japerienses recorriam a outros municípios para obter esse suporte. O Dossiê da Mulher de 2019 evidencia essa questão, onde a cidade lidera esse ranking. A chegada desse equipamento está sendo fundamental para reverter essa realidade", frisou o secretário de Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos, Rogério Sant'ana.

Informação e cuidado para quem precisa

O Ceam chegou para evitar que mais mulheres sofram violência doméstica, como Rosana Louzada (38). Vítima de agressões de seu então companheiro anos atrás, ela conta que não teve assistência do poder público e, por isso, criou o projeto "Nunca Mais". "Todas as mulheres são livres, isso elas precisam saber. E não é preciso viver dentro de um relacionamento abusivo por conta de um amor que não existe. Eu sou a prova viva que sobrevivi à violência doméstica e, por isso, acredito que mais mulheres possam superar essa situação", destacou a moradora do bairro Marabá, em Japeri.

O órgão também é ativo em assistir a população mais carente: para amenizar a escassez de alimentos agravada pela crise causada pelo novo coronavírus, uma ação realizada no fim de março distribuiu cerca de 50 cestas básicas a usuárias do espaço. A iniciativa aconteceu graças a uma parceria entre a Prefeitura de Japeri, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Trabalho, e a Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres, e contou com a participação de agentes da patrulha Maria da Penha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages