Alerj derruba veto e Governo deverá convocar candidatos afastados de curso dos Bombeiros - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

6.10.2021

Alerj derruba veto e Governo deverá convocar candidatos afastados de curso dos Bombeiros



Candidatos afastados do Curso de Formação de Soldados do Corpo de Bombeiros, em 2002, deverão ser convocados para reassumir suas funções. A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) derrubou, nesta quinta-feira (10/06), o veto do governador Cláudio Castro (PL) ao projeto de lei 3154/2020, do deputado Renato Zaca (PRTB), que pede a reassunção imediata dos aprovados.

A medida será enviada novamente para o Executivo e, caso não seja publicada em até 48 horas, será promulgada pelo presidente do Parlamento Fluminense, deputado André Ceciliano (PT), e publicada no Diário Oficial do Legislativo.

Em reunião de acordo sobre a pauta de vetos, o líder do governo, Márcio Pacheco (PSC), se comprometeu a corrigir as injustiças com os candidatos.

“Alguns bombeiros foram colocados no mesmo problema de fraudes que tiveram à época, mas já falei com a PGE e o comandante. Vamos tratar caso a caso e convocar aqueles que provarem o direito”, afirmou Pacheco.

O projeto de autoria de Renato Zaca, e que ganhou a coautoria de outros 14 deputados, pede que o governo tome as providências administrativas necessárias para agilizar a reassunção dos candidatos, cujos nomes já foram publicados em boletins internos da corporação e os processos estão em andamento desde então.

"A derrubada desse veto e reassunção desses candidatos à corporação vai corrigir uma injustiça que se arrasta há 19 anos. Há uma carência de soldados no Corpo de Bombeiros, e não é razoável que homens e mulheres aprovados no concurso, que cumprem os requisitos, continuem afastados de suas funções", defendeu Renato Zaca.

Coautor do projeto, o deputado Rosenverg Reis (MDB) ressaltou que os candidatos não podem mais esperar e pediu urgência ao líder do governo.




“São pessoas que investiram e apostaram em um concurso. O projeto vai reparar os danos, e peço que o comandante faça um plano de trabalho o quanto antes para colocar esses homens e mulheres para dentro e para reforçar o atendimento à população”, acrescentou Rosenverg.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages