Hospital de Magé terá 90 cirurgias por semana e centro de terapia de intensiva - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

segunda-feira, junho 07, 2021

Hospital de Magé terá 90 cirurgias por semana e centro de terapia de intensiva


Desde que assumiu a Prefeitura, o prefeito Renato Cozzolino tem se empenhado para reestruturar todo o sistema de saúde, inclusive do Hospital Municipal que funcionava como pronto socorro. A administração municipal iniciou as obras da unidade que será “de fato” referência de emergência na cidade com dois centros cirúrgicos, um CTI com 20 leitos e exames de tomografia e ressonância 24 horas.

 “O hospital de Magé é o coração da cidade e vamos transformá-lo no Magé Dor. Com essa obra, vamos inaugurar o mais rápido possível nosso centro cirúrgico, onde serão feitas 360 cirurgias mensais e mais de 4 mil por ano. Se Deus quiser, em um ano vamos zerar a fila de cirurgia de baixa e média complexidade. Vamos implantar também o nosso CTI, algo inédito na nossa cidade, mas é o que o nosso povo precisa e assim vamos fazer, porque o cidadão merece ser tratado com respeito, carinho e amor”, explica o prefeito.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o hospital foi encontrado abandonado. “Pegamos esse hospital basicamente parado, porque a Vigilância Sanitária queria interditar a unidade e não teríamos mais essa unidade. O prefeito garantiu que ia revitalizar o Hospital e é isso que estamos fazendo”, disse o secretário de Saúde, José Carlos de Oliveira.

A obra do hospital trará uma nova realidade para a saúde da cidade. O hospital já tem um centro cirúrgico que nunca foi usado, as salas viraram depósito e já estavam se degradando. Agora, o centro cirúrgico será reformado e 360 cirurgias de baixa e média complexidade serão feitas na unidade. Além disso, terá uma Unidade para Pacientes Graves (UPG) com oito leitos para o pós-operatório.

“Estou aqui todos os dias às 6h para olhar essa obra que terá duas salas de cirurgias. Quero destacar que o mageense será operado perto de casa e dentro da sua própria cidade. Chega de aguardar uma vaga durante anos e ainda ter que se deslocar para longe”, frisa José Carlos.

O secretário também frisou a importância do Centro de Terapia Intensiva dentro do hospital. “Aqui tinha uma UPG que não funcionava como deveria, mas agora teremos 20 leitos de CTI, sendo um deles de isolamento. Vamos acabar com angústia de solicitar vaga de CTI para outro município. Essa semana, por exemplo, estávamos pedindo uma vaga para um paciente que precisava muito do CTI e demorou um dia para conseguirmos. Isso é um problema para a família que fica angustiada e para nós que cuidamos de vidas”, conta.

Outra novidade após a reforma é a instalação de um centro de imagem. “A unidade só funciona com o raio-x, como uma unidade de referência na região não tem uma tomografia? O paciente precisa sair da unidade, fazer o exame e retornar. Vamos acabar com isso também, porque teremos um tomógrafo e um aparelho de ressonância magnética para que o paciente faça todo o tratamento dentro da unidade”, garante Renato Cozzolino.

“Nossa meta é entregar o hospital o mais rápido possível com centro cirúrgico funcionando, o CTI e o centro de imagem, porque será uma das maiores conquistas na Saúde de Magé nesses últimos anos”, finaliza o prefeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675


Post Bottom Ad

Pages