Donos de falsa empresa de investimento são presos em Petrópolis - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

quarta-feira, outubro 27, 2021

Donos de falsa empresa de investimento são presos em Petrópolis



Policiais civis da 105ª DP (Petrópolis) prenderam, nesta terça-feira (26/10), duas pessoas que se passavam por diretores de uma empresa de investimentos que não existia. Havia contra eles mandados de prisão preventiva pelo delito de estelionato. Um homem foi preso no bairro do Riachuelo, Zona Norte do Rio, e uma mulher foi capturada na Barra da Tijuca, Zona Oeste.


Segundo as investigações, um deles criou, em meados de 2020, uma empresa denominada Start Investimentos com o objetivo de supostamente realizar investimentos no mercado financeiro. A empresa, porém, nunca foi formalmente constituída, não possuindo CNPJ ou registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Os dois se apresentavam aos investidores como executivos da empresa e atuavam na captação de clientes fornecendo palestras on-line e distribuindo brindes com a marca da Start Investimentos, na intenção de dar uma aparência de legalidade ao negócio e enganar as vítimas. Utilizavam também páginas de redes sociais, onde ostentavam fotos de luxo que serviam de propaganda para seus negócios.

Os estelionatários angariavam agentes que ajudavam a captar clientes com a finalidade de arrecadar fundos que seriam investidos em compra de ações de empresas de renome. Eles prometiam retorno financeiro bem acima da média do mercado financeiro, cerca de 10% ao mês de retorno pelo valor empenhado.

O esquema, de acordo com o apurado, era uma pirâmide financeira. Nenhuma ação era adquirida e todo o capital depositado pelos lesados ficava em uma conta de titularidade do homem preso nesta terça-feira.

Pelo menos até o fim de agosto deste ano, os acusados figuravam em 63 ocorrências policiais pela prática de crimes de estelionato nas cidades de Petrópolis, Paty do Alferes, Miguel Pereira, Magé e Duque de Caxias, tendo causado prejuízo financeiro de cerca de R$ 4 milhões a aproximadamente 10 mil vítimas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675


Pages