Sem dinheiro para comprar gás, moradoras de Belford Roxo improvisam fogões a lenha - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

terça-feira, outubro 19, 2021

Sem dinheiro para comprar gás, moradoras de Belford Roxo improvisam fogões a lenha


Os dias não têm sido fáceis para a população de baixada renda. O problema das famílias se agravou ainda mais com o aumento nos preços dos alimentos e gás. A reportagem vinculada no RJ1, da Globo, mostra duas moradoras de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, como estão se virando sem poder comprar o essencial, hoje algo que virou luxo.

Dona Eliete não pôde mais trabalhar; Dona Rosa reativou seu fogão a lenha. O bujão no município custava R$ 50 em 2020. Agora, é vendido a quase R$ 100.

Dona Rosa ganha a vida vendendo angu à baiana. Sem dinheiro para o botijão, precisou reativar o fogão a lenha para cozinhar.


“Eu dependo do bujão para vender meu angu à baiana e sobreviver. Estando ao relento, o vento acaba com o gás muito rápido, não dura um mês. É uma situação muito difícil”, disse Rosa a reportagem.

A dona de casa Eiliete de Lima Ferreira também dependia do gás, com o qual fazia o café que vendia na região — e ganhava R$ 50 por dia.

“Eu estou sem trabalhar desde sexta-feira (15). Na madrugada de quinta (14), acabou o gás”, contou.

A despensa dela já tinha esvaziado quando o botijão zerou. A ONG Sim! Eu sou do meio, que já atendia netos dela, ajudou com o que pôde. A cozinha da entidade também está precisando de doações para manter as 500 refeições por semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675


Pages