Pessoas ficam desalojadas após fortes chuvas em Nova Iguaçu; cidade voltou ao estágio de atenção - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

quarta-feira, dezembro 15, 2021

Pessoas ficam desalojadas após fortes chuvas em Nova Iguaçu; cidade voltou ao estágio de atenção


Nova Iguaçu voltou ao estágio de atenção nesta quarta-feira (15), um dia após o temporal que causou alagamentos em diversos pontos da cidade. Equipes de diversas secretarias municipais seguem trabalhando para reduzir os impactos causados pela tempestade. De acordo com o último boletim da Defesa Civil, emitido às 10h30, 15 ocorrências foram registradas. Três pessoas ficaram desalojadas e foram atendidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS). Não houve registros de desabrigados ou feridos.

A chuva começou por volta das 15h30 desta terça-feira (14) e logo se intensificou. O Centro foi um dos mais atingidos, com maior acúmulo pluviométrico em Moquetá, onde choveu 70,2 mm em apenas uma hora, o que corresponde a aproximadamente 30% da média mensal de chuva para a região.

Em Moquetá houve ainda a queda de uma árvore sobre um imóvel e queda de telhado. Outras duas árvores caíram em Jardim Laranjeira e Carmari. Também foram registrados deslizamento de barranco em Três Corações, rachadura em imóvel em Figueira, queda de muro em Ponto Chic e alagamentos em Santa Rita, Jardim Nova Era, Posse e Kennedy

Apesar dos transtornos causados pela chuva, não houve necessidade de abertura dos pontos de apoio.

Equipes da prefeitura atuam nas ruas da cidade

Mais de 110 agentes da prefeitura e voluntários estão atuando em diversos pontos da cidade desde o início da manhã desta quarta-feira (15). Até as 10h30, 10 das 15 solicitações já haviam sido atendidas pela Defesa Civil. Um imóvel foi totalmente interditado e outro teve interdição parcial.

Equipes da Empresa de Limpeza Urbana (Emlurb) percorreram os bairros cortados pela Avenida Abílio Augusto Távora (antiga Estrada de Madureira) para retirar das ruas a lama que desceu da Serra do Vulcão. Um dos pontos mais atingidos foi a Rua Jornalista Valcir Almeida, no Bairro da Luz, onde equipes da Emlurb e da Defesa Civil fizeram, respectivamente, limpeza e vistoria. Já os agentes da Secretaria de Serviços Públicos estão limpando galerias nos bairros Grama, Cerâmica e Posse, obstruídas por lixo.



Funcionários das secretarias municipais de Assistência Social (SEMAS), de Infraestrutura (SEMIF) e de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana (SEMTMU) também estão atuando nos pontos mais atingidos pela chuva.



A Defesa Civil pede que a população fique atenta aos avisos e alertas emitidos via SMS. Quem não tem o celular cadastrado e deseja receber as informações deve enviar uma mensagem de texto para o número 40199 e indicar o CEP de interesse, podendo cadastrar mais de um. Após feito o cadastramento, o celular estará apto a receber alertas e recomendações da Defesa Civil. O órgão também emite alertas aos telespectadores de serviços de TV por assinatura. As mensagens são exibidas para assinantes da Claro NET, Vivo, Oi, Sky e Nossa TV.

Cidade conta com pontos de apoio e abrigos temporários

Com a aproximação do verão e as iminentes tempestades típicas da estação, a Defesa Civil, com o apoio das secretarias municipais de Assistência Social e de Educação, criou uma estratégia para que as famílias que vivem em áreas de risco possam se abrigar da chuva em segurança. Para isso, 36 pontos de apoio e abrigos temporários ficarão disponíveis para a população quando houver fortes chuvas.

Qualquer informação, alteração ou emergência deve ser comunicada imediatamente pelos telefones 199, 3779-0660 ou 98160-9740. Clique aqui para conferir os pontos de apoio e abrigos temporários disponíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675


Pages