Jovens 'tiktokers' que simularam furto no Rio são identificados e vão responder por incitação ao crime, diz polícia - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

24/01/2022

Jovens 'tiktokers' que simularam furto no Rio são identificados e vão responder por incitação ao crime, diz polícia


Policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) identificaram, nesta segunda-feira (24/1), todos os envolvidos no vídeo que viralizou nas redes sociais sobre a narração de um suposto furto de aparelho de telefone celular, no último domingo (23), na praia de Copacabana, Zona Sul do Rio. Tratam-se de um jovem, de 19 anos, e três adolescentes de 17, 15 e 14 anos.

As investigações tiveram início logo após a divulgação das imagens. Foram realizadas diligências a fim de checar os fatos, identificar os envolvidos e a apurar as circunstâncias da prática criminosa. Nas primeiras horas desta segunda-feira, os agentes da DPCA localizaram os quatro, que foram conduzidos à delegacia. Eles prestaram depoimento na companhia dos responsáveis e responderão pela prática de incitação ao crime.

De acordo com os policiais, foi apreendido o aparelho de telefone utilizado para a gravação. Nele, foi possível constatar diversas tentativas de produzir o vídeo, comprovando, então, que se tratava de uma simulação para publicação em rede social.

A DPCA segue atenta aos crimes praticados por adolescentes relacionados ao verão e ao fluxo intenso de banhistas nas praias do Rio de Janeiro.

Os rapazes usaram a mesma rede social para informar que não passava de uma brincadeira, mas o vídeo já havia viralizado em várias redes.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Publicado em 24/01/2022

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

©2022 I Todos os direitos são reservados ao Jornal Destaque Baixada, conforme a Lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas.

Pages