Águas do Rio realiza inclusão de aproximadamente 12 mil moradores da Baixada Fluminense na tarifa social - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

17/02/2022

Águas do Rio realiza inclusão de aproximadamente 12 mil moradores da Baixada Fluminense na tarifa social



“Com a facilidade da tarifa social, o valor da conta de água é acessível e vamos poder manter o pagamento em dia. Nada melhor do que conseguir honrar com nossos compromissos. Fora que ter água nas torneiras todos os dias é maravilhoso! Um sonho que se tornou realidade”, comemora Aline Silva, residente em Belford Roxo. Ela é um dos mais de 12 mil moradores da Baixada Fluminense cadastrados para receber o benefício da tarifa social, que promove o acesso ao saneamento básico para famílias de baixa renda.

Atualmente, menos de 1% dos clientes da concessionária possui essa tarifa especial e o contrato de concessão prevê aumentar esse percentual para 5%. No entanto, a proposta da empresa é ir além para que todos tenham acesso à água tratada e ao serviço de esgoto coletado e tratado. Nas áreas mais vulneráveis, a empresa mantém um programa de relacionamento com as lideranças comunitárias para conhecer as reais necessidades e oferecer respostas às demandas da população. Esse programa, chamado Afluentes, promove ainda a inclusão na tarifa social.

Para a Organização das Nações Unidas (ONU), o consumo médio de água é de 110 litros por habitante/dia, suficientes para uma pessoa suprir as necessidades diárias de consumo e higiene. “A tarifa social dá acesso a 15 mil litros de água mensais, o que permite uma família com quatro pessoas viver com o conforto de ter água potável na torneira de casa. Assim, entendemos que esse benefício é um importante mecanismo que oferece dignidade e saúde para a população”, avalia Cleyson Jacomini, diretor-superintendente da Águas do Rio, com atuação em Duque de Caxias, Belford Roxo, Magé e São João de Meriti.

Para Luiz Fabbriani, diretor-superintendente da concessionária nas cidades de Japeri, Queimados, Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis, cada cidadão que paga a sua conta de água contribui para o avanço do saneamento básico e para que esses serviços essenciais cheguem às pessoas com menor poder aquisitivo. “Já são quase 40 mil imóveis cadastrados nas cidades que atendemos na Baixada Fluminense. Muitos estão tendo um comprovante de residência pela primeira vez. O nosso propósito é trabalhar para que cada vez mais famílias tenham acesso à água tratada e aos inúmeros benefícios do saneamento”, enfatiza Fabbriani.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

©2022 I Todos os direitos são reservados ao Jornal Destaque Baixada, conforme a Lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas.

Pages