Prefeitura do Rio divulga ações para minimizar efeitos da greve dos rodoviários - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

29/03/2022

Prefeitura do Rio divulga ações para minimizar efeitos da greve dos rodoviários


A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), informou sobre as ações implantadas em função da greve geral dos rodoviários, que afeta a circulação de todas as linhas de ônibus convencionais e do BRT, desde as primeiras horas desta terça-feira, dia 29 de março.

A Seop e a Guarda Municipal, com o apoio da Polícia Militar, mobilizaram seus efetivos de segurança para, em trabalho conjunto com os agentes do BRT Seguro, monitorar as garagens do sistema BRT. Também reforçarão as equipes nas principais estações e terminais para garantir a segurança dos passageiros. Equipes de segurança e fiscais de transporte também foram mobilizadas para atuar nas garagens dos ônibus comuns e do BRT.

Ônibus convencionais:

As providências legais para assegurar a retomada de uma frota mínima estão sendo tomadas pela Procuradoria Geral do Município.

Diante da paralisação geral, os operadores dos outros modais estão sendo mobilizados para reforçar a operação, por meio do Centro Integrado de Mobilidade Urbana (CIMU), no COR.

As operações dos modais serão reforçadas da seguinte forma:

VLT: extensão do horário de pico de acordo com a demanda, garantindo 7 minutos de intervalo nas 3 linhas.

Metrô: oferta extra nos horários de entrepico conforme necessidade, podendo também estender os horários de pico nos trens e Metrô na Superfície.

Supervia: oferta de trens reservas posicionados no Ramal Santa Cruz e Gramacho. Caso a demanda de passageiros tenha acréscimo, os mesmos serão adicionados à operação, podendo antecipar a operação do pico vespertino.

Barcas: Uso de embarcações maiores na ligação Cocotá - Praça XV. Os horários das linhas, exceto Cocotá e Paquetá, foram retomados de acordo com os intervalos pré-pandemia.

Intermunicipais: Reforço de linhas que passam no município.

Ações complementares:

As vans e os "cabritinhos" – veículos que circulam em comunidades - estão autorizados a desviar o itinerário para atender estações de trem, metrô e BRT nas áreas de planejamento das respectivas linhas e uso das faixas de BRS. Haverá fiscalização de cobrança de tarifas abusivas nas vans pela SEOP/CETC, nos táxis, por meio do aplicativo Taxi.Rio e em ônibus executivos, em caso de denúncias feitas pela SMTR.

A CET-Rio monitora pontos críticos quanto a eventuais impactos na circulação para ações de operação de tráfego com objetivo otimizar a fluidez do trânsito principalmente nos arredores dos terminais Alvorada, Recreio, Fundão, Jardim Oceânico, Central do Brasil e Mato Alto.

A Secretaria de Transportes alerta a quem precisa trabalhar presencialmente, que utilize o Metrô, Barcas, Supervia e VLT. Quem puder, viaje fora dos horários de pico ou trabalhe de casa. Além das notícias divulgadas pela imprensa, a população pode acompanhar as atualizações sobre a paralisação e orientações da Prefeitura pelas redes sociais do COR (Twitter e Instagram), da SMTR (Instagram e Facebook), pelos apps AlertaRio e Quicko e também por meio de mensagens exibidas em painéis variáveis da CET-Rio. Reclamações podem ser feitas pela Central de Atendimento 1746 e pelo Chat do Taxi.Rio.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Publicado em 29/03/2022

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

©2022 I Todos os direitos são reservados ao Jornal Destaque Baixada, conforme a Lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas.

Pages