Em Queimados, polícia estoura fábrica clandestina de bebidas e liberta trabalhadores em cárcere privado - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

19/04/2022

Em Queimados, polícia estoura fábrica clandestina de bebidas e liberta trabalhadores em cárcere privado



Uma denúncia anônima levou a Polícia Militar a um endereço de um galpão, na cidade de Queimados, na Baixada Fluminense. Ao chegar na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, no bairro Vila São João, militares do 24° BPM (Queimados) estouraram um fábrica clandestina de bebidas.

Ainda no local, os agentes encontraram trabalhadores que eram mantidos em cárcere privado. No depósito, os rótulos de bebidas inferiores, eram substituídos por outras de marcas famosas e mais caras. 

Os 12 homens que trabalhavam no depósito, contaram para os policiais que eram mantidos em cárcere privado, onde durante o dia, eles eram obrigados a fazer a adulteração nas bebidas e quando chegava a noite, eles dormiam em colchonetes improvisados, ou seja, mantidas em situação análoga a escravidão. 

Em depoimento na Delegacia, os homens contaram que vieram de Tocantins e Goiás, por causa de uma promessa de emprego, mas quando chegaram no Rio, foi aí que descobriram que era uma verdadeira cilada. Nem a chave do portão eles tinham e ficavam trancados no depósito.

Elas foram foram libertadas e a polícia Civil investiga o caso.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Publicado em 19/04/2022

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

©2022 I Todos os direitos são reservados ao Jornal Destaque Baixada, conforme a Lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas.

Pages