Estudante de 15 anos foi morto a pauladas e pedradas em Nova Iguaçu, diz polícia - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

Home Top Ad

PUBLICIDADE

18/08/2018

Estudante de 15 anos foi morto a pauladas e pedradas em Nova Iguaçu, diz polícia


NOVA IGUAÇU - A DHBF assumiu as investigações sobre um caso que parou a Baixada Fluminense, no início de final de semana. O assassinato do adolescente Luiz Carlos de Jesus Carvalho, de somente 15 anos, tem mobilizado a internet, que está chocada com a brutalidade do crime. De acordo com as primeiras informações, a procura do menino começou após ele não ter chego em casa, na tarde de quinta-feira (16), no bairro Juscelino, em Mesquita, também na Baixada.

Amigos e familiares foram para as redes sociais em desespero pedir ajuda, na tentativa de encontrar Luiz, pois a noite já havia caído e ele nunca se atrasou, sempre mantendo a família informada de onde estava.

Ainda segundo informações, o adolescente alguns dias atrás, havia sido assaltado e acreditava indo para sua residência pela linha férrea estaria mais protegido, porém, segundo relatos, Luiz com outros alunos, saíram da Escola Municipal Monteiro Lobato, em Nova Iguaçu, onde no caminho, se depararam com criminosos, mas os amigos do menino conseguiram correr e ele ficou para atrás, pois seu óculos havia caído, onde ele com muitas dificuldades para enxergar, acabou sendo alcançado pelos marginais. A notícia triste veio no outro dia. O garoto que era muito amado por todos, foi encontrado as margens da linha do trem, bem próximo ao viaduto do Caonze, no município de Nova Iguaçu e segundo a polícia, o adolescente foi espancado até a morte com pauladas e pedradas. 

A polícia segue colhendo investigando cada passo onde Luiz percorreu, quem souber de alguma informação que leve aos responsáveis pelo crime, pode ligar para 2253-1177, o sigilo é garantido.

"Muito cuidado com seus filhos, nunca imaginei que pudesse acontecer algo tão horrível como aconteceu, meu filho tem 11 anos e vai para a escola sozinho, pois tenho que ir trabalhar, mas hoje não sei o que vou fazer, nós estamos cada dia reféns dos bandidos, onde eles estão soltos e a gente presos, até quando isso? Alguém precisa fazer alguma coisa, descanse em paz pequeno Luiz, a justiça vai chegar". Disse uma mãe desabafando na rede social.

Reportagem: Diego Quaresma
Por: redação jornal Destaque Baixada
18/08/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 984040-254

Post Bottom Ad

Pages