Belford Roxo realiza exames dermatológicos em carreta do projeto Roda-Hans - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

09/08/2019

Belford Roxo realiza exames dermatológicos em carreta do projeto Roda-Hans


Uma carreta de 16 metros de comprimento e quatro de largura, com cinco consultórios e uma sala para a realização de coleta de exames laboratoriais estacionou na Praça Getúlio Vargas, Centro de Belford Roxo nesta sexta-feira (9). O veículo, que faz parte do projeto Roda Hans, contou com profissionais especialistas, promovendo atendimento dermatológico, gratuitamente, das 9h às 16h, através de senhas. A iniciativa é da Secretaria Municipal Adjunta de Epidemiologia, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde e Ministério da Saúde. O objetivo foi diagnosticar casos novos de hanseníase e acabar com preconceitos a respeito da doença. Setenta pessoas em Belford Roxo estão fazendo tratamento da doença.

O secretário de Saúde, Flávio Vieira, alertou que a hanseníase é uma doença silenciosa e de difícil detecção. “Essa carreta é uma grande vitória. Ela está pela primeira vez no Estado do Rio de Janeiro e conseguimos trazê-la para o nosso município. Com essa mobilização já encontramos alguns casos e a secretaria vai acompanhar e saber as causas para controlar a doença em Belford Roxo. Esse evento representa um marco para começarmos uma campanha de erradicação da doença no município”, destacou Flávio. 

De acordo com o secretário executivo de Epidemiologia, Robson Sarmento, o Binho, o trabalho de prevenção e tratamento da doença já existe no município em quatro pontos. “Atendemos no CACE (Santa Maria), Policlínicas de Heliópolis, Neuza Brizola e do Idoso. Nessas unidades são feitos os diagnósticos, tratamento e medicação gratuita distribuída pela Organização Mundial de Saúde. Os principais sintomas são manchas esbranquiçadas ou avermelhadas com perda da sensibilidade térmica e dolorosa, caroços, pés e mãos dormentes, área do corpo dormente e perda de pelos e pele seca e dormente”, argumentou Robson Sarmento. 

Pontos estratégico

O diretor do Departamento de Prevenção e Controle de Doenças, Ricardo Lopes, informou que a ação da carreta é também uma capacitação prática para os funcionários de Belford Roxo e outros municípios participantes com a supervisão de professores do Ministério de Saúde. “Nosso objetivo é levar o programa para mais perto dos usuários e avançar em mais quatro pontos estratégicos. Os pacientes que se consultaram na carreta e os exames que deram positivo foram encaminhados para as unidades de referência”, concluiu.

Vanderson da Costa, 37 anos, veio de São João de Meriti para fazer os exames na carreta em Belford Roxo. “Minha médica me encaminhou para a consulta em Belford Roxo. Fiz todos os exames e o profissionais são ótimos. Agora é só aguardar. Precisamos de mais iniciativas como essa”, sugeriu Vanderson. Morador do Malha-pão, Robson da Silva, 62, estava passando pela praça e ficou curioso com a carreta. “Perguntei e os agentes comunitários me informaram o que era e o que é a doença. Aproveitei que estava sentindo umas coceiras e decidi me consultar”, disse Robson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages