Em meio a pandemia, irmãos se unem e lançam selo de Histórias em Quadrinhos totalmente interativa - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

7.07.2020

Em meio a pandemia, irmãos se unem e lançam selo de Histórias em Quadrinhos totalmente interativa


Com o intuito de ampliar a produção de histórias em quadrinhos (HQ) no Brasil, a editora Litere-se lança um selo especializado em publicação de HQ’s e lança sua primeira obra no segmento: Daisy - que retrata um enredo de terror tendo como fundo cidades da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Por conta da pandemia do novo coronavírus, a editora optou por não realizar um evento com autógrafos e sessão de bate-papo, mas que será feito de forma virtual.

A obra Daisy conta a história de uma jovem da Baixada Fluminense que é sonhadora como qualquer outra jovem menina, mas que desde muito cedo seu destino fora transformado por mãos alheias. Em universo que envolve emoções e adrenalina, cada personagem do livro traz o retrato de uma sociedade cheia de vícios, sem compaixão, criminosa além de atos que se tornaram banais na vida (ainda que bizarros).

E para inovar ainda mais em meio a pandemia, os irmãos Perla de Castro e Pietro Peres acrescentaram no livro uma novidade. Além da qualidade dos desenhos e do enredo escrito por Perla, a obra é totalmente interativa com sistema de áudio para dar ainda mais emoção a história. Quem adquirir o livro receberá um ‘Qr Code’ para acessar a novidade que compoẽ o desenrolar dos fatos.

O lançamento do selo e da primeira obra será realizada no dia 17/07 (sexta-feira) através de live no Instagram da editora (litereseeditora), às 18h. A live será totalmente interativa e os amantes de histórias em quadrinhos vão poder tirar dúvidas e conhecer o livro.

Segundo a editora-chefe da Litere-se, Perla de Castro, o lançamento do selo é um sonho antigo da editora. “Vimos a necessidade de lançar este selo para a editora e que assim pudéssemos abrir espaços para narrativas diferentes e, claro, direcionado para o público infantojuvenil e juvenil. HQ sempre foi e será um sucesso no nosso país e agora na nossa região”, afirma a chanceler.

Quem nunca leu as histórias em quadrinhos de Maurício de Souza, como a “Turma da Mônica Jovem” e 5“Batman – O Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller e Klaus Janson? Apreciador destas obras famosas, o ilustrador internacional e editor do selo, Pietro Peres, fez questão de frisar a importância de HQ’s no Brasil.

“Não importa a idade, gênero ou estilo de traço, a verdade é que as histórias em quadrinhos sempre foi e será uma paixão de muitos adolescentes e jovens, como eu. O gosto pelos HQ’s sempre veio de obras internacionais, como do próprio Batman, Vingadores e Superman, na verdade sempre importamos as obras, mas nunca apreciamos verdadeiramente o trabalho feito por artistas do nosso país”, afirma o ilustrador.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

07/07/2020
Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

cel

Post Bottom Ad

Pages