Nova Iguaçu é o primeiro município do Rio a aplicar dose de reforço em profissionais da saúde - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

segunda-feira, setembro 27, 2021

Nova Iguaçu é o primeiro município do Rio a aplicar dose de reforço em profissionais da saúde



Três dias após o Ministério da Saúde aprovar a dose de reforço contra Covid-19 para os profissionais da área de saúde, Nova Iguaçu foi o primeiro município do Estado do Rio de Janeiro a iniciar a imunização para este público. A abertura oficial aconteceu na manhã desta segunda-feira (27), no Hospital Geral de Nova Iguaçu, e contou com a presença e participação do Secretário Municipal de Saúde, Luiz Carlos Cavalcanti, o Secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe, e o deputado federal Dr. Luizinho.

O secretário municipal de Saúde, Luiz Carlos Cavalcanti, se sentiu honrado em presenciar e fazer parte da vacinação dos colegas de profissão. “Estar à frente da pasta num momento tão importante para a Saúde do país, e sendo Nova Iguaçu, nosso município, o primeiro do estado a aplicar a dose de reforço nos nossos colegas de profissão é uma honra. Perdemos muitos deles e essa dose gera certo conforto enquanto gestão, por saber que nossa equipe, cuidando da população na linha de frente, está sendo protegida”, disse Luiz Carlos.

Já o Secretário do Estado de Saúde, Alexandre Chieppe, ressaltou a importância dessa dose extra de proteção. “Vacinar os profissionais de saúde não é só um desejo, é uma necessidade. Estar aqui no Hospital da Posse, o maior hospital da Baixada Fluminense, é um momento muito importante, porque estamos protegendo uma importante força de trabalho”, afirmou Chieppe.

A primeira a receber a dose de reforço foi a técnica de enfermagem Jupirema Pereira Soares, de 60 anos. Moradora de Vila de Cava, em Nova Iguaçu, ela trabalha no HGNI há 19 anos, quando começou na função de auxiliar. Ela explica que o hospital fez um convênio com um curso técnico que permitiu que ela tivesse seu diploma, uma motivação também para concluir o ensino médio. “Graças a Deus eu não tive perda na família, mas perdi muitos amigos e colegas de trabalho. Foi muito doloroso. Eu fiquei com medo de sair de casa e ter que vir trabalhar. Essa terceira dose é mais uma vitória na minha vida”, relata Jupirema, que atua no Centro de Materiais de Esterilização (CME).

Já para a enfermeira Fernanda Gomes, de 30 anos, receber a dose é um sinônimo de paz. Ela, que trabalha na Classificação de Risco da Emergência de Covid-19 no HGNI, recebendo diretamente o paciente infectado, comemorou a imunização e lembrou de outras pessoas que não tiveram a mesma oportunidade, como seu sogro “Para quem trabalha diariamente com isso e, principalmente, já perdeu um familiar, essa dose de reforço é uma segurança”, expressou emocionada.

Todos os profissionais de saúde do município e da rede privada que receberam a segunda dose da vacina há seis meses podem comparecer a um dos 24 pontos de imunização para receberem a dose de reforço. Os postos funcionam de segunda à sexta das 8h30 às 16h e sábado das 8h30 às 14h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675


Pages