Centro de Controle Operacional: semáforos começam a ser preparados em Mesquita - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

segunda-feira, outubro 11, 2021

Centro de Controle Operacional: semáforos começam a ser preparados em Mesquita

Foto: Renato Drones/PMM

Desde o início de outubro, 12 semáforos de Mesquita começaram a passar por uma manutenção especial. O serviço está sendo realizado para trocar a rede elétrica ligada aos equipamentos. Essa atualização é um primeiro passo para a instalação de controladores inteligentes nesses semáforos, que trabalharão em conjunto com o futuro Centro de Controle Operacional (CCO), previsto para ser inaugurado no segundo semestre de 2022, em Mesquita. Essa primeira fase de manutenção da rede elétrica deve durar cerca de dois meses.

“Quando os novos controladores estiverem instalados, o que acontecerá após a troca da rede elétrica dos semáforos, esses equipamentos passaram a ter manuseio remoto. Ou seja, do CCO, será possível alterar o tempo em que os aparelhos ficarão verdes ou vermelhos, entre outras funções”, adianta Rholmer Louzada Junior, secretário municipal de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos de Mesquita.

Além disso, os novos controladores possibilitarão dois grandes avanços que serão importantes para o futuro da mobilidade dos mesquitenses. “Será possível monitorar o tempo necessário para se deslocar entre algumas vias principais da cidade. E o software também faz leitura de cenários de acidentes, que pode ajudar a tornar o trânsito em Mesquita muito mais seguro”, conta Carlos Eduardo Lopes da Silva, coordenador de planejamento da Subsecretaria Municipal de Transporte e Trânsito.

Cidade vigiada

O Centro de Controle Operacional é a principal aposta do governo municipal para reduzir ainda mais o número de delitos praticados em Mesquita. Para isso, haverá 45 câmeras instaladas em diferentes bairros da cidade – incluindo aí as principais vias modais, as divisas com Nilópolis e Nova Iguaçu e as saídas para a Rodovia Presidente Dutra e Via Light.

“A ideia é atuarmos em conjunto com a PMERJ e o Corpo de Bombeiros. Essa integração tem tudo para coibir a atuação de criminosos em Mesquita e ainda auxiliar os municípios vizinhos a também reduzirem os registros de ocorrências, já que rotas de fuga direcionadas para Mesquita estarão sendo monitoradas 24 horas por dia”, conta Wanderley Fordiani, subsecretário municipal de Segurança, Ordem Pública e Cidadania.

Com o CCO, será possível também garantir mais segurança no trânsito de Mesquita. É o que explica o subsecretário municipal de Transporte e Trânsito, Thiago Palmieri. “Esse monitoramento 24 horas por dia, sete dias por semana, tornará muito mais ágil o suporte em casos de acidentes, por exemplo. E também conseguiremos direcionar melhor os agentes para os locais em que eles serão mais necessários”, diz Palmieri.

Tecnologia avançada

A atuação das câmeras de monitoramento não se dará apenas transmitindo ou gravando imagens. Algumas serão capazes também de identificar veículos procurados pela polícia. “Isso porque nós trabalharemos com um software capaz de fazer reconhecimento de placas e, futuramente, a intenção é ter reconhecimento facial também”, avisa o subsecretário de Tecnologia da Informação de Mesquita, Ronald Henrique Ferreira de Almeida.

Outro avanço será a utilização de drones para fazer o monitoramento aéreo da cidade. Caso alguma placa ou pessoa procurada seja identificada pelas câmeras, por exemplo, uma perseguição pelos ares poderá ser iniciada, garantindo assim a certeza sobre a localização do automóvel em questão. “O CCO vai ser uma ferramenta excelente para quem trabalha estratégias planejadas a partir de dados criminais. Para a instalação das câmeras, foi realizado um estudo prévio, mapeando a cidade e entendendo onde era mais necessário e indicado cada tipo de monitoramento possível”, explica o diretor de Inteligência da Guarda Civil Municipal de Mesquita, Kleildo Nascimento.

Benefícios além da segurança

Ampliar a sensação de segurança da população e garantir a redução de delitos e de acidentes na cidade pode trazer inúmeras vantagens para diferentes públicos. É o que defende Kleildo Nascimento. “Diminuindo o índice de roubo e furto de veículos, por exemplo, a tendência é que as seguradoras também reduzam os valores de apólices de veículos que costumam circular pela cidade”, exemplifica.

Outro aspecto que tende a melhorar é a circulação de pessoas em áreas voltadas para o lazer e o comércio. Caso do Polo Gastronômico da Vila Emil, por exemplo, ou da ciclovia da Avenida Baronesa de Mesquita, que liga o município de Mesquita à cidade de Nilópolis. “Além dos próprios moradores, que se sentirão mais seguros para sair na cidade, Mesquita também poderá virar destino de pessoas de outros municípios, em busca de lazer e entretenimento em segurança. Vamos viver uma nova fase na cidade”, analisa o subsecretário municipal de Segurança, Ordem Pública e Cidadania, Wanderley Fordiani.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

11/10/2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675


Pages