Fábrica do Conhecimento será reformada em Paracambi - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

sexta-feira, outubro 15, 2021

Fábrica do Conhecimento será reformada em Paracambi


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Obras, irá reformar a “Fábrica do Conhecimento”, como é comumente conhecido o prédio histórico que abriga o Polo Regional de Paracambi, na Baixada Fluminense. Por meio de sua vinculada, a Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (EMOP-RJ), a Seinfra executará a reforma parcial do espaço. O edital de licitação para execução da obra já foi publicado nesta sexta-feira (15).

Sem interferir na arquitetura do imóvel, o projeto de reforma da Fábrica do Conhecimento - que conta com 2.413,69 m² de área construída e abriga atualmente um centro de ensino a distância e semipresencial para mais de 2,5 mil alunos - seguirá as normas de acessibilidade e preservação. Tombado pelo INEPAC (Instituto Estadual do Patrimônio Cultural), o edifício será beneficiado com a implantação de um elevador panorâmico e a construção de uma escada externa com acesso a todos os andares.

Construído em 1870, onde funcionava a antiga fábrica de tecidos Companhia Brasil Industrial, o prédio se consolidou como um símbolo histórico e cultural da cidade, marco da industrialização no país e do desenvolvimento econômico da região. Atualmente, uma parte do imóvel também abriga o Polo Cederj Paracambi, administrado pelo Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj), do Governo do Estado.

“Queremos cada vez mais consolidar o Polo e a cidade de Paracambi como disseminadores de conhecimento e desenvolvimento para os moradores da região. Vamos aumentar o número de salas de aula e criar condições de acessibilidade ao edifício. A reforma no espaço será criteriosa e respeitará a história e arquitetura deste equipamento tão importante para a Baixada Fluminense”, ressaltou o governador Cláudio Castro.


De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, o prédio da Fábrica do Conhecimento no Polo Paracambi é um símbolo da história da industrialização no Estado e no país. “É um espaço precioso, guardado na memória afetiva e na história de gerações de famílias de trabalhadores e estudantes de toda aquela região, tanto no passado como no presente. É um cartão-postal de Paracambi , que enche de orgulho a Baixada e o Estado do Rio de Janeiro", declarou o secretário Max Lemos.

Melhorias que incentivam o ensino

No primeiro andar o projeto prevê a criação de 8 laboratórios, quatro salas de aula e uma de estudo, além de uma biblioteca e de uma área que será destinada à parte administrativa. No segundo andar, serão instaladas 12 salas de aula e oito tutoriais, uma sala de informática e um auditório com capacidade para 156 lugares. O Termo de Cooperação Técnica para reforma do Polo foi publicado no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro em 19 de agosto e a previsão é de que a obra seja concluída em cerca de 270 dias.

Para a jornalista Isabela Cabral, 28 anos, natural de Paracambi, a Fábrica é o maior símbolo do município e, desde que passou a abrigar várias instituições de ensino, se tornou ainda mais importante para os moradores da cidade e redondezas. “Lá, no mesmo lugar onde minha avó trabalhou quando o espaço era uma fábrica têxtil, eu tive a oportunidade de fazer um ensino médio de qualidade em uma instituição pública, o IFRJ. Fico feliz em saber que esse prédio histórico está recebendo melhorias, ao mesmo tempo em que segue sendo preservado”, relatou a jornalista.

Referência na Baixada

Para boa parte da comunidade, a unidade do Cederj – que completou em 2021 duas décadas de existência em Paracambi – é a única forma de acesso ao ensino superior em universidades públicas. Além dos que residem no município, a unidade atende os moradores das cidades vizinhas de Japeri, Queimados, Seropédica, Engenheiro Paulo de Frontin, Mendes e Vassouras.

O presidente da Alerj, André Ceciliano, comemorou a reforma da Fábrica do Conhecimento. “É muito bom saber que o estado vai implementar melhorias na Fábrica do Conhecimento, pela qual tenho um carinho especial. Quando fui prefeito de Paracambi, transformei a antiga Fábrica de Tecidos Brasil Industrial nesse importante polo educacional onde hoje estudam mais de 10 mil alunos, que têm acesso a cursos superiores, pós-graduação, pré-vestibular social, Escola de Música Villa Lobos e muitas outras atividades. A educação transforma e precisamos cada vez mais qualificar o ensino para as nossas crianças e jovens”, comentou o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675


Pages