Nova Iguaçu inaugura Casa da Mulher e amplia serviço e atendimento para o combate à violência doméstica - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

03/05/2022

Nova Iguaçu inaugura Casa da Mulher e amplia serviço e atendimento para o combate à violência doméstica


Nova Iguaçu dá mais um passo no combate à violência doméstica. A Superintendência de Políticas para Mulheres (SPM), órgão ligado à Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), inaugurou, nesta terça-feira (3), a Casa da Mulher, ampliando assim os serviços e atendimentos para mulheres vítimas de abusos psicológicos, físicos, sexuais e patrimoniais, na maioria das vezes, dentro da própria casa.

A ampliação é justificada pelas estatísticas. Um levantamento feito pela SPM comprova que o número de atendimentos às vítimas de violência doméstica vem crescendo nos últimos anos no Centro Especializado de Atendimento à Mulher de Nova Iguaçu (CEAM). Entre 2017 e 2021, 922 mulheres procuraram o equipamento pela primeira vez, sendo 28,3% somente no último ano. Se considerado o total de vezes em que todas elas receberam algum tipo de suporte da Prefeitura neste mesmo período, foram 7.256 atendimentos.

Apesar de 2022 ainda estar longe do fim, os dados apontam que o número de atendimentos continua aumentando este ano. Somente no primeiro trimestre, 66 mulheres procuraram o CEAM pela primeira vez. O número é ligeiramente superior ao dos três primeiros meses de 2021, quando 63 pessoas foram atendidas, e 266% maior se comparado a 2017, ano em que 18 mulheres tiveram o primeiro contato com o espaço. Se considerado o número total de atendimento neste mesmo período, o aumento é de 527%. Foram 74 atendimentos entre janeiro e março de 2017 e 464 nos três primeiros meses de 2022.

“A crescente procura pelo atendimento não significa, necessariamente, que aumentou a violência doméstica. Mas podemos afirmar que as mulheres estão cada vez mais encorajadas a falar sobre este crime. É possível sair deste ciclo a partir do momento que elas conseguem identificar esta situação e buscam seus direitos garantidos pela Lei nº 11.340, a chamada Lei Maria da Penha, que foi criada pensando na mulher de forma integral e atende a todas as demandas que elas precisam enfrentar”, esclarece a superintendente da SPM Miriam Magali.

Além de suporte jurídico, psicológico e social que já eram oferecidos pela Prefeitura, a Casa da Mulher conta com cursos de capacitação de cabeleireira, manicure e designer de cílios. O local também tem uma brinquedoteca para crianças, que serão acompanhadas por profissionais, enquanto a mãe ou responsável é atendida.

“A Casa da Mulher vem ampliar o apoio que o CEAM já oferece para as mulheres vítimas da violência doméstica. As capacitações que serão ministradas poderão ajudar as mulheres a buscar um novo rumo em suas vidas e até mesmo encontrar a independência financeira. Em muitos casos, é justamente a falta dela o que dificulta a libertação da mulher de seu agressor”, explica Miriam, ressaltando que a ampliação dos serviços oferecidos vai permitir atender um número maior de pessoas.

A Casa da Mulher fica no prédio onde está situado o CEAM, na Rua Terezinha Pinto, nº 297, no Centro de Nova Iguaçu.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Publicado em 03/05/2022

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

©2022 I Todos os direitos são reservados ao Jornal Destaque Baixada, conforme a Lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas.

Pages