Responsive Ad Slot

MAIS RECENTES

Latest

Linfedema e lipedema: qual é a diferença? Saiba sintomas e tratamento

segunda-feira, julho 08, 2024

/ by Jornal Destaque Baixada

 Linfedema e lipedema são condições médicas que frequentemente são confundidas devido à semelhança de seus sintomas, mas possuem causas e tratamentos distintos. 


Segundo dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), cerca de 200 milhões de pessoas no mundo sofrem de linfedema, enquanto o lipedema afeta principalmente mulheres e é sub diagnosticado. 


Neste artigo, exploramos as diferenças fundamentais entre essas duas condições, ajudando a desmistificar e esclarecer suas características únicas.


O que é linfedema?

Linfedema é uma condição crônica caracterizada pelo acúmulo de líquido linfático nos tecidos, resultando em inchaço. Esse acúmulo ocorre devido a uma falha no sistema linfático, que pode ser congênita (linfedema primário) ou adquirida (linfedema secundário).


Causas do linfedema

O linfedema primário é geralmente hereditário e pode se manifestar em qualquer fase da vida. Já o linfedema secundário é mais comum e resulta de danos ou obstruções no sistema linfático, muitas vezes devido a cirurgias, radioterapia, infecções ou traumas.


Sintomas do linfedema

Os sintomas do linfedema incluem inchaço, geralmente nos braços ou pernas, sensação de peso e desconforto na área afetada, além de pele endurecida ou espessada. Em casos graves, pode haver dificuldade de movimento e maior risco de infecções na região inchada.

Tratamento do linfedema

O tratamento do linfedema inclui terapias de compressão, drenagem linfática manual, exercícios específicos e cuidados com a pele. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de medicamentos ou intervenções cirúrgicas para melhorar a drenagem linfática e reduzir o inchaço.

O que é lipedema?

O lipedema é uma condição crônica que afeta principalmente mulheres, caracterizada pelo acúmulo anormal de gordura subcutânea, particularmente nas pernas e nádegas, e, em alguns casos, nos braços. Essa gordura é resistente à dieta e ao exercício físico.

Causas do lipedema

A causa exata do lipedema ainda não é totalmente compreendida, mas acredita-se que fatores hormonais e genéticos desempenhem um papel significativo. A condição geralmente se manifesta durante períodos de alteração hormonal, como a puberdade, gravidez ou menopausa.

Sintomas do lipedema

Os sintomas do lipedema incluem dor e sensibilidade nas áreas afetadas, inchaço que piora ao longo do dia e sensação de peso nas pernas. A pele sobre a gordura lipedêmica pode parecer fria e macia ao toque, e a condição pode levar a problemas de mobilidade e autoestima.

Tratamento do lipedema

O tratamento do lipedema envolve uma combinação de métodos, incluindo terapias de compressão, drenagem linfática manual, exercícios de baixo impacto e cuidados com a pele. Em casos mais avançados, a lipoaspiração pode ser recomendada para remover o excesso de gordura e aliviar os sintomas.

Linfedema vs. lipedema: entendendo as diferenças

Embora linfedema e lipedema possam apresentar sintomas semelhantes, como inchaço e desconforto, suas causas e características principais são diferentes. O linfedema é resultado de problemas no sistema linfático, enquanto o lipedema é um distúrbio de acúmulo de gordura.

Outra diferença importante é a distribuição do inchaço. O linfedema geralmente afeta uma única extremidade ou parte do corpo, enquanto o lipedema afeta simetricamente ambas as pernas e, às vezes, os braços. Além disso, o lipedema é quase exclusivo em mulheres, enquanto o linfedema pode afetar homens e mulheres.

O diagnóstico correto é essencial para garantir o tratamento adequado e aliviar os sintomas de forma eficaz. Profissionais de saúde especializados em doenças vasculares e linfáticas são os mais indicados para diagnosticar e tratar essas condições.

Tratamentos disponíveis

Os tratamentos para linfedema e lipedema são focados em gerenciar os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. No caso do linfedema, a terapia de compressão e a drenagem linfática manual são fundamentais para reduzir o inchaço e prevenir complicações.


Para o lipedema, além das terapias de compressão e drenagem linfática, a lipoaspiração pode ser uma opção eficaz para remover a gordura acumulada e aliviar a dor. É importante que o tratamento seja personalizado para atender às necessidades específicas de cada paciente e monitorado por um profissional de saúde experiente.

Manter um estilo de vida saudável, com dieta equilibrada e exercícios físicos regulares, também é essencial para o manejo dessas condições. A educação do paciente sobre sua condição e o apoio psicológico podem fazer uma grande diferença na eficácia do tratamento e na qualidade de vida.

Entender as diferenças entre linfedema e lipedema é crucial para garantir um diagnóstico correto e um tratamento eficaz. 

Embora ambas as condições possam causar desconforto e impacto na qualidade de vida, suas causas e abordagens terapêuticas são distintas. 

O linfedema resulta de problemas no sistema linfático, enquanto o lipedema é um distúrbio de acúmulo de gordura, afetando principalmente mulheres.

Para pacientes com lipedema, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado podem melhorar significativamente os sintomas e a qualidade de vida. 

Profissionais de saúde especializados em doenças vasculares e linfáticas são os mais indicados para orientar sobre as melhores opções de tratamento e cuidados necessários.

Para mais informações sobre essas condições e opções de tratamento, consulte um especialista em doenças vasculares e linfáticas.


Don't Miss
© 2015 - 2022 Jornal Destaque Baixada. Todos os direitos reservados
Destaque Baixada Jornal para ler e compartilhar