Supervia é multada em quase R$ 2 milhões por falha na prestação de serviço - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

13/05/2022

Supervia é multada em quase R$ 2 milhões por falha na prestação de serviço


O Procon-RJ multou a concessionária Supervia por falha na prestação de serviço em R$ 1.923.600,00, nesta quinta-feira (12/05). Na última semana, uma sanção de pouco mais de R$ 1,1 milhão foi aplicada à empresa. Desde abril, a autarquia realiza ações de fiscalização nas estações de trem para apurar como o serviço é prestado à população. Outros 16 autos de infração foram lavrados e seguem os trâmites legais, que poderão resultar em novas multas.

- Não toleramos desrespeito da SuperVia com a população fluminense. O governo do estado tem atuado firmemente para que a concessionária cumpra suas obrigações contratuais e aumente a segurança e o conforto dos passageiros. – ressalta o governador Cláudio Castro.

A sanção aplicada pelo Procon-RJ é referente à fiscalização realizada nas estações de Engenheiro Pedreira, Comendador Soares e Austin. Os agentes flagraram má conservação das estações, atraso na circulação dos trens, falta de orientação e de controle de acesso ao vagão feminino, ausência de acessibilidade e risco iminente à segurança do consumidor, devido ao espaçamento irregular entre a composição e a plataforma.

- É inaceitável que os cidadãos tenham que sofrer constantemente com atrasos e superlotação dos trens para ir e voltar do trabalho. Além disso, tem o desrespeito com os portadores de necessidades especiais em razão dos problemas de acessibilidade - afirmou o presidente do Procon-RJ, Cássio Coelho.

Ações acontecem há mais de um mês

As operações realizadas pelo Procon-RJ nas estações da Supervia começaram em 08/04. Ao todo, 38 estações foram fiscalizadas e 18 autos de infração foram lavrados.

Superlotação foi constatada em 12 pontos, enquanto atrasos foram identificados em sete. Presença de homens no vagão feminino, espaçamento irregular entre o trem e a plataforma, ausência de informação clara sobre os horários e destinos dos trens também foram encontrados em várias estações. Problemas de acessibilidade, seja por ausência de elevadores, de escada rolante ou de piso podotátil em determinadas áreas da estação foram irregularidades frequentemente verificadas pelo Procon-RJ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

©2022 I Todos os direitos são reservados ao Jornal Destaque Baixada, conforme a Lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas.

Pages