Caramujos africanos aumentam em épocas de chuva e podem transmitir doenças graves - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

05/12/2019

Caramujos africanos aumentam em épocas de chuva e podem transmitir doenças graves


Com o início período de chuvas e a proximidade do verão, cresce a preocupação com os caramujos-africanos. Considerados pragas no Brasil, os animais são muito resistentes e se proliferam rapidamente. E o pior: são hospedeiros de parasitas que podem transmitir doenças graves. Para combatê-los, é preciso tomar alguns cuidados. Por isso, Mamãeguaçu separou algumas dicas:



Não tocar neles! Use sempre uma proteção, como luvas descartáveis ou sacolas plásticas. Caso haja algum contato, lave o local com água e sabão. Use cal virgem. Não se deve usar veneno, sal ou outras substâncias que podem contaminar o ambiente e prejudicar o combate à infestação. Coloque os caramujos coletados em um balde e jogue cal virgem. Apenas assim é possível eliminar tanto o animal adulto como os ovos.



Mantenha seu terreno limpo. O excesso de plantas, mato e entulho no quintal serve de criadouro para o caramujo. Em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, a SUVAM, além de orientações, quando há necessidade, eles marcam uma visita no terreno e fazem a limpeza pra você. O telefone da SUVAM é o 2668-2300 e atende a população de segunda a sexta, das 9h às 16h.

TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI
05/12/2019
Compartilhe nas redes sociais e grupos de WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

Post Bottom Ad

Pages